18.6 C
Uberlândia
sábado, junho 15, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãosBroca-do-café agora é controlada por Tracer®

Broca-do-café agora é controlada por Tracer®

Crédito Paulo Rebelles
Crédito Paulo Rebelles

As duas principais pragas do café agora são controladas pelo inseticida Tracer®, da Dow AgroSciences. O produto, que já tinha registro para o combate ao bicho mineiro, acaba de receber aprovação para a broca-do-café. “A extensão da bula de Tracer® na cafeicultura reforça a presença da Dow neste mercado tão importante para o Brasil e para nossa empresa. Com este novo registro, o inseticida passará a ser comercializado ainda Neste ano, já para a safra 2016/17“, afirma André Baptista, gerente de Marketing para Café e Hortifrúti da companhia.

Os cafeicultores vêm se deparando com um aumento da resistência das pragas da cultura, especialmente porque muitos dos produtos disponíveis são misturas das mesmas moléculas. Com isso, a performance deles acaba caindo e até se perdendo por completo. Tracer® chega como o mais viável aliado do cafeicultor. Com modo de ação exclusivo no café, ele é fundamental para rotacionar com as demais opções e, assim, diminuir a pressão de pragas resistentes, trazendo sustentabilidade no manejo.

Além disso, Tracer® é seletivo aos inimigos naturais, preservando estes predadores sem causar desequilíbrio na população de ácaros. Tais características também o diferenciam de outros inseticidas e o tornam uma ótima ferramenta para o Manejo Integrado de Pragas da Cultura do Café, com equilíbrio e economia para o negócio do produtor. Alguns destes inimigos naturais, por exemplo, apresentam eficiência de predação de até 70% das pragas.

“Promover a sustentabilidade da cadeia cafeeira é fundamental. Os mecanismos de ação de Tracer® favorecem o uso racional de defensivos na cultura. Tracer®, que sempre foi o inseticida padrão de controle nas culturas em que foi utilizado, como milho e algodão, agora chega como excelente ferramenta para controlar as principais pragas do café“, finaliza André Baptista.

Essa matéria você encontra na edição de novembro 2016 da revista Campo & Negócios Grãos. Adquira já a sua.

ARTIGOS RELACIONADOS

Beauveria controla mosca-branca

  Alessandra Marieli Vacari Engenheira agrônoma e pós-doutoranda na FCAV-Unesp amvacari@gmail.com A mosca-branca é considerada uma das principais pragas que ataca as lavouras de cereais e hortaliças, principalmente...

Fertilizante com ação bioestimulante é nova estratégia em HF

Rodrigo TakashiMarukiMiyake Engenheiro agrônomo e doutor em produção vegetal William Hiroshi SuekaneTakata Biólogo e doutor em Horticultura takata@unoeste.br Está disponível para o setor de hortaliças e frutas um fertilizante...

Nutrição otimizada com aplicação de aminoácidos

Guilherme Augusto Canella Gomes Doutor e professor de Agronomia do Instituto Federal de São Paulo, campus Barretos guilhermecanella@ig.com.br   Infelizmente, ainda existe no mercado brasileiro uma série de...

Safra brasileira de café corresponderá a 31,3% da produção global em 2017

Produção nacional deverá ficar entre 43,65 a 47,51 milhões de sacas de café de 60 quilos, a global em 151,6 milhões de sacas e...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!