18.1 C
São Paulo
sexta-feira, agosto 12, 2022
-Publicidade-
Inicio Destaques Benefícios das algas marinhas no alho

Benefícios das algas marinhas no alho

Isabella Chesca JeronimoEngenheira agrônoma – Acadian

Alho – Foto: Acadian

A Acadian Plant Health é uma divisão da Acadian Seaplants específica para o mercado agrícola. Possui uma tecnologia única e patenteada para a produção de bioativadores de plantas com base de Ascophyllum nodosum, uma alga marinha do grupo das algas marrons muito estudada e com comprovações científicas consolidadas de usos eficientes na agricultura.

Devido a fatores ambientais e por sobrevivência, a alga A. nodosum produz naturalmente diversos compostos naturais para controle de temperatura, osmótico e salino. Estes compostos naturalmente produzidos pelas algas são extraídos nos processos de produção e são os responsáveis pelos benefícios de incrementos de produtividade e melhoria da qualidade de bulbos, frutos e raízes.

Dentre eles, podemos destacar as betaínas, que evitam e protegem danos decorrentes de estresses abióticos; manitol que é osmorregulador e complexante, promovendo a retenção de água pela célula das plantas e mobilidade facilitada de nutrientes.

Há também os oligossacarídeos, indutores dos mecanismos de defesa das planta e promotores da saúde e fortalecimento vegetal. Citamos também as fucoses, antioxidantes que conferem proteção a estresses abióticos e bióticos.

Existem ainda vários outros compostos extraídos de forma segura que não se degradam, ou são formados durante a extração, garantindo assim identidade única, qualidade, eficiência e uniformidade dos lotes do produto.

Aumento da qualidade e peso dos bulbos de alho

O alho (Allium sativum L.), pertencente à família Alliaceae, é uma planta herbácea, com folhas alongadas, estreitas e cerosas, podendo atingir até 60 cm de altura, sendo uma hortaliça rica em amido.

Mundialmente, a cultura do alho possui grande importância econômica, sendo a quarta cultura mais produzida em HF, ultrapassada apenas pela cebola, tomate e batata. No cenário nacional, atualmente o Brasil é o maior importador mundial, com produtos vindos principalmente da China e Argentina.

Apesar disso, nos últimos anos a produtividade nacional tem demonstrado aumento gradativo devido ao desenvolvimento de novas tecnologias, como bulbilhos livres de vírus e doenças. Entretanto, um dos fatores que contribuI para a dificuldade em manejar a cultura do alho é a sua sensibilidade a fatores bióticos e abióticos.

Obstáculos

Um fator que podemos citar que prejudica potencialmente a produtividade é o déficit hídrico, portanto, a irrigação é um dos fatores que mais contribui para o aumento da produtividade na cultura do alho.

Dessa forma, a irrigação no Brasil é feita em praticamente todas as áreas de produção de alho, utilizando-se sistemas altamente tecnológicos e modernos em muitas regiões produtoras, como em São Gotardo (MG).

Além disso, pode-se citar o super brotamento, que é uma anomalia fisiológica causada pelo adiantamento da brotação dos bulbilhos antes da colheita, proporcionando redução na produtividade e resultando na baixa aceitação comercial, devido à produção de bulbos de menor classificação e pior qualidade, sendo que os produtores são mais remunerados por alhos maiores (classificações 6 a 9) e especiais (roxos).

Além disso, vários trabalhos demonstram que essa cultura possui muita sensibilidade a outros fatores, tais como fitotoxicidade por defensivos agrícolas e por ataque de doenças e pragas. Desse modo, percebe-se a importância de tratar esses sintomas que reduzem a produtividade e trazem prejuízos econômicos.

Soluções propostas

Para amenizar todos esses problemas, recomendamos a utilização de bioativadores como Acadian em aplicações foliares como uma alternativa de alta eficiência. Essa prática está sendo satisfatória entre culturas como soja, milho, feijão, cana, entre outras culturas de HF.

Trabalhos de pesquisa utilizando bioativadores à base de A. nodosum demonstraram benefícios que auxiliam na redução de estresses bióticos e abióticos, proporcionando maior produtividade e melhor romaneio do alho (maior porcentagem de alhos com classificação maior que 5 e mais pesados).

Diante do exposto, justifica-se o desempenho da cultura do alho tratada com o produto Acadian, sendo que os resultados poderão futuramente contribuir para aumentar a área plantada de alho no País e, consequentemente, a produção nacional.

A utilização de bioativadores para proporcionar maiores ganhos produtivos é de grande importância, visto que o alho é uma cultura com grande valor agregado.

Ciência e resultados de campo

A Acadian Plant Health é uma empresa que possui como um dos seus pilares a ciência. E fundamenta os resultados positivos dos campos comerciais no incremento de produtividade e qualidade de bulbos, frutos e raízes com uma tecnologia extremamente sustentável e segura para a agricultura.

O produto Acadian conta ainda com o selo Ecocert para o uso na agricultura orgânica, o que traz muita credibilidade, tranquilidade e confiança para os produtores de HF.

Foram realizados testes em áreas comerciais nos últimos anos com o uso da tecnologia Acadian na cultura do alho para melhor performance mediante estresses por defensivos químicos, estresse hídrico induzido e problemas no encabeçamento e enchimento.

Foram realizadas três aplicações de 1,0 L/ha, desde a fase vegetativa até o desenvolvimento dos bulbos. Pudemos observar um aumento do peso médio dos bulbos, maior quantidade de classes 6 a 9 (melhor romaneio) e melhor qualidade dos bulbos. Esses resultados foram verificados em áreas de testes realizados em São Gotardo, onde a produção é muito tecnificada e especializada.

Inicio Destaques Benefícios das algas marinhas no alho