16.6 C
Uberlândia
terça-feira, junho 18, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioDestaquesANPII lança Programa Interlaboratorial para a indústria de Inoculantes Biológicos

ANPII lança Programa Interlaboratorial para a indústria de Inoculantes Biológicos

Em parceria com a Ideelab Biotecnologia, intuito é atender à legislação do MAPA que exige que empresas se integrem à um Programa Interlaboratorial para o controle de qualidade

Reprodução

A Associação Nacional dos Produtores e Importadores de Inoculantes (ANPII) está lançando, neste mês de maio, o Programa Interlaboratorial para Inoculantes Biológicos, em parceria com a Ideelab Biotecnologia, empresa especializada em desenvolver inovações científicas para o setor agronômico. O intuito é atender à legislação do Ministério da Agricultura (MAPA), que exige que as empresas do setor de inoculantes biológicos integrem um programa que organize, realize e avalie análises de produtos ou materiais idênticos em pelo menos dois laboratórios diferentes, sob condições pré-determinadas, a fim de garantir uma boa aferição da qualidade dos produtos. Com isso, há a melhoria da qualidade dos inoculantes biológicos oferecidos ao mercado, com maior eficiência nas lavouras de diferentes cultivos. 

O programa, que se baseia nas exigências da legislação brasileira para inoculantes biológicos (Decreto Nº 4.954, de 14 de Janeiro de 2004, e na Instrução Normativa Nº 53, de 23 de Outubro de 2013, alterada pela IN MAPA nº 03 de 15 de janeiro de 2020), tem como objetivo principal realizar uma avaliação imparcial sobre a assertividade das empresas quanto às análises de concentração, pureza e identidade das cepas de microrganismos presentes nos inoculantes enviados, o que inclui análises químicas, físicas e biológicas que devem ser realizadas em laboratórios credenciados pelo MAPA. Essas medidas visam assegurar a qualidade dos inoculantes, evitando qualquer contaminação que possa prejudicar as lavouras e resultar em multas ou descarte dos produtos. 

“O intuito do programa na ANPII é a avaliação dos resultados dos laboratórios de controle de qualidade, bem como criação e treinamento das associadas quanto à padronização das metodologias de análise, garantindo eficiência nos processos de controle de qualidade das indústrias de inoculantes. E, embora a legislação exija, ainda é preciso a ampliação da oferta de programas Interlaboratoriais específicos para controle de qualidade de inoculantes biológicos para atender adequadamente às altas demandas do setor”, explica Larissa Simon, Assessora Executiva da ANPII. 

Sendo assim, a ANPII irá oferecer, tanto para associados quanto para não associados, a possibilidade de participar do Programa Interlaboratorial, que irá certificar os laboratórios das empresas de inoculantes biológicos junto ao MAPA. O programa, com uma coordenação e estrutura independentes das empresas, realiza análises cruzadas entre os diferentes laboratórios (mesmas amostras são analisadas por todos os integrantes e os resultados e desvios são utilizados como ponto de discussão, avaliação e melhoria das análises), além de correlações estatísticas, treinamentos e discussões para a melhoria contínua dos métodos e processos analíticos utilizados pela indústria.

A Ideelab Biotecnologia, empresa parceira do programa, possui uma coleção de microrganismos com cepas de diversas espécies, incluindo aquelas mais frequentes no mercado de biológicos. A empresa tem permissão para a emissão de laudos de contagem de unidades formadoras de colônia (UFC) em inoculantes, de acordo com a legislação necessária para a emissão dos certificados de participação em programa interlaboratorial. 

As inscrições para o Programa Interlaboratorial serão feitas até 30 de maio, via formularário online disponibilizado pela ANPII. A inscrição é aberta para qualquer empresa que trabalhe com inoculantes biológicos, não apenas para associados da ANPII. Para realizar a inscrição ou esclarecer dúvidas, basta acessar o formulário neste link. 

ARTIGOS RELACIONADOS

Concentração: qual a ideal em um produto biológico?

Você sabe qual é a ideal concentração em um produto biológico? A Campo & Negócios traz um artigo para esclarecer todas as suas dúvidas.

Brasil usa mais de 130 milhões de inoculantes biológicos

Se de um lado os produtores somam melhorias em suas culturas e ganhos em produtividade; do outro, pesquisas têm comprovado, cada vez mais, as vantagens para o meio ambiente e a sustentabilidade ganha evidência

Uso de inoculantes aumenta em até 20% a produtividade do milho

Especialista explica como tratar adequadamente a semente do milho com a combinação de produtos biológicos

Inoculantes em sementes de milho: o que você ainda não sabe

Para outras culturas de grãos, como o milho, o uso de inoculantes tem sido cada vez mais valorizado e começa a atingir patamares significativos devido aos benefícios que pode trazer à cultura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!