25.6 C
Uberlândia
segunda-feira, julho 22, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãosCana: Fertilização fluida garante amplos benefícios

Cana: Fertilização fluida garante amplos benefícios

Autores

Maria Idaline Pessoa Cavalcanti Engenheira agrônoma e Doutoranda em Ciência do Solo – Universidade Federal da Paraíba (UFPB)idalinepessoa@hotmail.com

José Celson Braga Fernandes Engenheiro agrônomo, doutorando em Biocombustíveis UFU/UFVJM e Fundador da Agro+celsonbraga@yahoo.com.br

Agricultura – Crédito: Luize Hess

Uma tecnologia que vem ganhando cada vez mais adeptos é a aplicação de nitrogênio, fósforo e potássio em forma fluida via sulco de plantio, pelos resultados favoráveis aos agricultores, tanto em rendimento operacional quanto em aumento de produtividade, com uma nutrição mais eficiente, uniforme e sustentável.

A eficiência se dá por conta das fontes nutricionais que são aplicadas no sulco do plantio, substituindo total, parcial ou complementando a adubação convencional de acordo com os teores de nutrientes no solo.

 Além do aumento de produtividade, a praticidade da operação é maior em relação ao manejo tradicional. A fertilização fluida permite um maior rendimento no plantio, tendo em vista que há menos paradas para reabastecimento de fertilizantes na plantadeira.

A combinação de fertilizantes fluidos especiais para o tratamento nutricional da cana-de-açúcar tem sido apontada por pesquisadores como boa opção para quem busca agregar valor à produção. Isso devido à facilidade de aplicação que a fertilização fluida oferece de acordo com as condições edafoclimáticas, conjuntamente com a adubação convencional, de solubilizar o fósforo do solo, aumentando a CTC e promovendo um sinergismo entre os macros e micronutrientes do solo, disponibilizando-os paulatinamente para a cultura da cana.

Como implantar a técnica

Os fertilizantes fluidos apresentam-se nas formas de soluções líquidas, isentas de sólidos e suspensões que apresentam uma fase sólida dispersa em um meio líquido. Podem ser homogêneas e heterogêneas.

No seu preparo é necessária a utilização de agentes de suspensão que aumentam a viscosidade e evitam a formação de precipitados na mistura. Os fertilizantes fluidos podem ser aplicados de diversas maneiras na cana: diretamente no solo, superficial ou em profundidade, misturado ou não com herbicidas, mediante a compatibilidade, pulverização nas folhas e via fertirrigação.

 O volume de adubo armazenado, transportado e aplicado é bastante reduzido, evitando o consumo excessivo de combustíveis, proporcionando menor compactação de solo e melhor aproveitamento da mão de obra.

Calcula-se que o ganho de eficiência na operação de plantio pode chegar a 25%, de acordo com a capacidade de armazenamentos dos tanques de fertilizantes fluidos. O manejo consiste na interação da adubação convencional com a tecnologia de fertilizantes fluidos, que trazem nutrientes essenciais em suas combinações, como ácidos húmicos e fúlvicos, fósforo, potássio, extrato de algas, aminoácidos e aditivos de alta performance.

Erros

[rml_read_more]

Entre as desvantagens, são apontadas: a necessidade de agitação durante a aplicação de fluidos com partículas em suspensão, riscos de acidentes em operação com amônia anidra e entupimento dos injetores causado pela precipitação de partículas (Korndörfer et al., 1995).

Para uma boa aplicação da fertilização fluida deve-se considerar e contar com pulverizadores e equipamento com manutenção adequada, bicos, barras tanques bem lavados, utilizar pulverizadores específicos para fertilizantes, bem como contar com um bom treinamento do operador e acompanhamento de perto do técnico e/ou produtor.

ARTIGOS RELACIONADOS

A automação e convergência de tecnologias na Agricultura 4.0

A automação e a tecnologia já são uma realidade no campo.

BASF apresenta monitoramento digital no 3º Inovacana

O monitoramento digital das lavouras de cana-de-açúcar é um dos temas do 3º Inovacana, Seminário sobre Inovações Tecnológicas na Cana-de-açúcar. No evento, a BASF...

Consórcio cana-de-açúcar com milho

Será lançada na quinta-feira (14), às 14h, uma tecnologia inovadora, desenvolvida pela Embrapa ...

O Brasil é líder mundial em tecnologias de controle biológico?

Com aplicação desse tipo de manejo em mais de 23 milhões de hectares, o Brasil está na liderança mundial no uso do controle biológico nas lavouras...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!