23.3 C
São Paulo
quarta-feira, julho 6, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Mercado Agroclima passa por reformulação e ganha mapas meteorológicos georreferenciados

Agroclima passa por reformulação e ganha mapas meteorológicos georreferenciados

 

Novo recurso vai permitir ao agricultor consultar, de forma rápida e simples, fenômenos que influenciam nas plantações, mapas de chuva acumulada, água disponível no solo e risco de incêndio

WorldClim_Temp_anual Campo e NegociosO Agroclima (www.agroclima.com.br), canal de consulta meteorológica para o agronegócio da Climatempo, principal empresa de meteorologia privada do país, acaba de passar por uma reformulação. Agora, o site oferece mais informações para auxiliar diretamente o agricultor na produção das principais culturas do país. Entre as novidades estão os mapas georreferenciados, recurso que facilita a consulta da informação por município e a identificação de fenômenos que influenciam nas atividades de plantio, como El Niño e La Niña por meio do mapa de TSM (Temperatura da Superfície do Mar). “Neste novo Agroclima, o objetivo principal é facilitar em um único lugar a consulta de informação pelo agricultor, utilizando o link de fácil acesso a página de previsão do tempo para 15 dias e o boletim de clima com o resumo do mês, explica Rafael Bruno, gerente de marketing da Climatempo.

O recurso de georeferenciamento está na sessão de mapas ‘Agrícolas’ trazendo informações importantes como estiagem, risco de incêndio, água disponível no solo, entre outros. Em ‘Variáveis Meteorológicas’, o agricultor consulta previsão de risco de geada, chuva acumulada, temperatura máxima e mínima. “O site também acompanha as informações da bolsa agro com preços futuros e cotações de safras. Traz previsão climática desenvolvida por meteorologistas especializados no setor agro e boletim semanal para os próximos 10 dias, projetando a tendência da chuva nas principais regiões produtoras“, diz Bruno.

Outras informações importantes também foram adicionadas ao site. A média climática da cidade pesquisada, por exemplo, traz detalhes sobre o comportamento climatológico, ou seja, historicamente qual é o mês mais seco ou mais chuvoso, menos ou mais frio. Já o módulo Zoneamento Agrícola diz em qual período o agricultor pode plantar, trazendo informações sobre o volume de chuva esperado para aquele intervalo.

O canal também ganhou um modo mais simples de pesquisa de conteúdo de previsão do tempo. Contando com 6.500 municípios brasileiros cadastrados no site Climatempo, o Agroclima separou 500 cidades com informações agrícolas personalizadas. Nas páginas relacionadas a esses locais, o produtor poderá encontrar informações importantes para o dia a dia no campo, entre outros detalhes. Caso ele conheça algum outro município que seja agrícola e não esteja listado ali, ele poderá preencher um formulário no site solicitando a inclusão do mesmo.

“Além de todas essas mudanças, também estamos felizes em anunciar que alguns parceiros de conteúdo chegam ao Agroclima. Entre eles, o Notícias Agrícolas (www.noticiasagricolas.com.br), com um conteúdo sobre a cadeia produtiva do agronegócio e sociedade“, complementa Rafael Bruno.

O portal também se tornou totalmente responsivo, podendo ser acessado de qualquer plataforma, incluindo smartphones e tablets. O Agroclima inteiramente gratuito e tem como objetivo fornecer conteúdo de qualidade e previsões precisas para auxiliar o agricultor em seu planejamento e tomada de decisão.O canal é, há 10 anos, referência na previsão climática voltada para agronegócios no Brasil.

Inicio Mercado Agroclima passa por reformulação e ganha mapas meteorológicos georreferenciados