Inicio Eventos Algodão com alta produtividade e qualidade de fibra

Algodão com alta produtividade e qualidade de fibra

0
751
Fotos: Ana Maria Diniz

A BASF apresentou sua nova cultivar FM 985 GLTP e o seu portfólio para a cultura do algodão com tratamento de sementes, fungicidas, herbicidas e inseticidas.

A BASF mostrou as soluções completas para o algodão no dia de campo da Amipa, no total de cinco, sendo um lançamento – a cultivar FM 985 GLTP. A tecnologia da marca FiberMax® é inédita no mercado brasileiro e a variedade de algodão FM 985 GLTP é a mais nova opção para aumentar a produtividade e rentabilidade do cultivo, além de possuir tripla resistência à lagarta, garantindo maior tranquilidade ao produtor.

A tecnologia GLTP (GlyTol® LibertyLink® e TwinLink Plus®) contribui para o manejo eficiente da plantação e a tolerância aos herbicidas Liberty® e glifosato auxilia no controle eficiente de plantas daninhas.

A BASF, hoje, é líder no segmento de sementes de algodão, e além de agregar com sementes e biotecnologias, possui a oferta completa em tratamento de sementes, fungicidas, herbicidas e inseticidas.

Rendimento

“O potencial produtivo da tecnologia GLTP já foi comprovado. Nessa safra, já temos a estimativa de alta produtividade. É um material que possui teto produtivo elevado e o rendimento da fibra fica em torno de 43%, considerado excelente”, conta Igor de Moraes dos Santos, desenvolvimento de mercado.

O evento

“A região onde aconteceu o evento possui uma aptidão muito grande para a cultura do algodão e nessa última safra foram registrados muitos produtores iniciando o plantio, os quais antes plantavam soja. Portanto, este é um evento muito importante para trazer informações para esses novos produtores e também agregar aos que já plantam”, esclarece Igor de Moraes.

SEM COMENTÁRIO