14.3 C
Uberlândia
segunda-feira, julho 15, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãosBactérias e material orgânico podem aumentar a produtividade da Cana

Bactérias e material orgânico podem aumentar a produtividade da Cana

Autores

Adenilson Adão Sponchiado
Técnico em Agropecuária e graduando em Agronomia – Centro Universitário da Faculdade Integrada de Ourinhos (Unifio)
adenilsonsponchiado08@gmail.com
Ana Caroline Scoparo
Graduanda em Agronomia – Unifio
kascoparo@gmail.com
Adilson Pimentel Junior
Engenheiro agrônomo, mestre em Agronomia e professor – UNIFIO
adilson_pimentel@outlook.com
Aline Mendes de Sousa Gouveia
Engenheira agrônoma, doutora em Agronomia e professora – UNIFIO
aline_mendes@fio.edu.br
Fotos: Shutterstock

O Brasil é o maior produtor de cana-de-açúcar (Saccharum officinarum L.), sendo líder no ranking das exportações, com mais de 500 milhões de toneladas, ou seja, cerca de 45% da produção mundial.

Segundo a União dos Produtores de Bioenergia (UDOP), os subprodutos da cana, como a geração de bioenergia, o açúcar e o álcool impactam positivamente o crescimento do PIB brasileiro. Além desses produtos, há também a produção de resíduos como a torta de filtro, cinza e vinhaça, que podem ser utilizadas na lavoura em substituição aos adubos químicos, de uma forma sustentável, em que tudo é reaproveitado.

No solo existe uma comunidade microbiana na qual fazem parte as bactérias, fungos, protozoários e outros microrganismos. Essa comunidade microbiana exerce papel fundamental no desenvolvimento das culturas, podendo ser neutras, beneficiar ou prejudicar as plantas. Podemos citar as bactérias, que em habitat natural colonizam o interior das células das plantas.

Estudos científicos realizados pela ESALQ (Escola Superior de Agronomia Luiz de Queiroz) mostraram que as bactérias solubilizadoras de fosfato, quando inoculadas, liberam ácidos e enzimas ao redor das raízes, quebrando a ligação do fósforo que está retido na argila, ferro ou alumínio, permitindo sua absorção na forma de fosfato.

Os compostos orgânicos, como a torta de filtro e a torta de cinza, propiciam um ambiente favorável para desenvolvimento dos microrganismos, além de disponibilizar nutrientes como nitrogênio e potássio, aumentando o potencial de reserva de água, elevando a CTC do solo, equalizando a estrutura física, química e biológica do mesmo. Contudo, promovem um incremento no desenvolvimento e na produtividade da cultura da cana-de-açúcar.

Benefícios

Atualmente, na busca por viés sustentável, a cana, por si própria, mostra ser uma fonte de matéria-prima na produção de combustíveis renováveis, entretanto, com a utilização de material orgânico, como os subprodutos da agroindústria associados aos microrganismos, promovem um incremento em nutrição das plantas e consequente aumento na produtividade.

Assim, minimizam os custos de produção, sendo economicamente viáveis e considerados ecologicamente sustentáveis. Dessa forma, há a criação de um ciclo dentro da cadeia produtiva da cana, em que todo material proveniente do processo de industrialização volta a ser utilizado na lavoura, disponibilizando para a cultura condições favoráveis ao seu crescimento e desenvolvimento.

Sabe-se que o fósforo utilizado na adubação da cultura é proveniente de rocha, um recurso finito, na qual sua extração contribui para a degradação do meio ambiente mesmo que utilizado e extraído de forma consciente. Todavia, há uma diminuição no uso de fertilizantes fosfatados, com o incremento no manejo da cultura associado à aplicação de bactérias solubilizadoras de fósforo.

O manejo

De acordo com as pesquisas realizadas na ESALQ, as bactérias solubilizadoras de fosfato devem ser isoladas, inoculadas e multiplicadas em meio de cultura específico e depois introduzidas no composto orgânico (torta de filtro, torta de cinzas e ou vinhaça). Esse procedimento pode ser realizado no local de depósito desses resíduos. 

A recomendação da aplicação leva em consideração a disponibilidade do produtor quanto ao manejo da cultura. De forma geral, recomendam-se aplicações em área total de 80 a 100 t ha-1, após a sistematização, incorporada ao solo com grade aradora; em sulcos de plantio de 15 a 35 t ha-1, coberto pelo cobridor da plantadora; na linha pós-plantio ou linha da soca, aproximadamente 20 t ha-1; e entre linha da soca de 40 a 60 t ha-1 realizada em canaviais mantidos, para o condicionamento do solo incorporar por cultivadores de disco.

Resultados dos estudos mostram que o tratamento do canavial somente com o composto orgânico já apresenta resultados consideráveis em produção. Com a adição das bactérias solubilizadoras de fósforo, os resultados mostraram um incremento de 20 t ha-1 (produtividade média de 165 t ha-1), cerca de 10% superior ao tratamento com somente o composto orgânico (produtividade média de 145 t ha-1).

Em campo

Foi observada a equalização da estrutura física, química e biológica do solo, permitindo um equilíbrio deste tripé, chegando o mais próximo de um solo com condições ideais para cultivo. Além disso, há maior capacidade de retenção de água, sendo disponibilizada lentamente para o sistema radicular das plantas, de acordo necessidades fisiológicas.

O aumento na CTC do solo é de suma importância na disponibilização de nutrientes para a planta. Contudo, também proporciona aumento em produtividade, otimização da área de cultivo, redução em custo e a diminuição na utilização de fosforo proveniente da extração de rocha.

A falta de conhecimento técnico para a aplicação e manejo da cultura, envolvendo o conhecimento da composição do solo, além do potencial produtivo e resposta ao tratamento empregado são erros fatais. É imprescindível a orientação de um profissional habilitado para aplicação de novas formas de manejo e tecnologias na área, a fim de evitar problemas futuros.

Custo

O estudo de custo e benefício deve levar em consideração quando há possibilidade de implantação em uma nova tecnologia ou manejo na cultura. Outro ponto importante é a logística, ou seja, a distância de transporte do composto até o local de aplicação.

O tipo de solo pode propiciar uma resposta mais expressiva, bem como o estágio da lavoura (em que corte está). É necessário se atentar ao manejo ou procedimento a ser adotado, verificando o custo de aplicação no processo como um todo, e subtrair do aumento da produção obtido do capital empregado.

O profissional tem que se atentar à situação do atual mercado econômico, pois o custo do processo pode ser inviável se o mercado não favorecer o investimento.

Importante lembrar que não se pode fazer dos custos algo fixo, que atenda toda a cadeia produtiva, mas podemos traçar parâmetros para chegar ao custo versus benefício. Seguem alguns gastos previstos: investimento inicial na aquisição do equipamento necessário ao processo; produção do composto (mistura e compostagem da torta e fuligem); produção e inoculação das bactérias; transporte do composto até o local de aplicação e custo da aplicação.

Com estes custos em mãos, estudar o potencial de resposta da cultura, levando em consideração o ambiente de produção, estágio de corte da cultura, chegando a uma estimativa de produção alicerçada no conhecimento técnico, em que, conhecendo a situação do mercado (valor pago pela tonelada de cana), o produtor poderá calcular o investimento e subtrair do valor pago na tonelada de cana, obtida com o tratamento.

ARTIGOS RELACIONADOS

Ácidos húmicos e fúlvicos com Trichoderma

  Claudia Adriana Görgen Engenheira agrônoma, doutoranda em Geociências na UNB claudiadrianagorgen@gmail.com Inicialmente é preciso entender, de forma simples, o que são ácidos húmicos e fúlvicos, quais suas...

Agronegócio representou mais da metade das exportações

Produtos como soja em grão, açúcar, celulose, algodão, carne suína e carne bovina tiveram considerável aumento de volume comercializado.

Agricultores do Matopiba mantêm cautela, mas alcançam boa produtividade

Região colhe safra de retomada após quatro ciclos de quebra nas lavouras Na nova fronteira agrícola brasileira, região formada pelos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí...

Curitiba: Capital nacional dos cafés especiais

Uma das novidades são o bar de drinks autorais, que tem cafés especiais como estrela da receita, e a venda de grãos a granel

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!