Alerta para os incêndios

0
129

Autores

Antonio Santana Batista de Oliveira Filho Mestrando em Agronomia/Produção Vegetal – FCAV/UNESPa15santanafilho@gmail.com

Adriana Araujo Diniz Professora – Universidade Estadual do Maranhão (UEMA/CESBA)adrisolos2016@gmail.com

Myrelly Nazaré Costa NoletoGraduanda em Engenharia Agronômica – UEMA/CESBAmyrellynoleto11@gmail.com

Incêndio Florestal – Créditos Nelson Sanches Bezerra Junior

Incêndio é todo e qualquer fogo sem controle que incide em áreas florestais e plantações, e que causam prejuízos visíveis. Normalmente, estes ocorrem frequentemente e com maior intensidade nos períodos de estiagem e estão intrinsecamente relacionados com a redução da umidade ambiental.

Incêndios são acontecimentos recorrentes em diversas partes do Brasil e do mundo, acarretando danos visíveis para vários biomas e colocando em risco a diversidade da fauna e flora de diversos locais, principalmente quando ocorre em áreas preservadas e florestas, podendo acarretar também riscos e prejuízos financeiros para empresas que visam lucratividade no comércio de madeira florestal.

Controle

Incêndios nas florestas são difíceis de combater, principalmente pela rápida disseminação por toda área de cultivo, portanto, deve-se, sobretudo, preveni-los, sendo que todo incêndio, logo ao se observar o foco, é mais fácil de ser combatido, quando comparado ao fogo que já se alastrou.

Os incêndios se tornam algo comum, principalmente em épocas de seca, em que causas naturais são passíveis de acarretarem queimadas, porém, estas acometem geralmente áreas de biomas que não geram grandes prejuízos para biodiversidade, como fogos em regiões de cerrado nativo.

Porém, o principal efeito danoso, tanto ao meio ambiente quanto às empresas que visam lucratividade com a produção de madeira, está quando os incêndios são acometidos por condições artificiais, geralmente produzidos pelo ser humano, onde qualquer foco de incêndio ativo pode se tornar extremamente perigoso, variando de região para região e, principalmente, entre países.

O uso irresponsável do fogo nas atividades do homem o faz ser o maior causador de danos. O comportamento do fogo é imprevisível, e o processo de combustão pode, em segundos, dominar áreas completas e ser irreversível o seu efeito.

Causas

Dentre as principais causas dos incêndios, pode-se destacar os longos períodos de estiagem que acometem determinadas regiões do Brasil, e que consequentemente reduzem a umidade do ambiente, fazendo com que o fogo se propague rapidamente.

As queimadas para limpeza, muitas vezes realizadas por pequenos produtores, também são focos de incêndio, podendo vir a serem incontroláveis e acabar atingindo áreas de produções maiores. Outras condições que podem causar incêndio ocorrem por atividade de fumantes que descartam as pontas dos cigarros em locais indevidos, e pelo tráfego de máquinas nas plantações florestais, que podem soltar faíscas causando incêndios.

Prevenir é sempre melhor

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.