Bejo: genética de resultados

0
22
Divulgação

A Bejo está presente na Hortitec desde o início da empresa no Brasil, em 2001. “Neste ano vamos promover nossas cebolas. A Bejo, que já é uma das líderes mundiais em genética de cebolas de dias longos, agora já pode oferecer também cebolas de dias curtos para o mercado brasileiro. Nossas cultivares trazem qualidade superior, são muito estáveis, produtivas e carregam muito valor agregado”, diz Larissa Zago, coordenadora de Marketing da Bejo.

Novidades

Um dos lançamentos da Hortitec será a alface crespa Grazina, primeira do portfólio desenvolvida no Brasil para as condições do mercado nacional. Grazina é indicada para cultivo em campo aberto, com característica rústica, de excelente sanidade, sabor adocicado e muito bem adaptada ao clima tropical. 

A Bejo tem, ainda, uma extensa linha de sementes de hortaliças. “Nossas cultivares são resultado de programas de melhoramento sérios e robustos que buscam sempre trazer soluções para o produtor e muito sabor para a mesa do consumidor. Somos líderes em sementes de beterrabas e cenouras de inverno. Como já dissemos, nossas cebolas vêm ganhando mercado a cada ano e, muito em breve, seremos líderes também neste mercado. Contamos também em nosso sortimento com sementes de brássicas, onde destacamos as nossas couves-flores e repolhos”, revela Larissa Zago.

A próxima revolução que a Bejo está preparando para o mercado são os rabanetes que estão trazendo nova perspectiva para o desenvolvimento desta cultura no País. Como sempre, a empresa busca mais novidades, e continua com ensaios extensos para trazer também nas culturas de frutos novidades para o mercado em um futuro próximo.

Diferenciais

A Bejo, sendo uma empresa familiar por vocação, sempre foi muito focada em levar produtos de alta qualidade para os produtores, valorizando seus colaboradores e ajudando na produção de alimentos saborosos e saudáveis para os consumidores. Preza por relações firmes e duradoras com seus parceiros, sempre respeitando e estudando a natureza.