22.6 C
Uberlândia
domingo, junho 23, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosAminoácidos: maior vigor às plantas de girassol

Aminoácidos: maior vigor às plantas de girassol

Crédito: Shutterstock

Lucas Anjos de Souza
Doutor em Biologia Vegetal e professor – Instituto Federal Goiano
lucas.anjos@ifgoiano.edu.br
Silvio Luís de Carvallho
Doutorando em Agronomia – FEIS/UNESP
silvio33carvalho@yahoo.com.br
Fernando Cardoso Cordeiro
Mestrando em Bioenergia e Grãos – IF Goiano
fernando.cardoso@apmpbioenergia.com.br

Os aminoácidos são substâncias orgânicas que, em soluções aquosas, podem apresentar características ácidas ou básicas, devido à presença dos grupos funcionais que os compõem, a função carboxila (R-COOH – confere caráter ácido), enquanto a função amina (R-NH2 – confere caráter básico).

São, portanto, anfóteros, reagindo tanto em ácidos como em bases. Ainda, há o radical de cada aminoácido, cuja cadeia pode ser polar, apolar, aromática, ácida ou básica que influenciará em sua permeabilidade na membrana.

A permeabilidade das membranas do girassol é controlada, principalmente, pela composição dos ácidos graxos presentes. Há estudos que relatam que a aplicação de exógena de aminoácidos promove a alteração do pH do meio circundantes e, consequentemente, afeta a permeabilidade da membrana a diferentes moléculas. Assim, podem facilitar a entrada de alguns nutrientes.

Para o girassol

Os aminoácidos utilizados em lavoura girassol podem mitigar os efeitos dos estresses por déficit hídrico e alta temperatura. Nesse sentido, plantas mais bem nutridas apresentarão tetos produtivo melhor e, consequentemente, melhor rendimento ao produtor.

Vantagens dos aminoácidos + nutrientes

No Cerrado, geralmente o girassol é cultivado em segunda safra e, dessa maneira, está mais exposto a condições pouco favoráveis ao crescimento, como a restrição hídrica.

Nesse sentido, a utilização de aminoácidos juntamente com nutrientes representa um aporte adicional de nutrientes inorgânico e orgânico. O nutriente ligado ao aminoácido forma um complexo com maior capacidade de penetração, pois a velocidade prevista seria maior do que por simples difusão, havendo um aumento de permeabilidade pelo complexo, sendo consequentemente o nutriente absorvido mais rapidamente do que quando livre em solução.

Assim, quando as condições para crescimento são mais desafiadoras, o aporte adicional de nutrientes, em especial os aminoácidos, é incorporado ao metabolismo sem que a planta precise sintetizá-los.

Como consequência, há economia de energia e a planta pode investir a alocação de carbono para crescimento.

Resultados

A suplementação com aminoácidos, isoladamente ou complexados com outros nutrientes, é uma estratégia inteligente para aumentar a produtividade do girassol.

A maior parte dos estudos com uso de aminoácidos está concentrada em soja, os quais apresentam resultados positivos em produtividade e aumento de atividade de enzimas antioxidantes.

Nesse sentido, pode-se esperar respostas semelhantes em girassol, em especial devido às condições de crescimento mais desafiadoras, quando cultivado em segunda safra no cerrado.

ARTIGOS RELACIONADOS

Aminoácidos: Ação e reação nas pulverizações

A intoxicação das plantas por defensivos pode afetar o desenvolvimento e torná-las suscetíveis ao ataque de pragas e doenças. A aplicação de aminoácidos em cultivos pode ativar o metabolismo fisiológico da planta.

Aminoácidos: Essencialidade para a cebola

A cebola é uma cultura importante no mercado nacional e internacional, fomentando a agricultura brasileira de tal maneira que se faz necessário utilizar ferramentas que incrementem a produtividade dessa cultura, uma vez que a produtividade média do País é em torno de 32 t/ha, enquanto países como Japão e a Argentina a produtividade média ultrapassa as 45 t/ha (IBGE, 2019).

Saúde para o solo: “substâncias húmicas” produzidas pelo girassol

Descubra como o girassol pode produzir substâncias húmicas benéficas para a saúde do solo em artigo da Dra. Claudia Adriana Görgen.

Girassol: opção promissora para a safrinha

O girassol pode ser cultivado antecipando-se à cultura principal, em algumas condições e, em outras, pode ser semeado na safrinha, substituindo, parcialmente, o milho ou o sorgo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!