Aplicação aérea de maturadores

0
204

Autores

Bruno Nicchio Engenheiro agrônomo, doutor e PhD em Produção Vegetal/Fitotecnia – Universidade Federal de Uberlândia (UFU)bruno_nicchio@hotmail.com 

Gustavo Alves Santos Doutor e pesquisador – KP Consultoria

Hamilton Seron Pereira hseron@uol.br

Gaspar Henrique Korndörfer ghk@uber.br

Doutores e professores titulares – UFU

Cana – Fotos: Miriam Lins

O sucesso na produção de açúcar e álcool da cana-de-açúcar está diretamente associado ao fornecimento de matéria-prima de alta qualidade tecnológica. Com a expansão da safra e das lavouras canavieiras, o uso de produtos como maturadores tem apresentado significativa relevância para o suprimento do complexo industrial, já que permite induzir o processo de maturação da cana-de-açúcar mesmo em condições climáticas que favorecem a vegetação e dispor às unidades industriais matéria-prima de qualidade (Leite et al., 2010).

A maturação da cana é definida pelos fisiologistas como um estádio senescente, entre o crescimento rápido e a morte da planta, o que faz desta a última fase dos processos fisiológicos da planta.

O processo de amadurecimento da cana-de-açúcar envolve um sistema metabólico complexo, com início na atividade fotossintética nos cloroplastos das células das folhas, resultando em acúmulo de carboidratos fotossintetizados (sacarose) nos colmos.

A maioria das variedades plantadas hoje tende a amadurecer e alcançar o máximo de maturação em apenas 60 a 120 dias após o início da safra, o que justifica parte do interesse no emprego a aplicação de maturadores e várias práticas culturais, como desponte, regulagem de água e adubação visando antecipar a maturação (Rodrigues, 1995).

Quem são eles

Os reguladores vegetais classificados como maturadores são compostos químicos capazes de modificar a morfologia e fisiologia vegetal, podendo alterar a qualidade e a quantidade de produção da cana-de-açúcar, utilizados como ferramenta auxiliar no planejamento da colheita e no manejo varietal dos canaviais.

Por meio do uso destes tipos de produtos procura-se modificar as condições naturais de maturação visando obter maiores acréscimos dos conteúdos de açúcares sem prejuízos à produtividade de colmos.

Alguns produtos podem favorecer o acúmulo mais uniforme de açúcares nos entrenós da região apical, normalmente imaturos. A cana-de-açúcar é uma espécie que tem capacidade de absorver e acumular grandes quantidades de nutrientes, como o silício (Si), elemento mais absorvido e que traz inúmeros benefícios à cultura, dentre eles o aumento significativo da produção e da síntese de açúcar (Viana et al., 2008; Foltran, 2013).

Além do Si, o boro (B), entre os micronutrientes, é particularmente importante para a cultura da cana-de-açúcar, porque está envolvido na translocação dos açúcares produzidos e por isso é um importante nutriente para maturação da cana (Anderson; Bowen, 1992).

Pesquisas

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.