17.7 C
Uberlândia
sexta-feira, julho 12, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãosAqua-4D - Irrigação para lavouras mais produtivas

Aqua-4D – Irrigação para lavouras mais produtivas

Crédito Luize Hess
Crédito Luize Hess

Essa foi a primeira vez que a Aqua-4D participou da Agrishow, desta vez com o objetivo de identificar novos mercados, visto que sua origem é o segmento de HF. “Entramos com o projeto Soja +, lançamento que realizamos na Agrishow“, conta Jean Breack, gerente comercial da Aqua-4D.

Luciano Gasparini, diretor técnico da empresa, explica que o projeto Soja + está baseado em aumento de produtividade, por meio de uma melhor nutrição e sanidade para a planta, resultando em resposta produtiva com maior quantidade de sacas por hectare.

“Na prática, nosso trabalho começa no tratamento de sementes (TS), o qual chamamos SeedCare, ou seja, cuidado com a semente. Temos um tratamento de sementes que estimula a germinação, o enraizamento e já minimiza os problemas com nematoides.Logo em seguida temos um programa em que aplicamos os produtos nas fases específicas de tratamento da cultura da soja, que são as fases do V3, V6, R1, R5 e R7, momentos em que entram as aplicações de defensivos agrícolas“, detalha Gasparini.

Ainda segundo ele, em cada fase fenológica entram produtos específicos com o objetivo de potencializar a planta, que passa a ter melhor resultado na fase final, ou seja, de nada adianta o produtor querer trabalhar a fase produtiva apenas na fase final, quando muita coisa já foi determinada no que diz respeito à produção.

Potencialização contínua

No programa Soja + é potencializado desde o momento de plantio, com o tratamento de sementes, até a fase final, no momento de pré-colheita, resultando em maior rentabilidade por hectare de área reduzida.

Rooting é um produto destinado ao tratamento de sementes que atua diretamente na uniformidade de germinação da semente e aumenta do enraizamento dela, deixando a planta mais resistente à entrada de nematoide, uma praga de solo que causa inúmeros malefícios para a cultura da soja.

Best Fly, outro produto que compõe a linha, deve ser utilizado junto a inseticidas e fungicidas, pois potencializa a ação desses produtos, maximizando a aplicação da calda, fazendo com que o produto tenha maior cobertura e uma melhor ação de profundidade (penetração na folha).

“Os tratores têm cada vez um volume menor de calda para aplicação ” 50litros de calda dentro de um hectare.Quando se aplica inseticida para matar lagarta, por exemplo, ela fica escondida no interior da folha, e fazendo uma pulverização com microgotas fica difícil atingir o alvo. Best Fly faz com que essa gota que cai na superfície da folha consiga penetrar na mesma e saia na parte de baixo da folha, fazendo com que o produto entre em contato com o alvo, sendo um grande potencializador de aplicação“, explica Luciano Gasparini.

Já o Flavon é um produto de ordem nutricional que ativa o sistema imunológico da planta, ativando o mecanismo de resistência da soja e fazendo com que a planta fique muito mais resistente à entrada de doenças fúngicas, como é o caso da ferrugem. A planta fica menos doente e, em consequência, tem maior conversão de produtividade.

Revigor é um produto estimulante de produtividade, para ser aplicado na florada, proporcionando melhor pegamento da flor e da vagem, além de maior número de grãos. “Com as novas variedades de soja é muito comum termos apenas três grãos dentro da vagem.O grande desafio é tentarmos chegara a quatro grãos, e o produto Revigor vem com esse objetivo, de termos maior número de grãos dentro da vagem. Se conseguirmos isso, a produtividade por hectare será muito acima do que se consegue.A média produtiva, para se ter ideia, são de 50 sacas por hectare, e com esse programa temos área que atinge 100 sacas por hectare“, garante o diretor técnico da empresa.

O evento

Para a Aqua-4D, a Agrishowfoi fantástica, sendo extremamente importante par os produtores brasileiros e internacionais. “A Aqua do Brasil hoje tem uma presença muito grande no mercado sul-americano (Chile, Peru, Argentina) e durante a Agrishow pudemos encontrar esses clientes e também da Colômbia e Venezuela, o que chamou muito a nossa atenção.E essas pessoas estavam presentes para fazer negócio“, elogia Luciano Gasparini.

Para ele, o balanço foi 100% positivo, e por isso em 2018 a pretensão é ter um estande com o dobro do espaço, para oferecer melhor conforto aos seus clientes.

Essa matéria você encontra na edição de junho 2017 da revista Campo & Negócios Grãos. Adquira já a sua.

ARTIGOS RELACIONADOS

Agrishow 2023 se encaminha para o final com avaliação positiva de empresas de tecnologia

Avanço de negociações e perspectivas para fechamento de novas parcerias são alguns dos destaques.

Ensacamento de frutos – Agricultores atestam a sua eficiência

Os agricultores brasileiros estão comprovando a eficácia dos saquinhos de TNT (Tecido-Não-Tecido) no combate às pragas: broca-pequena e traça-do-tomateiro. Desenvolvido pela TNTEX Indústria e...

Biocontrole do míldio da cebola pela microbiolização de mudas

  Leandro Luiz Marcuzzo marcuzzo@ifc-riodosul.edu.br Brendon Máximo Clei dos Santos Fitopatologistas - Instituto Federal Catarinense - IFC / Campus Rio do Sul   A cebola é considerada a terceira olerácea...

Solinftec supera meta de vendas na 29ª Agrishow

A Solinftec, líder global em soluções de inteligência artificial e práticas agrícolas sustentáveis, superou em 20% a meta de vendas em soluções ALICE AI,...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!