18.1 C
São Paulo
quinta-feira, agosto 11, 2022
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti A hora da colheita da manga

A hora da colheita da manga

Givago Coutinho

Engenheiro agrônomo e doutor em Fruticultura

givago_agro@hotmail.com

Herick Fernando de Jesus Silva

Engenheiro agrônomo e doutorando em Fitotecnia/UFU

herickfernando@gmail.com

 

Crédito Embrapa Semiárido
Crédito Embrapa Semiárido

O critério mais usado para a colheita das mangas é a mudança de cor da casca do fruto e da polpa. Essa mudança tem início em torno de dois meses em cultivares precoces, nas medianas varia entre três e três meses e meio, e nas cultivares tardias o período fica em torno de quatro meses a partir da fertilização das flores.

Todavia, o período gasto no amadurecimento dos frutos pode variar também em relação à região na qual ocorre o cultivo, iniciando-se mais cedo nas regiões quentes e secas e sendo mais tardio em regiões mais úmidas e com predominância de temperaturas mais amenas.

Além disso, a manga constitui um fruto climatérico, ou seja, estes frutos apresentam um aumento rápido e acentuado em sua atividade respiratória e podem amadurecer na planta ou fora dela, desde que estejam fisiologicamente desenvolvidos.

Assim, saber qual o ponto ideal de proceder à colheita dos frutos é um critério primordial na produção de mangas de qualidade. Isto garante a aceitação no mercado, bem como preços mais elevados, aumentando, contudo, a rentabilidade do mangicultor.

Dessa forma, serão listadas técnicas que podem auxiliar produtores, técnicos ou simplesmente aqueles fascinados pela cultura a decidir o melhor momento de realizar as etapas de colheita, visando também favorecer a vida útil no período pós-colheita dos frutos.

Colher no momento certo

A manga é um fruto climatérico, conforme já mencionado, e caso seja colhido antes de atingir a maturação plena, os mesmos poderão amadurecer após a colheita, devido, entre outros fatores, à elevada produção de etileno.

Os frutos que não completaram as etapas de maturação pós-colheita apodrecem dias após a colheita. Já aqueles que atingiram a maturação plena, caso sejam colhidos nessa fase poderão sofrer danos no decorrer do transporte ou armazenamento e mesmo na comercialização, depreciando seu valor de mercado.

Além disso, quando a produção for destinada ao mercado externo, em especial para os Estados Unidos e Japão, tais países adotam como exigência na importação a aplicação de técnicas como o tratamento hidrotérmico. Este tipo de tratamento utilizado no controle da mosca-das-frutas tem como desvantagem o choque térmico, que pode causar reflexos na fisiologia do fruto, em especial no caso de frutos colhidos em estádios iniciais de maturação, podendo surgir alterações no amadurecimento, que podem, inclusive, causar danos à qualidade dos mesmos e comprometer a comercialização.

Estágio ideal

Crédito Shutterstock
Crédito Shutterstock

O ponto ideal de colheita da manga é o denominado “de vez“, quando os frutos estão ainda imaturos, ou seja, quando ainda não atingiram a maturidade plena.Neste ponto os frutos sofrerão menor intensidade de danos no transporte e nas etapas de comercialização.

Além disso, comercialmente é muito difundido o uso de câmaras de aplicação de etileno na indução do amadurecimento ou climatização de frutos.

A maturação dos mesmos poderá ser completada de maneira uniforme, ou seja, todos os frutos poderão ser amadurecidos ao mesmo tempo. Segundo Simão (1998), alguns critérios podem ser adotados como forma de observar o momento ideal para colheita da manga, como:

ðTransição da coloração da casca, ocorrendo uma atenuação (clareamento) da coloração verde predominante;

ðO não escorrimento da seiva após a colheita;

ðAo serem colocados imersos em água, os frutos ‘de vez’ afundam, enquanto os frutos ainda verdes tendem a flutuar;

ðEscurecimento da cor das lenticelas;

ðElevação do ombro ou espádua até acima nível do pedúnculo;

ð Os dias após o florescimento podem variar entre 105 e 120 dias, de acordo com a cultivar, região, dentre outros fatores.

A observação de tais critérios garante a colheita dos frutos no momento certo, preservando sua vida útil, além de garantir um bom valor de mercado.

Prejuízos de uma colheita errada

A colheita dos frutos fora do tempo fisiológico ideal acarreta em sérios prejuízos ao agricultor, visto que estes frutos ainda não alcançaram o estádio máximo de desenvolvimento, logo, não passarão para a próxima fase – a maturação.

Os prejuízos iniciam desde o campo, já que todo o investimento em insumos agrícolas, mão de obra e recursos naturais foram gastos em um produto sem valor agregado final. Esse insucesso terá a repercussão final no alvo mais importante dessa cadeia, o consumidor, que por sua vez rejeitará um fruto com características impróprias para o consumo.

Além de não servir para o mercado de mesa, frutos colhidos antes da hora tornam-se impróprios também para a indústria.

 

Essa matéria completa você encontra na edição de setembro 2017  da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira já a sua para leitura integral.

Inicio Revistas Hortifrúti A hora da colheita da manga