21.6 C
Uberlândia
sábado, maio 25, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioDestaquesCafé: entenda quais são os danos potenciais do clima no Vietnã à...

Café: entenda quais são os danos potenciais do clima no Vietnã à safra 24/25

A Hedgepoint Global Markets aborda, em relatório semanal, a situação atual do clima no Vietnã, observando os possíveis impactos para o desenvolvimento da safra de café 24/25 no país.

“Primeiramente, é importante estabelecer a relação entre o clima e a variação da produtividade: a Figura 1 mostra a correlação entre a precipitação acumulada e os rendimentos, considerando dados dos últimos 7 anos, apresentados em uma média móvel de 10 dias. A correlação naturalmente aumenta a partir de abril, atingindo o pico na primeira semana de julho. O maior ganho na correlação ocorre ao longo de abril, o que exige atenção ao chegarmos ao final do mês, pois a partir desse momento temos ganhos decrescentes na correlação. Após julho, o índice começa a diminuir em direção ao final do desenvolvimento, pois os níveis de precipitação mais próximos à colheita não são tão relevantes quanto durante a fase de florada e de enchimento dos frutos”, observa Natália Gandolphi, analista de Café da Hedgepoint.

Portanto, ainda há algumas semanas à frente do período atual para atingir o pico de correlação entre precipitação e rendimentos. Porém, mesmo em abril, temos uma relação importante, observada na Figura 2: níveis mais altos de precipitação historicamente se correlacionam com o crescimento ano a ano na produtividade total. É claro que outros fatores também entram em jogo, mas a consistência nos níveis de chuva se apresenta como um dos principais fatores a serem analisados neste período.

Abril marca o início da estação chuvosa que definirá a produção dentro do mesmo ano, com volumes aumentando nos próximos 5 meses, compreendendo as fases de florada e enchimento dos frutos.

“Neste cenário, considerando os dados disponíveis até agora para este ciclo e a relação já presente entre os níveis de precipitação e produtividade, o déficit de chuvas apontaria para uma diminuição de 2% na produtividade, comparando o ciclo 23/24 com o ciclo 24/25”, pontua.

Natália analisa também que, atualmente, “a região do Planalto Central está registrando chuvas com apenas um terço do volume esperado até o dia 23 de abril – ainda assim, esse não é historicamente o menor nível registrado nos últimos 10 anos. Em 2014, o volume acumulado foi de apenas 13% dos níveis normais para o período!”, ressalta.

E conclui: “Consequentemente, ainda existe tempo para recuperação – e os modelos de previsão de precipitação sugerem que as chuvas de fato aumentarão nas próximas duas semanas. Porém, se o cenário atual persistir, o desenvolvimento da safra 24/25 pode de fato ser ameaçado pelo quadro de chuvas inconsistentes”.

Em resumo, este relatório examina a situação climática atual no Vietnã e seu possível impacto na safra 24/25. Há uma forte correlação entre a precipitação e os rendimentos, com pico em julho, e abril é crucial para retornos positivos da correlação entre chuvas e produtividade.

O volume pluviométrico é essencial para as fases de florada e enchimento dos frutos, e o acumulado atual está em apenas um terço do esperado na região do Planalto Central. Se a situação atual persistir, a safra 24/25 pode ser ameaçada pelo quadro de chuvas inconsistentes: dados históricos mostram potencial para uma diminuição de 2% nos rendimentos em comparação com o ciclo 23/24. No entanto, os modelos sugerem que a chuva melhorará nas próximas duas semanas, o que será observado de perto pelo mercado, como um indicador de suporte para Londres e, em menor medida, para Nova York.

Acesse o relatório completo clicando aqui.

ARTIGOS RELACIONADOS

Maçãs podem ser cultivadas em outras regiões

Apesar de serem conhecidas como frutas de clima temperado, as maçãs podem ser cultivadas em outras regiões com técnicas adequadas.

Frio intenso aquece vendas de cafés especiais

A massa de ar frio mais intensa de 2021 chegou a vários estados do Brasil. Segundo o Climatempo ...

Plantios tardios de cedro australiano e adequação ao clima

Para melhor utilizar as janelas de plantio tardio e garantir seu bom desenvolvimento e sucesso, a adequação ao clima é fundamental, pois dependem diretamente dos agentes climáticos (como o regime de chuva, incidência de radiação solar e temperatura).

Cafeicultores se destacam no mercado competitivo com sustentabilidade e valor agregado

Pesquisa do Sebrae mostra que um terço dos produtores plantam cafés orgânicos e 27% investem em produto com Indicação Geográfica

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!