23.3 C
São Paulo
sexta-feira, julho 1, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti Aminoácidos fornecem energia à batata

Aminoácidos fornecem energia à batata

 

Rodrigo da Silveira Campos

Engenheiro agrônomo e analista da Embrapa Agroindústria de Alimentos

rodrigo.silveira@embrapa.br

 

Crédito Luize Hess
Crédito Luize Hess

Os aminoácidos desempenham funções essenciais às plantas. Toda fisiologia de uma planta é estritamente dependente da presença de aminoácidos. Na natureza, as plantas são as únicas capazes de sintetizar todos os aminoácidos essenciais, tornando-se fundamentais na cadeia de alimentos.

Em termos agronômicos, podemos citar diversas vantagens dos aminoácidos. A cisteína e a metionina translocam o enxofre absorvido através da planta. Outro exemplo nutricional está relacionado às adubações nitrogenadas, que é convertido à glutamina e glutamato.

Crédito Pedro Hayashi
Crédito Pedro Hayashi

Não obstante às suas funções de translocação e acúmulo de nutrientes, alguns aminoácidos são precursores imediatos na síntese de enzimas relacionadas ao processo da transdução da energia solar em compostos orgânicos de reserva e energia, como o amido e a glicose, respectivamente.

Ainda sobre os aminoácidos, não se pode deixar de enfatizar a sua extrema importância em rotas metabólicas relacionadas às defesas das plantas contra patógenos e estresses abióticos. Por exemplo, a fenilalanina é a precursora de uma série de compostos relacionados à resistência sistêmica da planta, os quais, paralelamente, atuam como os anticorpos em nós, seres humanos.

Nesse sentido, para tornar o raciocínio simples de ser entendido, ao pulverizar uma planta com o aminoácido que ela precisa, este será absorvido e utilizado nas rotas metabólicas das plantas, economizando a energia que a planta gastaria para produzi-lo.

A bataticultura

Os aminoácidos auxiliarão as plantas na obtenção e acúmulo de energia - Crédito José Henrique Dotta
Os aminoácidos auxiliarão as plantas na obtenção e acúmulo de energia – Crédito José Henrique Dotta

No caso da batata, o maior interesse é a tuberização. Desse modo, segundo algumas teorias, a energia captada pela planta por meio do sol, estará muito mais voltada para a síntese de amido e o seu acúmulo nos tubérculos, permitindo uma melhor tuberização.

O bataticultor se depara a cada dia com mercados cada vez mais exigentes, ao mesmo tempo, suas variedades utilizadas são também cada vez mais exigentes em nutrientes. Diante desse cenário, os fertilizantes contendo aminoácidos estão se destacando em virtude da observação de efeitos positivos na bataticultura, por serem moléculas que “custam“ muita energia para a planta, a qual deve sintetizá-la para que consiga se desenvolver. O metabolismo de aminoácidos é muito famoso entre os fisiologistas em vista da sua importância e complexidade.

Vantagens

Apenas com a parte aérea bem desenvolvida haverá superfície foliar suficiente para um pleno aproveitamento da radiação solar - Créd SXC
Apenas com a parte aérea bem desenvolvida haverá superfície foliar suficiente para um pleno aproveitamento da radiação solar – Créd SXC

Os aminoácidos auxiliarão as plantas na obtenção e acúmulo de energia, uma vez que, ao serem absorvidos, atuarão direta ou indiretamente nos processos metabólicos em que estão envolvidos. Isso “poupa“ energia da planta, que potencializará a produtividade da cultura.

No caso das batatas, seus tubérculos são reservas de amido, o qual é sintetizado nas folhas e transportado para as raízes. Nesse caso, a planta precisa estar bem desenvolvida vegetativamente e conseguir potencializar a sua fotossíntese, uma vez que é ela a responsável por traduzir a energia solar em substâncias orgânicas. Em outras palavras, a assimilação de carbono da atmosfera.

Outro ponto importante a ser mencionado diz respeito ao hormônio vegetal citocinina, envolvido no alongamento de raízes. Aprofundando-se mais no assunto, podemos mencionar a adenina, um ácido nucleico que possui em sua cadeia um amina, um radical nitrogenado proveniente dos aminoácidos, glutamina ou asparagina.

Ainda que na rota metabólica os mesmos encontrem-se distantes, o fornecimento desses aminoácidos auxiliará no metabolismo do nitrogênio, o qual será fundamental para o desenvolvimento vegetativo da planta.

Fundamental no arranque

Os aminoácidos proporcionam melhor tuberização - Crédito Luize Hess
Os aminoácidos proporcionam melhor tuberização – Crédito Luize Hess

Durante o arranque da batata, ela precisará sintetizar muitos aminoácidos que serão precursores de estruturas celulares e constituintes proteicos das raízes. Trabalhos comentam sobre a importância dos aminoácidos livres presentes no solo e a sua absorção para as mais diversas espécies de plantas cultivadas. Uma rizosfera bem formada será essencial para o pleno aproveitamento do solo pela planta, incluindo a absorção de água e nutrientes.

Tradicionalmente, são fornecidos os nutrientes (macro e microelementos) essenciais ao desenvolvimento da cultura por meio da correção da fertilidade do solo. Como é de conhecimento, a parte aérea traduzirá a radiação solar em energia, para que haja a incorporação de carbono captado na forma de CO2 (dióxido de carbono) em moléculas orgânicas.

Nesse sentido, por meio de um raciocínio simples, observaremos que apenas com a parte aérea bem desenvolvida haverá superfície foliar suficiente para um pleno aproveitamento da radiação solar e do CO2 atmosférico.

O desenvolvimento radicular das batatas é intenso. Para tanto, há necessidade de um aporte muito grande de aminoácidos. Por sua vez, a síntese de aminoácidos envolve rotas metabólicas complexas que consomem muita energia.

 

Essa matéria completa você encontra na edição de dezembro da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Clique aqui para adquirir a sua.

 

Inicio Revistas Hortifrúti Aminoácidos fornecem energia à batata