14.3 C
Uberlândia
segunda-feira, julho 15, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãosAdubação biológica proporciona mais produtividade com maior rentabilidade

Adubação biológica proporciona mais produtividade com maior rentabilidade

Crédito Shutterstock
Crédito Shutterstock

O solo compactado ao longo dos anos faz com que as plantas agricultáveis (soja, milho, girassol, trigo, cana-de-açúcar, citricultura, café, hortaliças, pastagens e outras) tenham dificuldade para obter melhor enraizamento, impedindo que nutrientes cheguem às folhas e a toda a planta. Também aumentam as pragas de solo, nutrientes retidos e indisponíveis no solo, baixa retenção de água, alto custo de produção, baixa lucratividade, etc.

De acordo com a engenheira agrônoma e representante da Microgeo em Missões (RS) e no Estado, Maísa D. Wohlenberg, a compactação do solo, por definição, é o aumento da densidade e redução de poros que ocorre devido a manejos não conservacionistas, tais como operações físicas em condições de umidade acima da capacidade de campo, correções químicas do solo feitas com doses excessivas e a monocultura.

“Os reflexos diretos dessa compactação do solo é a redução das respostas às adubações e ataques de pragas e doenças, fatores que estão diretamente ligados ao menor enraizamento e à falta de água no solo“, reforça Wohlenberg.

Segundo Maísa, como a cultura não absorve os nutrientes provenientes das adubações, se desequilibra nutricionalmente e se torna suscetível ao ataque de pragas e doenças, resultando em uma menor produção e rentabilidade. Algumas técnicas utilizadas para resolver o problema de compactação do solo por muitas vezes não atingem o objetivo, pois somente tentam corrigir os efeitos e não atuam na causa do problema.

Adubação biológica

A adubação biológica tem sido a solução de baixo custo para mais de quatro mil agricultores no Brasil e em Estados como no Rio Grande do Sul, com mais de 50 mil hectares adubados com a técnica.

De acordo com o agricultor gaúcho AdroaldoGirotto, de Palmeira das Missões (320 km de Porto Alegre), o trabalho da Microgeo tem se mostrado eficiente, inclusive com resultados positivos. “Comecei aplicando a adubação biológica em 40% da propriedade há dois anos e agora vamos passar para 100% devido à qualidade da terra e do aumento da produção. Tivemos aumento de 10,8 sacas por hectare em relação ao ano anterior“, declara.

O conceito da adubação biológica produzida com Microgeo, produto da empresa Microbiol, é: “Por meio de uma biofábrica local, trabalha-se a biodiversidade ecológica do solo trazendo benefícios multifuncionais ao agricultor, os quais são provenientes da reestruturação do solo“.

Segundo o pecuarista de leite, Joelson Pertuzatti, de Rondinha, a adubação biológica melhorou a descompactação e hoje uso em 100% da propriedade, que está dividida em 50% pastagem e 50% milho. Houve reflexo, também, na produção de leite de suas vacas holandesas no inverno, quando chegam à média 35 kg de leite/vaca/dia.

Essa matéria completa você encontra na edição de novembro 2015  da revista Campo & Negócios Grãos. Adquira já a sua para leitura integral.

ARTIGOS RELACIONADOS

Agricultores do Matopiba mantêm cautela, mas alcançam boa produtividade

Região colhe safra de retomada após quatro ciclos de quebra nas lavouras Na nova fronteira agrícola brasileira, região formada pelos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí...

Divisão Agrícola DowDuPont anuncia nova marca premium de distribuição de sementes

Brevantâ„¢ foi anunciada durante a Show Rural Coopavel, em Cascavel (Paraná)   A Divisão Agrícola DowDuPont anunciou nesta segunda-feira (5) o lançamento da marca premium de...

Nova sede da Arysta para a América Latina reflete expansão dos negócios e intensificação das práticas sustentáveis

O conceito de sustentabilidade é praticado nos negócios da Arysta LifeScience, uma das maiores empresas privadas do mundo no mercado de proteção de plantas...

É hora de avaliar o replantio do canavial

Considere sua produtividade e o momento econômico da atividade, entre outros pontos, recomendam especialistas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!