19.6 C
Uberlândia
domingo, maio 19, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesAbóbora Furusato

Abóbora Furusato

Abóbora – Fotos: Agristar

Se um produtor busca abóboras que possam proporcionar maior lucratividade, devido ao seu maior peso, a Furusato é a solução ideal. Está é uma cultivar híbrida da linha de produtos Superseed da Agristar do Brasil e ocupa posição de destaque no mercado, tanto entre produtores quanto entre consumidores.

Além do peso, os demais destaques da abóbora Furusato estão na rusticidade, uniformidade, ótimo pegamento e excelente tamanho de fruto. O principal estado produtor é Minas Gerais, porém a abóbora híbrida possui boa adaptabilidade para todo o Brasil. “É possível produzir no país todo. A única diferença de se produzir em outras regiões é a questão do consumo, já que alguns mercados consumidores preferem outros tipos de abóbora”, afirma o especialista em Cucurbitáceas da Agristar, Rafael Zamboni.

O especialista acrescenta ainda que a polpa espessa é uma qualidade excepcional da Furusato, pois ela gera frutos com maior peso, o que agrega valor ao material e, consequentemente, um melhor retorno financeiro aos produtores.

A excelente produtividade da abóbora durante todo o ano também é uma consequência das características em destaque desse material. “Num manejo ideal, os produtores conseguem produzir de dois a três frutos por planta. A média de produtividade nacional é de 15 toneladas por hectare”, explica Zamboni.

A pós-colheita da Furusato, produto resistente à murcha de Fusarium, é excelente. A planta rústica e a casca firme permitem que a abóbora seja transportada por extensas distâncias e chegue ao destino com a mesma qualidade que foi colhida.

Palavra de quem entende

No interior da Bahia, em João Dourado, estão os sócios Maciel Souza Marinho e Thiago Felipe Garcia de Araújo, produtores de abóbora Furusato. Atendidos pelo consultor Técnico da linha Superseed/TSV, Tassio Almeida, eles falam sobre as suas impressões da cultivar.

 “Quem vende a quilo gosta mesmo é de peso, de massa, e a Furusato nos proporciona isso”. É assim que o produtor Araújo fala sobre a sua experiência com a variedade. Ele acrescenta que gosta de plantar a Furusato porque ela responde muito bem ao manejo. “A quantidade de folhagem é ótima, porque protege a abóbora de ser queimada pelo sol, ao mesmo tempo ela tem um controle muito bom para oídio, um excelente pegamento de frutos, frutos muito pesados e alto rendimento”, detalha.

Para Marinho, o que chama mais atenção na Furusato é a sua casca lisa, padronização, excelente qualidade, bom pegamento e a entrega em produtividade.

Sobre a Agristar

 A Agristar é movida pela paixão ao campo e pelo desafio de superar limites. Com 60 anos de existência, é uma das maiores empresas do país no desenvolvimento, produção e comercialização de sementes de hortaliças e frutas.

Atua no mercado profissional com as linhas Topseed Premium, Topseed, Superseed e TSV Sementes, e no segmento de jardinagem, hobby e lazer através das linhas Topseed Garden e  TSV Sementes. Com capital 100% nacional e com uma ampla e moderna infraestrutura, a Agristar tem orgulho em conhecer a sua terra e assim desenvolver e testar produtos de alto desempenho.

Sediada em Santo Antônio de Posse (SP), a empresa possui quatro estações experimentais e uma unidade de pesquisa e melhoramento estrategicamente localizadas nos estados de SP, MG, SC e RN, que asseguram o desenvolvimento de produtos adaptados para os mais diversos climas e regiões.

ARTIGOS RELACIONADOS

Tutoramento de abóboras é viável?

Na produção de abóboras, assim como de mini abóboras, o uso do tutoramento constitui-se em uma alternativa viável para o produtor.

Silício no controle de oídio em abóbora

O cultivo de abóbora é bastante predominante em várias regiões do mundo, sendo uma espécie agrícola de grande importância para a segurança alimentar de vários países. Em geral, os frutos são ricos em amido e açúcares, além de alto valor de vitaminas do complexo B1, B2 e C (Silva 2017).

Hortaliças pequenas e saborosas têm mais valor

Luis Felipe Villani Purquerio Pesquisador do Instituto Agronômico, Centro de Horticultura felipe@iac.sp.gov.br Paulo César Tavares de Melo Pesquisador da USP-ESALQ, Depto. Produção Vegetal pctmelo@esalq.usp.br   O mercado de hortaliças está sempre...

Controle de pragas e doenças no sistema orgânico

    Joara Secchi Candian Natália de Brito Lima Lanna Bacharel em Agroecologia e doutorandas em Agronomia (Horticultura) Antonio Ismael Inácio Cardoso Professor da UNESP/FCA " Departamento de Horticultura, Botucatu...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!