14.3 C
Uberlândia
segunda-feira, julho 15, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosHortifrútiApex Agro - Novas tecnologias para HF

Apex Agro – Novas tecnologias para HF

Crédito Luize Hess
Crédito Luize Hess

A Apex Agro participa da Hortitec há seis anos. “É importante participar deste evento porque, normalmente, é nesta feira que fazemos o lançamentos de novos produtos, divulgamos novas tecnologias e nos atualizamos quanto às tendências e necessidades do mercado. Aproveitamos para contatar técnicos que atuam na área,bem como produtores usuários de nossos produtos e prospectar novos clientes“, diz Amaury Diniz Paulo, sócio proprietário e diretor de Marketing, Pesquisa e Desenvolvimento.

Portfólio

A Apex Agro apresentou, durante a Hortitec, os produtos mais adequados para a hortifruticultura e floricultura, como também aqueles recomendados para cereais. São produtos à base de extratos orgânicos, ácidos húmicos, aminoácidos, organominerais, algas marinhas e bioestimulantes.

O destaque da Apex foi o Fulvin “um bioestimulante nutricional que passou por avanços em seu desenvolvimento e novos usos do produto. Oficialmente foi lançado o Photon, um bioestimulante bioquímico importado dos Estados Unidos que será distribuído com exclusividade pela Apex Agro em todo o Brasil.

Photon é um fertilizante foliar à base de potássio e magnésio que tem a capacidade de estimular o sistema de defesa das plantas para que elas continuem produzindo normalmente, mesmo quando submetidas ao estresse decorrente de altas temperaturas, radiação solar, frio,seca, etc.

“Nossa expectativa é que o nosso destaque (Fulvin) e o lançamento (Photon) atendam as necessidades e expectativas dos técnicos e produtores, que buscam neste evento novidades e soluções para questões que afetam e limitam diretamente a produção“, finaliza Amaury Diniz.

Essa matéria você encontra na edição de junho 2017  da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira já a sua.

ARTIGOS RELACIONADOS

Consultores de 2,5 milhões de hectares participam do 2º I-FAST Intech Conference

Mais de 40 consultores agronômicos que atuam em diversos estados brasileiros participaram, nos dias 7 e 8 de agosto, em Cuiabá (MT), da segunda...

Aminoácidos e micronutrientes reduzem efeitos negativos do glifosato

  Marcia Eugenia Amaral de Carvalho Bióloga e mestre em Fisiologia e Bioquímica de Plantas marcia198811@usp.br Paulo Roberto de Camargo e Castro Engenheiro agrônomo e professor Titular da...

Hazera – Foco na saúde alimentar e desenvolvimento social

  A Hazera teve uma concentração de visitas muito grande durante a Hortitec, com um público bastante seleto e profissionais realmente interessadosno negócio. Este foi...

Resultados das algas na inoculação de feijão

A nodulação é o processo resultante da simbiose entre bactérias e leguminosas, sendo esta relação importantíssima para essas plantas, uma vez que converte o nitrogênio proveniente da atmosfera em formas disponíveis para elas. Porém, o feijão, ao contrário da soja, não tem sua exigência de nitrogênio suprida somente pela fixação biológica, requerendo assim fertilizantes nitrogenados, que acarretam em aumento no custo de produção e podem causar impactos ambientais. Desta forma, uma nodulação mais eficiente nessa cultura reduz o custo com a adubação nitrogenada e os impactos desta no meio ambiente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!