25.9 C
Uberlândia
terça-feira, julho 16, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioLançamentosBayer terá 10 grandes lançamentos nos próximos 10 anos

Bayer terá 10 grandes lançamentos nos próximos 10 anos

Divulgação

A Bayer pretende lançar dez soluções disruptivas nos próximos dez anos para apoiar os agricultores em todo o mundo. Esta foi a projeção anunciada pela empresa no evento Crop Science Innovation Update 2024, em Chicago. Espera-se que cada lançamento contribua com mais de 500 milhões de euros para o potencial máximo de vendas de 32 bilhões de euros, ao se considerar todo o pipeline de Pesquisa & Desenvolvimento, o maior em toda a indústria agrícola global. Os agricultores poderão se beneficiar de novas tecnologias que os ajudarão a produzir mais, ao mesmo tempo que regeneram a natureza através de inovações que impulsionam a agricultura regenerativa.

A Bayer está a caminho de ampliar a agricultura regenerativa em mais de 161 milhões de hectares em todo o mundo até meados da próxima década. A empresa considera a agricultura regenerativa um modelo de produção baseado em resultados, com a melhoria da saúde do solo como um componente chave, levando a uma maior resiliência. Outros aspectos importantes incluem o aumento da produtividade; adaptação e mitigação das alterações climáticas através da redução das emissões de gases com efeito de estufa; aumento do sequestro de carbono no solo; preservação da biodiversidade; conservação dos recursos hídricos através de uma melhor retenção e do menor escoamento de água, bem como a melhoria do bem-estar social e econômico dos agricultores e das suas comunidades.

Além disso, a Bayer está avançando rumo à oportunidade de duplicar o seu mercado de atuação para mais de 200 bilhões de euros, impulsionado pelo crescimento do mercado global e pelos investimentos em espaços adjacentes à agricultura, como biocombustíveis, fertilidade de culturas, bem como plataformas digitais e marketplaces.

“A agricultura precisa mudar para melhor, não basta mais apenas confiar no que funcionou no passado. Oferecemos uma combinação incomparável de inovações que anda de mãos dadas com práticas regenerativas essenciais para ajudar a enfrentar dois dos maiores desafios do nosso tempo: garantir a segurança alimentar para uma população crescente e combater as mudanças climáticas”, diz Frank Terhorst, líder global de Estratégia e Sustentabilidade na divisão agrícola da Bayer.

“A era das tecnologias únicas e isoladas acabou. Estamos nos concentrando em sistemas agrícolas estreitamente conectados que combinam sementes, biotecnologias, proteção de cultivos e soluções digitais de uma forma inteligente para beneficiar os agricultores e o meio ambiente”, afirma Bob Reiter, líder global de P&D da Bayer. “Para isso, estamos lançando mão de plataformas tecnológicas essenciais, como edição gênica, biotecnologia de precisão, pequenas moléculas e bioinsumos para fornecer os produtos necessários para que agricultores tornem a agricultura mais produtiva, enquanto reduzem a pegada de carbono e promovem a biodiversidade à escala global.”

P&D como base para uma abordagem sistêmica de soluções

O pipeline de P&D da Bayer busca impulsionar a transformação para a agricultura regenerativa através de três pilares. O primeiro é uma atualização anual do portfólio de soluções de germoplasmas e proteção de cultivos, que ajudam os agricultores a competir num ambiente em mudança – esse segmento contribui com mais de metade do valor potencial para alimentar o crescimento do negócio principal da Bayer. “Isso inclui o desenvolvimento de 400 a 500 novos híbridos e variedades de milho, soja, algodão, frutas, legumes e verduras anualmente. Para a proteção de cultivos, esperamos introduzir 90 a 100 novas formulações durante a próxima década”, diz Bob Reiter.

O segundo pilar refere-se a produtos completamente novos, como tecnologias disruptivas de sementes ou soluções inéditas de proteção de cultivos com potencial de grande sucesso, alimentando um crescimento estável a longo prazo.

O terceiro pilar consiste em parcerias e colaborações chave em tecnologias como edição gênica e bioinsumos com parceiros estratégicos que complementam os esforços internos de P&D da Bayer. Com seu exclusivo banco de dados genômico, know-how de cientistas, amplo conhecimento regulatório e capacidade de expansão, a Bayer traz ativos importantes que ajudam a trazer inovação rapidamente para o mercado. A partir dessa abordagem de inovação aberta, a Bayer tem mais de 50 ativos em avaliação para novas colaborações ou para licenciamento.

Tecnologias inteligentes para produção de milho

O Preceon Smart Corn System transformará a produção global de milho. Com melhor estabilidade em relação a ventos fortes e a condições climáticas desafiadoras devido à sua menor altura, o sistema Preceon tem o potencial de gerar mais de 1,5 bilhão de euros em vendas e de impactar mais de 89 milhões de hectares globalmente. Os agricultores se beneficiam de uma melhor proteção das suas lavouras, de um melhor acesso ao campo durante a safra e de produtividades mais elevadas. O período de testes em 2023 nos Estados Unidos, que contou com 365 produtores, resultou em mais de 80% deles relatando que plantariam o sistema Preceon Smart Corn novamente.

O lançamento comercial direcionado do milho de baixa estatura convencional no início deste ano também está em paralelo com o progresso da versão biotecnológica, que agora avançou para a fase 4 no processo de Pesquisa & Desenvolvimento. A Bayer prevê que a versão biotecnológica estará disponível em 2027. Além disso, a empresa está trabalhando em uma versão geneticamente editada do Preceon em parceria com a Pairwise para atrair vários mercados globais. A edição gênica também permitirá ciclos mais rápidos de inovação e desenvolvimento no futuro.

Para proteger o milho contra pragas devastadoras, o pipeline da Bayer fornecerá híbridos de última geração com tolerância para controle de insetos , com um potencial de pico de vendas combinado de mais de 1 bilhão de euros. Isto inclui a quarta e quinta geração de biotecnologias para controle de lagartas Lepidoptera, bem como a quarta geração de biotecnologia contra a lagarta da raiz do milho – uma praga que pode causar até 45% de perda de produtividade aos agricultores dos EUA. Dois novos modos de ação, combinados à tecnologia RNAi são o destaque da quarta geração de biotecnologia resistente à lagarta da raiz do milho (CRW4). O lançamento das novas biotecnologias de controle de insetos está previsto para o final desta década e início da próxima.

Sistemas de soja com mecanismos de resistência melhorados

Os principais sistemas de soja da Bayer para a América Latina e para a América do Norte estão proporcionando excelente produtividade e qualidade, combinadas com diversas características de controle de pragas e opções de tolerância a herbicidas. Com esses sistemas, os agricultores não só conseguem reduzir a aplicação de inseticidas, mas também realizam o plantio direto em grande escala, o que é benéfico para a saúde do solo, ajuda a sequestrar carbono e evita a erosão.

As novas biotecnologias do pipeline de P&D da Bayer proporcionam mecanismos de resistência adicionais para agricultores seguirem em frente, com múltiplos modos de ação para controle de insetos e novas tolerâncias a herbicidas para dar aos produtores maior flexibilidade com mais opções do que nunca no manejo de ervas daninhas. Espera-se que todas essas características gerem um potencial máximo de vendas superior a 3 bilhões de euros.

Transformando o cultivo das culturas alimentares mais importantes do mundo

Em outubro de 2023, a Bayer anunciou a introdução do seu sistema de arroz de semeadura direta (DSR) no 6º Congresso Internacional do Arroz em Manila. Passar do cultivo de arroz transplantado para arroz de semeadura direta pode ajudar os agricultores a reduzir o uso de água em até 40%, as emissões de gases de efeito de estufa em até 45% e a reduzir a dependência dos agricultores do escasso e custoso trabalho manual em até 50%. Impulsionada por estas vantagens, a DSR tem potencial para ser revolucionária, com a previsão de que 75% dos campos de arroz na Índia possam adotar para este método de cultivo até 2040, em comparação com os cerca de 11% atuais. Até 2030, a Bayer planeja levar o sistema DSR a mais de 1 milhão de hectares na Índia, apoiando mais de dois milhões de pequenos produtores de arroz que adotaram o sistema de forma pioneira através do seu programa DirectAcres.

A Bayer também está trabalhando na transformação do trigo, a cultura mais cultivada no mundo. O desenvolvimento do trigo híbrido representa uma grande oportunidade para garantir e impulsionar a produção sustentável, bem como apoiar a segurança alimentar global. Para aproveitar esta oportunidade significativa para os negócios e para a humanidade, a Bayer está avançando em seu programa interno de melhoramento de trigo híbrido para os EUA e —desde abril de 2021— para os mercados europeus com uma parceria estratégica de P&D com a RAGT, uma empresa europeia líder em trigo varietal. O melhor germoplasma da categoria e o rico portfólio de características nativas da RAGT, combinados com a ampla gama de ativos de P&D da Bayer, o portfólio líder em proteção de cultivos e a experiência em produção de sementes se combinam de forma estratégica. Os primeiros lançamentos estão previstos para o final desta década.

Apresentando o CropKey para desenvolver produtos de proteção de cultivos de última geração, como o Icafolin

CropKey é a abordagem inovadora totalmente nova da Bayer para desenvolver a próxima geração de produtos químicos para proteção de cultivos. “CropKey oferece novas oportunidades em precisão, segurança e sustentabilidade, e vai além dos padrões atuais para estabelecer uma nova referência para a indústria”, diz Bob Reiter.

Em vez de rastrear manualmente moléculas que poderiam ser a próxima solução de proteção de cultivos, os pesquisadores da Bayer, usando triagem virtual e modelagem computacional, estão projetando novas moléculas que se ajustem exatamente à proteína-alvo de uma erva daninha, fungo ou praga – como uma chave para uma fechadura. A abordagem CropKey está levando a um enriquecimento do pipeline de pesquisa em todas as áreas. “Se tomarmos apenas o exemplo das pesquisas iniciais, hoje temos pelo menos três vezes o número de novos modos de ação em comparação com dez anos atrás —e o CropKey está apenas no início”, afirma Reiter. “À medida que nossas ferramentas de IA aprendem conosco, cada geração de soluções será mais inteligente e mais rápida do que as anteriores.” Este ritmo de descobertas revolucionárias não tem precedentes na indústria agrícola.

O primeiro produto que está alavancando a abordagem CropKey é o Icafolin, o primeiro novo modo de ação herbicida pós-emergente para grandes culturas nos últimos 30 anos, com um potencial máximo de vendas de mais de 750 milhões de euros. Espera-se que seja lançado em 2028 no Brasil primeiro, antes de ser expandido para outros países. O ingrediente ativo demonstra controle eficaz de ervas daninhas de amplo espectro, inclusive para gramíneas resistentes e difíceis de controlar.

Além disso, o pipeline de produtos desenvolvidos a partir da CropKey inclui fungicidas com novos modos de ação, inseticidas inovadores para diferentes culturas e ferramentas orientadas por ciência de dados para proteção de cultivos.

Biológicos complementando produtos sintéticos

Ao explorar um ecossistema mundial de inovação aberta, a Bayer acelerou substancialmente o seu pipeline de P&D em produtos biológicos. Através de parcerias estratégicas plurianuais de pesquisa e desenvolvimento com Ginkgo Bioworks, Kimitec, MustGrow e outros, a Bayer está acelerando o fornecimento de inovações biológicas revolucionárias nas áreas de fixação de nitrogênio de próxima geração, proteção de cultivos e produtos bioestimulantes – ao mesmo tempo em que continua a fornecer produtos novos inovadores através de plataformas de desenvolvimento líderes.

“Num mercado em rápido crescimento, esperamos que as vendas de produtos biológicos alcancem mais de 1,5 bilhões de euros em 2035, um aumento de mais de sete vezes em relação às vendas de 200 milhões de euros em 2022”, afirma o líder global de P&D da Bayer.

A IA está acelerando a P&D e entregando ofertas digitais

A digitalização tornou-se uma das fronteiras mais interessantes da agricultura através dos avanços na ciência de dados. A Bayer está se baseando nas mais recentes tecnologias e experiências em Inteligência Artificial (IA) para acelerar o desenvolvimento de sementes, características e proteção de culturas, bem como para fornecer soluções baseadas na nuvem para a cadeia de valor alimentar.

“A inteligência artificial é uma tecnologia fundamental para impulsionar a transformação digital da agricultura, que ajuda a combater as alterações climáticas e a garantir a segurança alimentar global”, explica Jeremy Williams, líder global de agricultura digital.

Os avanços na agricultura de precisão e na tecnologia agrícola digital estão ajudando os agricultores a maximizar a produtividade e a sustentabilidade das suas terras e práticas agrícolas. O Climate FieldView tornou-se uma ferramenta de decisão essencial com mais de 101 milhões de hectares mapeados em todo o mundo. É o maior banco de dados de dados de desempenho de sementes de produtores e de testes de campo do setor. Juntamente com a Microsoft, a Bayer desenvolveu o AgPowered Services baseado no Azure Data Manager for Agriculture da Microsoft. Eles fornecem recursos prontos para uso para empresas e organizações de todos os tamanhos licenciarem e usarem em suas próprias soluções digitais internas ou voltadas para o cliente. Outro exemplo da colaboração com a Microsoft é o piloto de um sistema de inteligência artificial generativa especializado para beneficiar agricultores e agrônomos no seu trabalho diário. A Bayer tem usado dados agronômicos proprietários para treinar um grande modelo de linguagem (Large Language Model, ou LLM) com anos de dados internos, insights de milhares de testes dentro de sua vasta rede de testes e séculos de experiência agregada de agrônomos da Bayer em todo o mundo. O resultado é um sistema especialista que responde com rapidez e precisão a questões relacionadas à agronomia, gestão agrícola e produtos agrícolas da Bayer

ARTIGOS RELACIONADOS

Bayer amplia leque de soluções para citros com Sivanto Prime

Tecnologia chega para auxiliar o produtor no controle do greening, doença que atingiu 24,42% das laranjeiras do cinturão citrícola do país em 2022.

Bayer apresenta soluções integradas para frutas e vegetais na 27ª Hortitec

Empresa apresentará novidades voltadas às áreas de proteção de cultivo e sementes de frutas e hortaliças.

Herbicida pré-emergente da Bayer no controle de plantas daninhas do milho

Testado na safra verão e safrinha 2021/22, o Adengo é mais uma ferramenta para auxiliar o produtor no aumento da produtividade com sustentabilidade

Bayer reforça a importância do manejo de plantas daninhas

Capim-braquiária (Brachiaria decumbens), Capim-colonião (Panicum maximum) e Capim colchão (Digitaria horizontalis) são alguns exemplos de plantas daninhas de folhas estreitas e largas que se proliferam nos canaviais brasileiros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!