20.6 C
Uberlândia
quarta-feira, maio 22, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesAgro se atualiza com emprego de recursos de IOT, conectividade e gestão...

Agro se atualiza com emprego de recursos de IOT, conectividade e gestão de dados

Skyone

O agronegócio é um grande motor que move a economia brasileira a passos largos, sendo responsável por cerca de 25% do PIB (Produto Interno Bruto). Devido a uma peculiaridade do modelo de atividade, que se ampara na produção no campo, existe ainda um mito de que esse segmento não anda em consonância com os avanços tecnológicos, como a chegada do 5G, a automatização da produção, a conectividade nas fazendas e o uso de inteligência artificial para otimizar processos.

De acordo com a pesquisa “Caminhos da Tecnologia no Agronegócio”, coordenada pela SAE Brasil e liderada pela KPMG entre 2023 e 2024, muitos dos entrevistados (produtores rurais, cooperativas, indústria de máquinas, equipamentos de tecnologia e prestadores de serviços) salientam que a adoção de novas tecnologias proporciona maior produtividade, ganhos de performance e redução nos custos. Além disso, o estudo indicou que a conectividade no campo que antes era uma novidade, agora se tornou uma tendência emergente.

A Skyone, plataforma que simplifica a rotina e potencializa a produtividade empresarial, trabalha com diversas soluções em computação em nuvem, dados, cibersegurança, marketplace e gestão de dados, dedicando-se também a grandes produtores do agronegócio que desejam aprimorar a performance em plantio, colheita, criação de gado de corte e cultivo de commodities. De acordo com Ricardo Fernandes, diretor de operações da companhia, “um dos gargalos do setor era a conectividade e essa barreira está sendo quebrada, ainda mais com a chegada do 5G”.

No final de abril, a empresa estará em Ribeirão Preto, durante o Agrishow (29/04 a 03/05), acompanhando clientes e parceiros com foco em entender necessidades específicas desse segmento, que fala uma “língua” própria, e direcionar algumas de suas soluções ao empresário do campo. “A Skyone oferece diversas oportunidades para o fazendeiro e para o produtor rural que se profissionaliza. O agronegócio nacional está cada vez mais conectado e integrado”, adianta o gestor, desmistificando o pensamento de que as fazendas continuam operando de maneira offline.

Para Fernandes, que também é um produtor agro autônomo, os avanços tecnológicos podem ser uma experiência real em fazendas em todo o País. “Atualmente, é possível programar um drone para ter uma dosagem específica. Pode-se ter internet em um trator. Além disso, tarefas então consideradas mais intuitivas, como análise da terra, colheita e armazenamento, podem ser feitas de maneira conectada e com automação”, acrescenta. 

De fato, a tecnologia traz uma eficácia muito alta para o agricultor, isto é, um fazendeiro pode estar em São Paulo e, ao mesmo tempo, ficar a par do que acontece em uma propriedade no Mato Grosso. Alguns avanços, amparados por recursos tech, já são uma realidade há algum tempo, como as estações meteorológicas que operam na previsão e na precisão climática para otimizar plantações e colheitas. 

Integração do agro com a tecnologia

De acordo com Fernandes, a principal integração entre agro e TI é por meio de dados. “A conectividade do campo, somada à IOT e à assertividade dos dados são uma receita para o sucesso. Quando digo isso, refiro-me a uma boa gestão das informações existentes em uma fazenda, que vai do controle do plantio, passando pela colheita e pelo manejo, e indo ao ensacamento ou à venda direta. Todas essas etapas devem ser bem registradas e esses dados precisam ser armazenados para, posteriormente, serem usados a favor do fazendeiro”, ressalta.

O diretor de operações comenta que a internet das coisas (IOT) deve se tornar uma realidade em fazendas brasileiras muito em breve, ainda mais com os avanços na agenda da inteligência artificial. “O agronegócio depende diretamente de inúmeros fatores, como clima, contexto sociopolítico internacional, economia global, mercado de commodities, variação cambial, contexto sanitário mundial, entre outros. É aqui que entraria o tripé de conectividade, IOT e gestão de dados, altamente capaz de amparar no manejo dos negócios de maneira ágil e eficiente”, complementa.

ARTIGOS RELACIONADOS

Fazenda de cítricos é a primeira no mundo 100% monitorada por sensores inteligentes

Propriedade no Brasil utiliza tecnologia desenvolvida pela startup Adroit Robotics, que avalia milhões de frutos um a um, analisa condições das árvores, faz estimativas de safra e detecta pragas e doenças

Produtora conquista prêmio de melhor café especial após adotar fertilizantes biotecnológicos

A produtora de um sítio localizado em Minas Gerais obteve excelentes resultados em sua plantação de café utilizando os fertilizantes biotecnológicos e conquistou o primeiro lugar no Concurso de Cafés Especiais da Coopervas (Cooperativa Agropecuária do Vale do Sapucaí), também em Minas.

Análise de solo – A resposta para as altas produtividades

  Leandro Flávio Carneiro Doutor e professor do Departamento de Ciências Agrarias (DCIAG) UFSJ - Campus Sete Lagoas Minas Gerais Leandro Pereira dos Santos Jennifer Alves...

Agronomia com a ecologia: qual a relação?

Xico Graziano, membro do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS), reflete sobre o desafios do agro com o crescimento da população.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!