12ª edição do Bejo a Campo mantém a tradição de inovar

0
162

 

Fotos Adrielle Teodoro e Luize Hess
Fotos Adrielle Teodoro e Luize Hess

O foco do Bejo a Campo 2018 foi o lançamento do seu programa de alfaces, agora mais robusto comcinco novas variedades; duas crespas, a Model e a Myrtel; duas mimosas, a Oaklyroxa e a Pleasance verde, e a alface americana Lectrice. Também foi apresentada no evento a cenoura tropical Tripoli, primeira híbrida de verão da Bejo, lançamento de 2018.

Essa foi a 12ª edição do Bejo a Campo. Larissa Zago, coordenadora de marketing da Bejo Sementes, conta que o eventocomeçou em 2007 com presença de 400 pessoas nos três dias de evento, e que de lá para cá tem recebido um público cada vez maior. “Hoje, chega a milvisitantes nos três dias de evento“, comenta Larissa Zago.

Noprimeiro dia, 20 de agosto, a Bejo recebeu com exclusividade seus parceiros comerciais. No dia 21 estiveram presentes quase 400 produtores, no dia 22 cerca de 250 e no dia 23 mais 350 visitantes.

Parceiros 2018

 

Cerca de mil visitantes conheceram novas variedades de sementes e produtos
Cerca de mil visitantes conheceram novas variedades de sementes e produtos

O campo demonstrativo foi dividido em quatro estações: uma de cebolas e beterrabas;outra de cenouras;outra de brássicas e uma quarta estação de alfaces e especialidades Bejo, o que inclui rabanete, radicchio, alho-porró, coentro, erva doce, dentre outras.Dentro de cada uma dessas estações haviam subestações dos parceiros Bejo.

A Incotec, por exemplo, mostrou tecnologia de sementes. A Agrolord apresentouplasticultura. A Yara, Sumitomo, Adama e a Ihara demonstraram tratos culturais,a STA Máquinas levou duas máquinas, uma semeadeira e uma transplantadeira e a Tropical Estufas mostrou suas soluções para cultivo protegido.“Em especial, a Bejo teve uma estação dedicada ao programa de semente orgânica,outra falando exclusivamente da cenoura Tripoli e mais uma exclusiva para as beterrabas, já que a Bejo é a casa da beterraba, e é o nosso produto carro-chefe“, acrescenta Zago.

Liderança no mercado de beterraba

 Paulo Christians, diretor da Bejo Brasil
Paulo Christians, diretor da Bejo Brasil

Há alguns anos a beterraba era uma cultura secundária para grande parte dos produtores. Com a beterraba Boro, que é hoje líder de mercado, a Bejo mudou o mercado, fazendo com que a beterraba se tornasse cultura principal. “Temos programa específico de desenvolvimento de beterraba para trazermos sempre novos produtos já que sabemos dos desafios que o produtor tem no campo“, justifica a coordenadora de marketing.

A Manzu, por exemplo, é uma beterraba com resistência específica à Rhizomania, doença nova no país para qual não há tratamento químico, e materiais genéticosresistentes são a alternativa para as áreas onde ocorrem o problema. Além disso há um programa de melhoramento para resistências à doença de solo Rhizoctonia, à Nematoides e resistência foliar para Cercospora.

Tradição do Bejo a Campo

 

Cerca de mil visitantes conheceram novas variedades de sementes e produtos
Cerca de mil visitantes conheceram novas variedades de sementes e produtos

O evento acontece todo ano na terceira semana de agosto. “Ao terminar uma edição, já começamos a planejar a seguinte.Para 2019 a expectativa é da chegada de mais um híbrido de cenoura de verão.Vamos falar de algumas couves-flores novas e também de mais variedades de alface“, antecipa Zago, que agradece muito pela presença dos produtores.

“Fazemos o evento com muito carinho para eles, preparando todo o campo demonstrativo com muita atenção e cuidado. Por isso, a cada ano ficamos muito felizes quando vemos que o público se supera e se renova“, ressalta. Temos os anos entre 50% e 60% do público composto por pessoas que nunca estiveram no evento e 15% por pessoas que marcam presença todo ano. “É muito bom vê-los sair daqui satisfeitos e felizes por terem aprendido coisas novas e obter contato com novos produtos e tecnologias, e voltarem para o campo deles com vontade de fazer mais e melhor“ se satisfaz a coordenadora de marketing da Bejo.

Sementes Orgânicas

 

 Cerca de mil visitantes conheceram novas variedades de sementes e produtos
Cerca de mil visitantes conheceram novas variedades de sementes e produtos

O slogan da Bejo para os orgânicos é “Orgânico desde o princípio“.Princípio porque se acredita no princípio orgânico e porque a semente é o início de qualquer cultivo. “E apenas com sementes orgânicas que se pode ter produtos orgânicos da semente ao prato“, destaca Christians.

Lucas Raesi,gerente de vendas da Pommer Seeds, participa do Bejo a Campo todo ano levando produtores e afirma que no momento da venda é só Bejo que eles querem. “A Bejo é uma empresa muito parceira e suas sementes são nosso carro-chefe na loja. Consideramos importante oferecer novas soluções ao produtor e esse ano trouxemos doze produtores.Com isso, nossas vendas disparam, já que aqui eles enxergam a diferença e a qualidade dos produtos, e quando chegam na loja, eles exigem pelas sementes da Bejo“, afirma.

  O evento foi dividido em quatro estações
O evento foi dividido em quatro estações

 

Essa é parte da matéria de capa da Revista Campo & Negócios Hortifrúti, edição de setembro de 2018. Adquira o seu exemplar para leitura completa.

 

Ou assine