Alta produtividade e qualidade na produção de banana nanica

0
127

Autor

Pedro Maranha PecheEngenheiro agrônomo, doutor em Produção Vegetal e pesquisador em Fruticultura – Universidade Federal de Lavras (UFLA) –pedmpeche@gmail.com

Banana – Crédito: Shutterstock

Na bananicultura, a produção de banana nanica é a que menos rentabiliza o produtor, no entanto, devido a sua rusticidade em relação aos outros grupos de bananeiras (prata e maçã), é mais fácil de produzir e, consequentemente, há uma maior oferta da mesma no mercado, baixando o preço de venda.

Porém, produtores com foco em altas rentabilidades e com visão empresarial estão obtendo resultados muito interessantes na produção das bananeiras tipo nanica, rentabilidades entre 20 a 30%.

Para atingir esses patamares, os mesmos buscam altas produtividades e qualidade das bananas produzidas, tornando seus bananais muito eficientes e baratos de se produzir. Para isso, um forte trabalho de gestão é necessário, o qual vai trabalhar o planejamento completo da produção, desde a compra e utilização de insumos, previsão e execução de tarefas em campo, venda da produção, entre outras fases da cadeia produtiva.

Pontos essenciais

Nesse processo de planejamento, alguns pontos técnicos são extremamente importantes, todos ligados às boas práticas agrícolas, como: manejo integrado de pragas, doenças e plantas daninhas; irrigação/fertirrigação e adubação equilibrada.

Dentre os pontos levantados anteriormente, a adubação equilibrada é a base para iniciar um trabalho de gestão da etapa de produção, sendo uma prática essencial para alcançar altas produtividade e qualidade na bananicultura.

O destaque para o equilíbrio da adubação é importante, pois a bananeira passa por várias fases durante a produção e cada uma demanda uma nutrição e adubação específica. Por exemplo, na fase de crescimento vegetativo a planta necessita de maiores quantidades de nitrogênio; no crescimento de frutos precisa de nitrogênio, potássio e cálcio. Para cada fase há um equilíbrio ou um balanço ótimo de nutrientes.

Fertirrigação

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.