29.3 C
Uberlândia
sexta-feira, julho 12, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioLançamentosBioinsumo AURAS promove resiliência dos sistemas produtivos agrícolas

Bioinsumo AURAS promove resiliência dos sistemas produtivos agrícolas

Fruto da parceria entre a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária e a NOOA Brasil, otimiza o uso da água pela planta e possibilita maior proteção do potencial produtivo

Divulgação

O Balanço Social da Embrapa, documento anual que apresenta as principais conquistas da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, enfatizou os benefícios do AURAS®, solução que proporciona maior proteção ao potencial produtivo das lavouras, contribuindo para que as plantas sofram menos com as estiagens e se desenvolvam mais rapidamente com o retorno das condições ideais de cultivo. 

O AURAS® é um grande aliado dos produtores rurais, uma vez que a seca causa sérios prejuízos econômicos e também ao ecossistema produtivo. Para se ter ideia, de acordo com a Farmasul, a estiagem prejudicou 474 mil hectares de milho, no Mato Grosso do Sul, no período 23/24. 

Uma solução eficaz para esse cenário é justamente o AURAS®, fruto da parceria entre as empresas brasileiras Embrapa e NOOA Brasil. Trata-se de uma a tecnologia aliada do produtor rural brasileiro, oriunda do isolado CMAA 1363, a única cepa de Bacillus aryabhattai validada pela Embrapa. 

De acordo com a Embrapa, o AURAS®, primeiro produto comercial no mundo destinado a mitigar os efeitos causados pelo estresse hídrico nas plantas, é um bioinsumo que otimiza o uso da água pela planta e mitiga os efeitos de estresses hídricos e térmicos.

O AURAS® foi desenvolvido a partir do isolamento de bactérias da raiz de um cacto, o mandacaru. Essa bioprospecção foi realizada por pesquisadores da Embrapa Meio Ambiente em um trabalho que se iniciou em 2009. Eles observaram que o microbioma da rizosfera das plantas estudadas na caatinga continha um conjunto de micro-organismos durante a estação das chuvas e outro na estação da seca. Depois de isoladas, as bactérias do período da seca foram selecionadas de acordo com as características relacionadas a tolerância à seca. 

Cepa CMAA 1363 é a única validada pela Embrapa 

Após diversos estudos, verificou-se que o isolado CMAA 1363 possui 126 genes envolvidos em resposta a estresses, o que possibilita as lavouras tratadas com essa tecnologia um convívio com as altas temperaturas e longos períodos de estiagem.

Caio César Furtado, Diretor-Executivo de Negócios da empresa brasileira NOOA, ressalta que os benefícios promovidos pelo AURAS® ocorrem, basicamente, através de quarto mecanismos: desenvolvimento radicular, produção de substâncias que protegem e hidratam o sistema radicular, retenção de água na planta e produção de enzimas antioxidantes. Juntos, esses mecanismos preparam a planta para os momentos de adversidades climáticas, possibilitando maior resiliência para as culturas.

ARTIGOS RELACIONADOS

Nova técnica aumenta em 10x produção de mudas de mandioca

A substituição do caule pela folha é a inovação proposta pela Embrapa para acelerar ...

Embrapa inaugura Estação Quarentenária em Brasília

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), vai...

Abertas as inscrições para o 1º Curso sobre Tecnologia de Armazenamento de Sementes e Grãos de Soja

O curso será realizado em agosto na Embrapa Soja. Não perca o prazo para as inscrições, que vai até 2 de agosto

Tomate BRS Zamir com elevado teor de licopeno é apresentado pela Embrapa na Anuga 2024

A cultivar de tomate BRS Zamir é um híbrido do segmento grape para consumo fresco, cujo destaque é seu elevado teor de licopeno, uma substância antioxidante...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!