19.6 C
Uberlândia
sexta-feira, julho 12, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioEventos93% das fazendas que adotam processos de gestão

93% das fazendas que adotam processos de gestão

Índice foi apresentado durante segundo episódio do projeto “Caminhos do Agro SP” que abordou a importância da gestão para a produção rural

Folha – Crédito: Shutterstock

Estima-se que 50% das propriedades rurais que investem em gestão dobram a sua capacidade de caixa em quatro anos e 93% obtêm índices positivos logo na primeira safra. Gestão foi o tema do segundo episódio do “Caminhos do Agro SP”, apresentado nesta quarta-feira, dia 26/08, um projeto da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo em parceria com a TV Cultura, a InvestSP e a iniciativa privada. 

A live foi conduzida pelo Secretário de Agricultura e Abastecimento de São Paulo, Gustavo Junqueira, e contou com a participação do Ex-ministro e Secretário da Fazenda e Planejamento, Henrique Meirelles; do Coordenador do Instituto Inttegra, Antonio Chaker El-Memari Neto; do coordenador da área de Desenvolvimento Rural Sustentável da Secretaria, José Luiz Fontes; e do Diretor de Negócios – Especialidades da UPL, Marcelo Gardel. 

Além disso, durante o episódio, o produtor e empresário rural Marcio Hasegawa, maior produtor de hortaliças do Brasil, apresentou os resultados e os ganhos em seu negócio após ter investido em gestão. O Grupo Hasegawa, com a produção concentrada em quatro fazendas, na região do Alto Tietê, incluindo hortifrútis processados prontos para consumo, gera atualmente empregos para 380 famílias e adota modelos inovadores de produção e comercialização.

O Secretário de Agricultura Gustavo Junqueira, que considera que a próxima revolução do agronegócio paulista e brasileiro depende, justamente, de uma boa gestão, ressaltou: “Quando o produtor começa a fazer gestão aumenta não somente a própria renda, mas fomenta toda a economia na qual está inserido e o desenvolvimento local. Por isso, o poder público e a iniciativa privada devem trabalhar integrados e aproveitar a capilaridade que possuem para ter acesso a quem está na ponta da cadeia e desenvolver ações e projetos específicos que levem treinamento aos produtores rurais. Precisamos fortalecer todos os elos de produção para que eles fiquem robustos e garantam assim a segurança e a saudabilidade dos alimentos para o consumidor final. Isso só será possível com gestão”.

Para o Secretário da Fazenda e Planejamento, Henrique Meirelles, o agronegócio brasileiro tem sido reconhecido nos últimos anos por seus grandes saltos de produtividade, obtidos com o uso de tecnologia. Para que o setor continue a evoluir e a conquistar novos mercados, a gestão e a capacitação são essenciais. “Agora enfrentamos o desafio de dar um salto na gerência e obter respostas de como vamos afinar os processos para elevar a produtividade. Um deles é colocar a tecnologia à disposição de quem está cultivando e outro é a qualificação gerencial do próprio agricultor”, apontou.

Em sua participação, o Coordenador do Instituto Inttegra, Antonio Chaker El-Memari Neto, destacou que a conectividade é um dos fatores determinantes para manter o homem no campo e fundamental para evoluir em gestão. “Um terço das propriedades ganham menos do que poderiam; outro terço está buscando melhorias e apenas um terço está realmente pronta para absorver qualquer tipo de tecnologia. Essa transformação está inspirando o produtor a querer mais. As fazendas que utilizam ferramentas gerenciais melhoram na primeira safra pelo fato de ter uma visão clara estabelecida, metas, planos de ação e trazer tecnologias buscando margem de qualidade”, disse. 

Para o desenvolvimento do setor, o Diretor de Negócios – Especialidades da UPL, Marcelo Gardel, indicou que um modelo que vem dando certo é a parceria público-privada, que auxilia os produtores em seus processos internos para que possam melhorar a gestão de suas atividades. “Assim, cada vez mais é possível obter a sustentabilidade financeira, acesso a novos mercados, preferência nas relações comerciais, e que o produtor, ao organizar a gestão, consiga redução de custos e longevidade no negócio, passando inclusive por processos de sucessão familiar”, enfatizou.

Foi também o que mencionou o coordenador da área de Desenvolvimento Rural Sustentável da Secretaria de Agricultura, José Luiz Fontes. “O poder público está preparado para auxiliar os produtores a fazer uma melhor gestão de suas propriedades rurais. Iniciamos no ano passado com diretrizes para políticas públicas e hoje estamos passando por um processo de reestruturação e modernização de estrutura da Secretaria, que disponibilizará o corpo técnico para as atividades no campo, deixando de realizar atividades burocráticas e administrativas. Propomos também a digitalização dos processos e é primordial que haja uma integração e engajamento de todo o corpo técnico. Com isso, pretendemos gerar a infraestrutura necessária e colaborar com os produtores nessa transformação”, ressaltou.

“Caminhos do Agro SP” 

O projeto “Caminhos do Agro SP” é resultado de uma parceria entre InvestSP, Fundag, TV Cultura e Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. Os episódios podem ser acompanhados nos canais do YouTube da Secretaria de Agricultura e Abastecimento: https://www.youtube.com/agriculturasp e da TV Cultura: https://www.youtube.com/cultura 

AGENDA CAMINHOS DO AGRO SP

17 de agosto: Episódio 1 – Economia Circular

26 de agosto: Episódio 2 – Gestão

02 de setembro: Live 1 – Cana-de-açúcar

09 de setembro: Episódio 3 – Pesquisa e inovação

16 de setembro: Live 2 – Café

23 de setembro: Episódio 4 – Regularização Ambiental

30 de setembro: Live 3 – Carne Bovina

07 de outubro: Episódio 5 – Produção Sustentável

14 de outubro: Live 4 – Leite

21 de outubro: Episódio 6 – Agro Seguro

28 de outubro: Live 5 – Citricultura

04 de novembro: Episódio 7 – Comercialização

11 de novembro: Live 6 – Papel e Celulose

18 de novembro: Episódio 8 – Consumo

25 de novembro: Live 7 – Olericultura

02 de dezembro: Episódio 9 – Exportação

09 de dezembro: Live 8 – Soja

16 de dezembro: Episódio 10 – Conectividade

ARTIGOS RELACIONADOS

Divisão agrícola da DowDupont estará na Tecnoagro com sua nova marca: CORTEVA AGRISCIENCE

Corteva AgriscienceTM é o nome da futura companhia agrícola que se tornará independente em junho de 2019; produtores terão à disposição portfólio mais completo...

A discussão: tamanho é documento? Parece não ter fim

Na publicação anterior trouxemos uma discussão que já estava sendo feita por diversos grupos de profissionais ligados à cadeia de produção e uso dos produtos microbiológicos, e discutimos que precisamos padronizar a forma como apresentamos a concentração do ingrediente ativo, na bula dos produtos.

Brasil – biocombustível em escala mundial

O Know-how da produção e a utilização do etanol na indústria automobilística também foram destaques durante webinar realizado pela Fenasucro & Agrocana TRENDS

GDM é primeira colocada da categoria Sementes da 18ª edição dos Melhores do Agronegócio

Em cerimônia presencial realizada nesta quarta-feira, dia 30, em São Paulo capital, que reuniu executivos, produtores e representantes das principais empresas do setor agrícola...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!