23.3 C
São Paulo
quarta-feira, julho 6, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti Batata-semente de qualidade garante alta produtividade

Batata-semente de qualidade garante alta produtividade

 

Douglas José Marques

Doutor em Olericultura e Melhoramento Vegetal e professor da UNIFENAS

douglas.marques@unifenas.br

Hudson Carvalho Bianchini

Professor de Fertilidade do Solo – UNIFENAS

Fábio Augusto Ishimoto

Marlon José Figueiredo Pereira Júnior

Gabriel Beraldo da Silva

Alunos de agronomia da UNIFENAS

 

Abrir matéria Crédito Pedro Hayashi
Crédito Pedro Hayashi

A produção de batata-semente constitui uma das fases mais importantes da cadeia produtiva da batata, tendo evoluído muito no Brasil nos últimos anos, tanto em quantidade como em qualidade.

A produção de batata-semente certificada é regulada por normas específicas em cada estado produtor, todas derivadas da Portaria Federal nº154, de 23 de julho de 1987, e inclui diversas etapas, entre as quais, cultura de tecidos para obtenção de materiais livres de doenças, pré-básica, básica, registrada e certificada.

A atual situação da batata-semente no Brasil é extremamente preocupante para o futuro da bataticultura nacional, pois falta uma legislação que determine padrões de produção, os critérios de fiscalização da produção, inclusive a fiscalização do material que passa pelas fronteiras, além de definir a responsabilidade dos produtores quanto à qualidade da semente.

Qualidade é fundamental

A utilização de material propagativo de alta qualidade fitossanitária é requisito indispensável para a obtenção de elevadas produtividades na cultura da batata. Doenças transmissíveis por semente, como viroses e a murcha bacteriana, constituem-se em fatores limitantes da produtividade, ocasionando, em muitas regiões, elevados prejuízos.

Em torno de 15% da produção mundial de batata destina-se às sementes, sendo cerca de 10% nos países em que a produtividade é alta. A Holanda e o Chile, devido à exportação deste insumo, chegam a destinar 25% e 15% da produção, respectivamente, para sementes. No Brasil, cerca de 13% da produção é destinada a sementes, mas apenas 20% a 30% deste total são sementes de qualidade (certificadas).

O que determina uma semente de qualidade

Utilizar material propagativo de alta fitossanidade é indispensável para elevadas produtividades - Crédito Luize Hess
Utilizar material propagativo de alta fitossanidade é indispensável para elevadas produtividades – Crédito Luize Hess

A certificação de batata-semente é o processo pelo qual se garante que as sementes foram produzidas com plena segurança de sua origem genética e que atendem aos padrões e procedimentos para esta finalidade.

A certificação de batata-semente tem por objetivos principais a preservação da identidade genética, a produção de material com baixo nível de infestação de vírus, bactérias, nematoides e outros agentes patogênicos capazes de reduzir, nas condições brasileiras, seu potencial de produção e remultiplicação.

O plantio de batata-semente de má qualidade pode comprometer uma safra, mesmo que todas as outras condições sejam altamente favoráveis ao cultivo. Portanto, recomenda-se a utilização de batata-semente com boa sanidade, estado fisiológico e brotação adequados, sendo que tubérculos com essas características são encontrados em batata-semente produzida por produtores especializados.

Deve-se evitar a utilização de tubérculos esgotados e murchos, indicativos de uma idade fisiológica muito avançada. O plantio desses tubérculos mal conservados resulta em plantas pouco vigorosas e ciclo vegetativo mais curto, comprometendo seriamente a produção e atrasando a emergência, pois expõe os brotos por mais tempo ao ataque de doenças e pragas de solo.

Quando a batata é cultivada por vários plantios sucessivos, utilizando a semente do cultivo anterior, ocorre a degenerescência dela.

 

Essa matéria completa você encontra na edição de outubro da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Clique aqui e adquira já a sua!

 

Inicio Revistas Hortifrúti Batata-semente de qualidade garante alta produtividade