20.6 C
Uberlândia
domingo, junho 23, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioAnimaisA sincronização do estro ajuda na produtividade da granja?

A sincronização do estro ajuda na produtividade da granja?

A técnica oferece benefícios significativos para os produtores, sendo um passo importante para garantir o sucesso e a sustentabilidade da suinocultura

Foto: Belgo Bekaert

A eficiência reprodutiva é um dos pilares fundamentais para garantir a rentabilidade e a sustentabilidade das granjas de suínos. Os índices reprodutivos afetam diretamente a produtividade e a rentabilidade do negócio. A suinocultura moderna enfrenta desafios significativos, como a demanda crescente por carne suína, pressões econômicas e ambientais, bem como preocupações com o bem-estar animal.

Neste contexto, a sincronização do estro em marrãs e porcas adultas se consolida como uma ferramenta estratégica para otimizar o manejo reprodutivo, reduzir os custos operacionais, melhorar o status sanitário  e a eficiência geral da granja.

Os hormônios que permitem o controle do ciclo estral e da ovulação, disponíveis comercialmente para a espécie suína, são: gonadotrofina coriônica equina (eCG), a gonadotrofina coriônica humana (hCG), o hormônio liberador das gonadotrofinas (GnRH) e seus análogos, a prostaglandina (PGF2α) e seus análogos e os progestágenos (Altrenogest).

Com o uso do Altrenogest o controle do ciclo estral em suínos é alcançado através da supressão da fase folicular, que mimetiza os efeitos biológicos da progesterona. “Quando se utiliza o altrenogest para a sincronização do estro, ocorre a inibição da liberação de gonadotrofinas pela hipófise, similar à progesterona natural. O uso do produto mantém a fêmea em anestro pelo período desejado, suprimindo a atividade ovariana e retardando o estro através da inibição do crescimento folicular e ovulação. Após o tratamento, esta atividade é restabelecida e o animal apresenta estro dentro de 3 a 5 dias, quando utilizado por, no mínimo, por 14 dias”, explica Pedro Filsner, médico-veterinário gerente nacional de serviços veterinários de suínos da Ceva Saúde Animal

Ao sincronizar o ciclo reprodutivo das leitoas, cria-se na granja uma programação que facilita a inseminação. Isso resulta em uma maior taxa de concepção e, consequentemente, em lotes mais homogêneos. Esta prática permite uma maior uniformidade dos lotes, tanto em quantidade como na idade média dos leitões nascidos, evitando oscilações que impactam índices zootécnicos e sanitários. Isso contribui para uma produção mais consistente e uma utilização mais eficiente das instalações e recursos da granja permitindo a adoção do sistema de manejo “todos dentro, todos fora”. “Essa é uma prática fundamental no manejo de suínos, refletindo um compromisso com a eficiência e a busca por resultados consistentes”, afirma Pedro.

Em busca de soluções que agregam na eficiência das granjas, a Ceva oferece aos suinocultores o Altresyn®, uma ferramenta desenvolvida para proporcionar maior eficiência no processo de sincronização de marrãs. A solução foi criada à base de Altrenogest, para garantir maior eficiência na sincronização do estro das fêmeas, uniformidade da produção e um intervalo correto entre os lotes.

Ao facilitar o manejo reprodutivo, estabelecer os intervalos entre os grupos de matrizes e melhorar o controle sanitário, a sincronização do estro oferece benefícios significativos para os produtores, sendo um passo importante para garantir o sucesso e a sustentabilidade da suinocultura.

ARTIGOS RELACIONADOS

Estudo comprova melhoria de rentabilidade em granjas e agroindústrias com uso correto de anticoccidianos

A pesquisa desenvolvida para o Prêmio Lamas testou a sensibilidade das aves para identificar quais anticoccidianos são mais resistentes para prevenção da coccdiose.

Três pilares podem impactar uma granja de suínos

Alta produtividade dos animais está diretamente ligada à alimentação equilibrada, manejo sanitário correto e genética de qualidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!