Inicio Eventos Bayer leva ações de treinamento e capacitação ao Rio Grande do Sul

Bayer leva ações de treinamento e capacitação ao Rio Grande do Sul

0
54

Acordo firmado durante a Expodireto Cotrijal marca início de cursos sobre uso correto e seguro de herbicidas, que serão oferecidos por Farsul/Senar e RTC/CCGL

Bayer – Foto: Divulgação

Produtores rurais e operadores de pulverização do Rio Grande do Sul poderão contar com novos cursos de atualização e capacitação focados em boas práticas de aplicação de herbicidas. A iniciativa, parte do Programa “i2x Acerte – Boas Práticas de Aplicação”, é fruto da colaboração entre a multinacional de saúde e nutrição Bayer, a Farsul/Senar-RS e a Rede Técnica Cooperativa (RTC/CCGL).

O acordo foi firmado entre os representantes das entidades e da empresa durante a 21ª edição da Expodireto Cotrijal, que acontece entre 7 e 11 de março no município de Não-Me-Toque (RS). Entre os presentes nas reuniões estavam Malu Nachreiner, presidente do grupo Bayer no Brasil, Márcio Santos, vice-presidente da área comercial da divisão agrícola da Bayer, Gedeão Pereira, presidente do Sistema Farsul, Elmar Konrad, vice-presidente do Sistema Farsul, e Eduardo Condorelli, superintendente do Senar-RS.

Os primeiros a receberem os cursos de atualização serão os instrutores e técnicos da Farsul/Senar e da RTC/CCGL, que multiplicarão o conhecimento a produtores e trabalhadores rurais de todo o Rio Grande do Sul. Para isso, contarão com quatro salas totalmente equipadas, fornecidas pelas Bayer, com simuladores que reproduzem as condições de pulverização no campo e facilitam o repasse de informação e a aprendizagem dos participantes. 

De acordo com Condorelli, do Senar-RS, a parceria entre a Bayer e a instituição é crucial para que o produtor absorva todo o conhecimento necessário. “O nosso trabalho consiste em decodificar e transformar a linguagem técnica que empresas e instituições de pesquisa utilizam em uma linguagem que o produtor consiga compreender, e os simuladores de realidades trazidos pela Bayer nos ajudam nesse processo. Com a simulação da realidade, o produtor consegue absorver o conhecimento de maneira muito mais simples e eficiente, o que o contribuirá na hora de aplicar toda e qualquer tecnologia no campo”.

“Para que a agricultura consiga evoluir através de novas tecnologias, há um esforço de cocriação com a cadeia, do produtor à academia. Ações de treinamento e capacitação como essas são parte fundamental do lançamento da plataforma Intacta2 Xtend®, para podermos levar os melhores resultados para a sojicultura brasileira”, afirma o executivo da Bayer Márcio Santos.

Entre os temas abordados nos cursos estão a tecnologia de aplicação para redução de deriva, passos para o manejo inteligente de herbicidas, inspeção prática e periódica de pulverizadores e uso correto e seguro de herbicidas. Os treinamentos têm conteúdo prático e teórico sobre boas práticas de aplicação com as ferramentas associadas à terceira geração de biotecnologia em soja que a Bayer trouxe ao mercado na safra 21/22. 

Segundo o gerente técnico de lançamento da Plataforma Intacta2 Xtend®, Matheus Palhano, neste processo de aprendizagem é fundamental contar com o respaldo e com a expertise de parceiros como a Farsul/Senar, instituição que é uma referência para capacitação e transferência de conhecimento aos profissionais do campo, assim como com a RTC/CCGL, que agrega mais de 30 cooperativas agropecuárias do estado com o objetivo de ser uma referência na geração e recomendação de boas práticas agrícolas, uso econômico e sustentável de insumos e recursos naturais.

“Todo o trabalho desenvolvido nos anos que antecederam o lançamento da soja Intacta2 Xtend® já começou a dar resultados. Neste primeiro ano de semeadura em escala comercial, as áreas que utilizaram os produtos inovadores da plataforma, como o Xtendicam®, geraram uma experiência extremamente positiva para o produtor, desde o lado de eficácia do produto até a segurança”, afirma Palhano.

Além do Rio Grande do Sul, já participam do Programa “i2x Acerte – Boas Práticas de Aplicação”, por meio das Administrações Regionais do Senar, instrutores de Minas Gerais, Mato Grosso, Goiás, São Paulo, Bahia, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal já receberam capacitação. Aproximadamente, 300 instrutores do Senar dessas localidades foram capacitados para disseminar o conhecimento aos produtores e operadores de maquinários.

SEM COMENTÁRIO