18.1 C
São Paulo
quinta-feira, agosto 11, 2022
-Publicidade-
Inicio Revistas Grãos Aminoácidos são transportadores de nutrientes

Aminoácidos são transportadores de nutrientes

 

Welington Adolfo de Brito

Engenheiro agrônomo e professor do UNICERP

wabto@hotmail.com

 

Aminoácidos são transportadores de nutrientes - Crédito Shutterstock
Aminoácidos são transportadores de nutrientes – Crédito Shutterstock

Os aminoácidos são formados por unidades estruturais básicas de um grupo carboxílico (COOH), um grupo amina (NH2) e uma molécula de hidrogênio (H), ligados a um átomo de carbono, chamado de carbono alfa, cujas formações denominadas de ligação peptídica compõem os peptídeos. Estes, por sua vez, são proteínas e também precursores de outras moléculas, como: hormônios, coenzimas, nucleotídeos, polímeros de paredes celulares, etc.

Os aminoácidos são sintetizados a partir de moléculas de glicose produzidas pelas plantas por meio da fotossíntese e figuram entre os componentes mais importantes do metabolismo dos organismos vivos, presentes em todas as células.

Assim, uma molécula de aminoácido é considerada fonte de reserva, que em condições necessárias poderá servir de matéria-prima para desdobramento e produção das demais substâncias na planta.

Eles figuram entre os componentes mais importantes do metabolismo celular, sendo sintetizados a partir de moléculas de glicose produzidas pelas plantas por meio da fotossíntese e que se apresentam como constituintes e precursores de moléculas essenciais à vida, como peptídeos, proteínas, hormônios, coenzimas, nucleotídeos, polímeros de paredes celulares e inúmeras substâncias reguladoras do metabolismo vegetal.

Mais energia

Para fazer a síntese de aminoácidos,a planta exige uma grande quantidade de energia, entretanto, por meio da aplicação endógena de um aminoácido estamos economizando a energia que a planta precisa para sintetizar-se e ainda está disponível para ser usado em inúmeros processos bioquímicos que visam aumentar a produção.

O emprego dos aminoácidos tem proporcionado aumento de produtividade e melhoria na qualidade de grãos e frutos, como hortaliças, café, citros, algodão, frutíferas, feijão, soja, etc.

Absorção de nutrientes

De maneira geral, os aminoácidos aumentama absorção da maioria dos nutrientes essenciais e não essenciais. Usualmente são encontrados em formulações com NPK- e B,Zn,Mn,Cu, Fe, Mo, Co e níquel.Cada elemento possui sua ação específica, portanto, devem ser posicionados de acordo com suamaior demanda.

Cada aminoácido exerce uma função diferente no interior do vegetal e assim, poderá proporcionar benefícios em diversas etapas da produção e do desenvolvimento da planta. O triptofano, fornecido em pequenas quantidades, é precursor do hormônio de crescimento das plantas ” a auxina ácido-indol-acético.

A metionina é precursora do hormônio etileno, responsável pela maturação dos frutos. A tirosina e fenilalanina são os precursores dos fenólicos, ou seja, o ácido cinâmico, o ácido cumário e flavonas, responsáveis pela defesa das plantas e dormência das sementes.

São precursores, também, da síntese de lignina na planta, conferindo resistência à planta ao acamamento. O ácido glutâmico tem função importante no metabolismo do nitrogênio, dando origem às amidas glutamina e asparagina. A glicina é precursora da síntese da clorofila e quelante de metais.

Para que o transporte desses elementos aconteça com sucesso, a aplicação dos aminoácidos deve acontecer nos momentos críticos do ciclo vegetativo (germinação, florescimento, etc.). Existe uma demanda energética elevada por parte do vegetal, deixando-o mais suscetível a doenças, por exemplo, podendo ocorrer perdas significativas caso não haja o aporte adequado.

Benefícios

As plantas conseguem absorver os aminoácidos tanto pelas folhas como pelas suas raízes. Esta capacidade permite-lhes tirar partido de aplicações foliares ou via rega, que lhes propicia um desenvolvimento rápido e com menor consumo energético do que o necessário para o processo de síntese. Logo, a aplicação pode ser feita via solo ou foliar.

Os efeitos mais expressivos dos aminoácidos são obtidos quando a aplicação do produto ocorre em situações climatológicas adversas (seca, geadas, asfixia radicular, temperaturas noturnas muito baixas e por períodos prolongados, etc.), ocorrência de fitotoxicidades diversas causadas por aplicações errôneas de fitossanitários e ainda em circunstâncias de ataques de pragas e doenças.

Além dos benefícios à flora microbiana do solo, os aminoácidos, quando disponibilizados diretamente para as plantas, são absorvidos e rapidamente transportados para as demais partes dela e, então, empregados na formação de proteína ou como matéria-prima.

Com isso ocorre economia de energia, deixando esta reserva para as demais atividades metabólicas, aumentando assim a eficiência no desenvolvimento e produção da planta.

Os aminoácidos trazem, ainda, como benefícios:

→Crescimento, proporcionando maior desenvolvimento vegetativo;

→ Recuperação de algum estresse, seca ou fitoxicidez;

→ Produção: aumento do fruto ou reserva.

Essa matéria completa você encontra na edição de dezembro 2015  da revista Campo & Negócios Grãos. Adquira já a sua para leitura integral.

Inicio Revistas Grãos Aminoácidos são transportadores de nutrientes