28.9 C
Uberlândia
terça-feira, novembro 7, 2023
- Publicidade -
InícioArtigosHortifrútiAçafrão conquista nichos de mercado

Açafrão conquista nichos de mercado

A espécie Crocus sativus, o açafrão-verdadeiro, é utilizado apenas no preparo de pratos em restaurantes refinados, devido ao seu alto custo, sendo um componente essencial para o preparo da paella espanhola. Este tipo de açafrão é tido como a especiaria mais cara do mundo – um quilo de açafrão-verdadeiro custa o equivalente a um quilo de ouro (R$ 141,50 mil/kg, cotado no final de outubro/2015)

 

Douglas José Marques

Professor de Olericultura e Melhoramento Vegetal da Universidade José do Rosário Vellano – UNIFENAS

douglas.marques@unifenas.br

Hudson Carvalho Bianchini

Professor de Fertilidade do Solo da Universidade José do Rosário Vellano-UNIFENAS

Diogo Elias Batista

Graduando em Agronomia – UNIFENAS

 

Crédito Shutterstock
Crédito Shutterstock

No Brasil, a cúrcuma (Curcuma longa L.) é chamada de açafrão, principalmente nas regiões de Minas Gerais e Goiás, mas não podemos confundir a cúrcuma com o “açafrão-verdadeiro“, que é o Crocus sativus, só porque essas plantas geram condimentos semelhantes, de coloração amarelada. O cultivo do açafrão-verdadeiro no Brasil carece de informações, pois se trata de uma cultura com exigências climáticas específicas.

O pistilo da flor Crocus sativus, ou açafrão-verdadeiro, confere perfume, coloração e sabor especiais aos alimentos, e é valorizadíssimo em todo o mundo, principalmente nos países mediterrâneos, como Itália e Espanha.

 

A espécie Crocussativus é a especiaria mais cara do mundo - Crédito Internet
A espécie Crocussativus é a especiaria mais cara do mundo – Crédito Internet

Não confunda

A cúrcuma é conhecida como açafrão-da-terra ou açafrão-da-índia, sendo que a planta como um todo é chamada de açafroeira. O açafrão (Curcuma longa L.), da família Zingiberaceae, é constituído por centenas de espécies herbáceas, sendo encontrado na Índia, China, Indonésia, Sião, Malásia e Austrália, regiões para as quais foi levado com o gengibre, da mesma família, pelos espanhóis, e posteriormente espalhado amplamente devido a sua importância como condimento e corante natural.

Já a espécie Crocus sativus é considerado como “açafrão-verdadeiro“, sendo cultivado na Ásia desde a antiguidade. Foi levado para a Espanha pelos árabes há mais de mil anos e, com o passar do tempo, a Espanha se tornou a maior produtora deste açafrão, com 70% da produção mundial.

Além da Espanha, ele é cultivado também na maioria dos países do mediterrâneo e em outros locais, como Irã e Marrocos.

Crédito Shutterstock
Crédito Shutterstock

O açafrão Curcuma Longa

A Índia é o maior produtor de açafrão (Curcuma Longa L.), respondendo por, aproximadamente, 80% da produção mundial, com uma produtividade média de 22 toneladas de rizomas por hectare.

No Brasil, o município de Mara Rosa (GO) é um dos maiores produtores deste condimento. Um dos pontos que favorece a produção da cúrcuma foi sua adaptação ao Cerrado. A produção média no Brasil, em algumas regiões, é de 16,5 t/ha do produto verde (in natura) e 3,2 t/ha do produto processado seco.

Cultivo

Para a produção da Curcuma longa L. a cultura requer temperatura média anual superior a 21ºC e precipitação anual mínima de 1.500 mm. Prefere solos friáveis, férteis, não compactados, isentos de encharcamentos e com altitude de até 1.500 m.

Sua propagação se dá por via assexuada, com o plantio de rizomas. Para o plantio gasta-se de 1.000 a 1.500 kg ha-1 de rizomas-sementes, padronizados com um peso superior a 30 g do rizoma, sendo colocados em sulcos de 10 cm de profundidade e cobertos com 4 a 5 cm de terra.

O espaçamento utilizado geralmente é de 70 cm entrelinhas e 30 cm entre plantas. A época ideal de plantio é de agosto a outubro.

Custo

Para o agricultor, o custo de produção de cúrcuma fica em torno de R$ 5,00 por quilo de açafrão. O valor pago pelos compradores é variável dependo da região, ficando em média de R$ 6,00 a R$ 8,00 por quilo. No caso do açafrão-verdadeiro, Crocus sativus, o quilo do ingrediente ativo fica em torno de R$ 70 mil, entretanto, este é um nicho de mercado que necessita de mais informações agrotecnológicas.

Mercado

O mercado consumidor de açafrão (Curcuma Longa L.) vem crescendo de forma considerável nos últimos anos. Os maiores importadores desta especiaria no mundo são os Estados Unidos, Japão, Alemanha, Cingapura e Holanda.

O Brasil está ranqueado com um dos dez maiores importadores de especiarias, havendo um mercado crescente para a cúrcuma produzida localmente, principalmente se considerarmos que o produto importado é cotado em dólares e a produção brasileira representa somente 1% do que produzido na Índia, maior produtor mundial.

Uma grande vantagem da produção brasileira é situar-se no período de entressafra dos maiores produtores mundiais, favorecendo um maior preço para o produto nacional que for exportado.

Essa é parte da matéria de capa da revista Campo & Negócios Hortifrúti, edição de novembro de 2015. Adquira o seu exemplar para leitura completa.

ARTIGOS RELACIONADOS

Controle biológico de nematoides beneficia hortaliças

  Rodrigo Vieira da Silva Engenheiro agrônomo, doutor em Fitopatologia e professor do IF Goiano " Câmpus Morrinhos rodrigo.silva@ifgoiano.edu.br Bruno Eduardo Cardozo de Miranda Engenheiro agrônomo, MSc. e...

27º Seminário Nacional de Cebola reúne setores da cadeia produtiva da cebola

  Nos dias 08 e 09 de abril, a Associação Nacional dos Produtores de Cebola (ANACE) promove o 27º Seminário Nacional de Cebola (SENACE), junto...

Electro Plastic – Novidades a todo vapor durante a Hortitec

  A Electro Plastic levou para a Hortitec seus tradicionais filmes agrícolas, líderes de mercado, e chamou a atenção dos visitantes. “Sempre priorizamos a fabricação...

Aminoácidos amenizam impacto da geada na produção de maçã

Glaucio da Cruz Genuncio Doutor e professor de fruticultura do DFF/FAAZ/UFMT glauciogenuncio@gmail.com Elisamara Caldeira do Nascimento Talita de Santana Matos Doutoras em Agronomia/Ciência do Solo A geada é conhecida agronomicamente...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!