18.1 C
São Paulo
sábado, agosto 13, 2022
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti Cálcio melhora a “pele“ da batata

Cálcio melhora a “pele“ da batata

Givago Coutinho

Doutor em Fruticultura e professor efetivo do Centro Universitário de Goiatuba (UniCerrado)

givago_agro@hotmail.com

 Crédito Dow AgroSciences
Crédito Dow AgroSciences

A batateira (Solanum tuberosum L.) representa uma das principais hortaliças cultivadas no Brasil, seguida pelo tomate, melancia, alface, cebola e cenoura. De acordo com o IBGE, em 2015 foram produzidas no Brasil 3.867.681 toneladas de batata em 131.931 ha. Já em 2016, 3.851.396 toneladas produzidas em 129.842 hectares colhidos. Percebemos, então, que a produtividade média por hectare no Brasil ficou em torno de 29 toneladas por hectare nos dois anos citados.

Seu cultivo requer emprego de alta tecnologia e demanda alta quantidade de insumos, notadamente adubos e defensivos. Contudo, apenas o emprego de insumos em larga escala não garante a produção de safras em quantidade e qualidade ” é preciso o emprego correto dos insumos em quantidade e no momento ideal, atendendo as necessidades da cultura e visando à produção de tubérculos com alto valor de mercado.

Particularidades

O cultivo da batateira tem como objetivo a produção de tubérculos, que são caules adaptados para reserva de alimentos da planta e também para reprodução da espécie. Na comercialização dos tubérculos, popularmente denominados “batatas“, devem ser observados alguns atributos de qualidade, que possibilitam o alcance de alto valor na comercialização de batatas, como o aspecto apresentado pela periderme dos tubérculos, comumente conhecidos como pele.

O cálcio na amontoa e início de formação do tubérculo ajuda na redução da incidência de doenças - Crédito Ana Maria Diniz
O cálcio na amontoa e início de formação do tubérculo ajuda na redução da incidência de doenças – Crédito Ana Maria Diniz

Manejonutricional

A batata com melhor qualidade de pele alcança excelentes preços na comercialização, e por isso, o produtor não pode errar no manejo nutricional. Neste contexto, o cálcio, que atualmente é considerado um macronutriente secundário, é essencial ao longo do ciclo de desenvolvimento da batateira.

O cálcio é especialmente importante na formação da casca dos tubérculos, pois constitui um integrante da parede celular, e dessa forma auxilia na qualidade da batata, conferindo uma epiderme de melhor aparência e mais atrativa aos olhos dos consumidores.

A qualidade da casca constitui um fator primordial na comercialização da batata - Crédito Ana Maria Diniz
A qualidade da casca constitui um fator primordial na comercialização da batata – Crédito Ana Maria Diniz

Importância da casca da batata

A qualidade da casca constitui um fator primordial na comercialização da batata. Danos indiretos, causando lesões a ele, facilitam o aparecimento de doenças por constituírem portas de entrada para patógenos, e defeitos graves na comercialização, resultando em perdas ao produtor.

A comercialização da batata in natura segue a Portaria nº 69 de 21/02/95, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), que classifica a produção quanto ao comprimento e largura dos tubérculos e os defeitos que por ventura possam apresentar no momento da comercialização.

A tabela 1 mostra os limites máximos de defeitos por tipos expressos em porcentagem de peso na amostra de classificação de lotes de batata.

Tabela 1. Limites máximos de defeitos por tipos expressos em porcentagem de peso na amostra.

Tipos Defeitos graves Defeitos gerais Total máximo de defeitos
Podridões Demais defeitos Danos profundos Vitrificação Mancha chocolate* Demais defeitos
Extra 0,5 1 0,5 0,5 0,5 3 3
Especial 1 3 0,5 0,5 0,5 5 5
Comercial 1 4 1 1 1 7 7

*Segundo a Portaria, esses defeitos não podem exceder a 1,0% no tipo extra e especial e 2,0% no tipo comercial.

Fonte: Embrapa.

Dessa forma, caso sejam constatados tubérculos danificados, a depreciação do valor comercial aumenta concomitantemente em relação à quantidade de tubérculos comprometidos.

O cálcio garante uma batata com melhor aparência na colheita - Comercial Ana Maria Diniz
O cálcio garante uma batata com melhor aparência na colheita – Comercial Ana Maria Diniz

Mais qualidade

A presença do cálcio na casca dos tubérculos de batata proporciona melhor desenvolvimento e aumenta a qualidade do aspecto da casca, aumentando a tolerância, bem como minimizando a incidência de doenças como as podridões.

Como elemento importante na nutrição de plantas, o cálcio é um dos componentes centrais das paredes celulares. Assim, auxilia na formação de uma estrutura forte e garante a estabilidade das células.

A disponibilidade de cálcio no solo, principalmente nas etapas de amontoa e início de formação do tubérculo (tuberização), ajuda na redução da incidência de doenças.

As paredes celulares ricas em cálcio são mais resistentes a ataques de patógenos como bactérias e fungos e auxiliam na resistência a doenças, notadamente rizoctoniose, sarna prateada, sarna pulverulenta ou comum.

 

Essa matéria completa você encontra na edição de fevereiro 2018  da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira já a sua para leitura integral.

Inicio Revistas Hortifrúti Cálcio melhora a “pele“ da batata