18.6 C
Uberlândia
quinta-feira, junho 13, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosHortifrútiAposta que deu certo - O cultivo e o mercado da lichia

Aposta que deu certo – O cultivo e o mercado da lichia

Crédito Pixabay
Crédito Pixabay

Paulo Katsuo Tsuge é produtor e proprietário do Grupo Tsuge, na região de São Gotardo (MG), mas sua produção de lichia acontece em Rio Paranaíba, também no interior mineiro.

Atualmente, são 11 hectares plantados, no total de 5.500 plantas em idade produtiva. A produção para 2017 está estimada em 100 toneladas, com produtividade de 9,09 toneladas por hectare, média de 18,18 kg/planta.

Paulo investiu na variedade Bengal, por ser a mais comum no mercado. Para ele, este é um mercado bem interessante. “Há uma valorização significativa em relação àqualidade de produção. Para me destacar no mercado, invisto na colheita fruto a fruto, somente daquelas lichias realmente maduras. Encarece muito a colheita, mas garante melhor sabor. Também fazemos uma rigorosa seleção, embalando somente lichias que gostaríamos de levar para nossa família“, garante o produtor.

No início da safra, o quilo da fruta sai por até R$ 50,00 o quilo - Crédito Pixabay
No início da safra, o quilo da fruta sai por até R$ 50,00 o quilo – Crédito Pixabay

Manejo

Paulo Tsugerealiza podas manuais duas vezes ao ano, para a retirada de galhos comprometidos (principalmente por ácaros), o que auxilia no controle de pragas. Suas mudas são produzidas por meio de alporquia, que resulta, na opinião dele, em plantas com frutos de melhor qualidade, refletindo em um pomar de excelente potencial.“Realizamos o anelamento de ramos, técnica para induzir o florescimento da lichia, o que tem feito a diferença“, entrega.

Atualmente, o custo médio de produção dele está em R$8.000,00 por hectare no campo, excluindo os custos de colheita, embalagens e pós-colheita, que variam de acordo com a safra. “Esperamos comercializar a caixa de 02 kg (com quatro cumbucas de 500 gramas cada), a R$15,00/caixa. Em 2016 nossa produção segue para Brasília, São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Dubai (Emirados Árabes) e Toronto (Canadá).Esperamos nesta safra vender em Campo Grande e Cuiabá também“, finaliza o produtor.

A produção de lichia no Brasil se dá predominantemente no Estado de São Paulo e Minas Gerais - Crédito Pixabay
A produção de lichia no Brasil se dá predominantemente no Estado de São Paulo e Minas Gerais – Crédito Pixabay

 

 

 

Crédito Pixabay
Crédito Pixabay

Essa é parte da matéria de capa da revista Campo & Negócios Hortifrúti, edição de novembro 2017. Adquira a sua para leitura completa.

ARTIGOS RELACIONADOS

Maior exposição do setor hortifrutícola da América Latina é sucesso de público

A 24ª edição da Hortitec - Exposição Técnica de Horticultura, Cultivo Protegido e Culturas Intensivas " alcançou as expectativas em número de participantes e...

Com a chegada da safra das águas, pressão dos nematoides aumenta em HF

As hortaliças acabam sendo um alvo fácil, pois em sua maioria, são suscetíveis a nematoides, que se aproveitam disso para a própria alimentação e ciclo de vida, danificando o sistema radicular da planta.

Ultra-adensamento de plantio – Mais produção aos citros

  Eduardo Sanches Stuchi Engenheiro agrônomo, pesquisador da Embrapa Mandioca e Fruticultura e diretor da Estação Experimental de Citricultura de Bebedouro (EECB) eduardo.girardi@embrapa.br Eduardo Augusto Girardi Pesquisador Embrapa...

Ferrugem volta a assombrar lavouras de soja

  Doença fúngica adquire resistência a defensivos e pode gerar nova infestação no curto prazo, alertam especialistas Terror dos sojicultores no início do século, a ferrugem...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!