Área e safra de amendoim

0
173
Amendoim – Crédito: shutterstock

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou o novo balanço da safra de grãos 2020/21 e projetou como ficará o desempenho das culturas. Uma delas é o amendoim, que tem grande relevância para São Paulo. Na safra passada o grão teve aumento de 49,81% no Valor da Produção Agropecuária (VPA) do Estado.

A previsão é que a área total com a cultura avance 2,9% no País, com um total de 165,1 mil hectares, plantados, principalmente, em primeira safra. Há também uma perspectiva de incremento na produção e produtividade, de 0,1% e 3%, respectivamente. O País espera colher 574 mil toneladas.

São Paulo é o maior produtor. No Estado, o cultivo é conduzido principalmente em rotação com cana-de-açúcar e pastagens. O plantio nessas áreas de renovação de cana proporciona à cultura principal, entre outros benefícios, a baixa incidência de infestação de plantas daninhas, além de deixar resíduos de nutrientes no solo, contribuindo para amenizar os custos de implantação dos canaviais.

O amendoim também é plantado pela sua tolerância a diversas espécies de pragas, contribuindo para diminuir a quantidade dessas infestações nas áreas plantadas. No caso do plantio em rotação com a cana, é importante que as cultivares sejam de ciclo compatível com a duração do período para a implantação do canavial.

O Estado paulista concentra também os demais elos da cadeia agroindustrial do amendoim, ou seja, o beneficiamento, a indústria confeiteira e a indústria de óleo vegetal, concentrando-se a maior produção de amendoim na região de Jaboticabal.

Investimento

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.