22 C
Uberlândia
segunda-feira, julho 15, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioMercadoBahia prevê crescimento de 15% na produção de algodão

Bahia prevê crescimento de 15% na produção de algodão

Na reta final do cultivo do algodão, a previsão é que a Bahia tenha uma produção de 1,5 milhões de toneladas (caroço e pluma) com uma produtividade de 300 arrobas /hectare. A previsão é de crescimento de 15% na produção em relação ao ano passado baseado no incremento de 25,5% de área cultivada, principalmente na região Oeste da Bahia, alcançando os 331.028 mil hectares. Os dados são da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) em ultimo levantamento divulgado na terça-feira (21), que mantém a expectativa da entidade para mais uma boa safra, consolidando a retomada da produção da fibra no estado depois das perdas por conta da estiagem prolongada na safra 2015/2016. A Bahia é o segundo maior produtor de algodão do Brasil, com a participação de 25% da safra nacional.

 “Em meados de maio, as lavouras encontram-se em fase reprodutiva, em suas maiorias com estruturas do terço médio e superior já definidas, algumas situações já com 60% de destas estruturas observadas são capulhos o que sinaliza início de colheita no prazo de 30 dias.  A recomendação é que os produtores continuem firmes e atentos nos últimos cuidados em relação ao manejo no combate a pragas e doenças até a colheita, o que na maior parte das áreas agrícolas, deverá ser iniciada em junho”, reforça o presidente da Abapa, Júlio Busato.

Cerca de 40% do algodão baiano é exportado para países asiáticos, como Indonésia, Bangladesh e Vietnã, e 60% é comercializado para as indústrias têxtis no Brasil. “Temos uma qualidade da pluma reconhecida pelo mercado e estamos tentando avançar ainda mais. O produtor tem investido em tecnologia, máquinas, insumos, variedades, buscando sempre aumentar a produtividade e reduzir o custo”, afirma Busato. Segundo a Associação Nacional dos Exportadores de Algodão (Anea), a exportação do algodão atingiu recorde com o embarque de 1,04 milhão de tonelada de pluma entre julho de 2018 e abril de 2019, o que pode levar o País a se tornar o segundo maior exportador de algodão do Mundo.

ARTIGOS RELACIONADOS

Variedades de morango para cultivo no verão

  Hugo Reis Vidal Engenheiroagrônomo, consultor técnico na empresa HVIDALConsultoria e diretor da Associação dos Engenheiros Agrônomos do Paraná (EAPR) - Curitiba hugovidal.agro@gmail.com Marli de Jesus dos...

Feijão-vagem exige manejo certo para ser mais produtivo

               Paulo Espíndola Trani petrani@iac.sp.gov.br Francisco Antonio Passos Pesquisadores do Instituto Agronômico, Centro de Horticultura, Campinas (SP) José Eduardo Pereira CATI "...

ISLA Sementes visa ampliar consumo de hortaliças minimamente processadas

  O lançamento de novas alfaces da linha ISLA Sementes do tipo frisée, Itaúna e Atalaia apresentam como destaque a resistência ao míldio e maior...

Produção de hortaliças folhosas no Brasil

O consumo tem aumentado pela busca das pessoas por conhecimento e qualidade de vida, proporcionado pela quantidade de nutrientes fornecidos pelas hortaliças folhosas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!