27.2 C
Uberlândia
segunda-feira, julho 15, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioMercadoCarlos Henrique da Silva é campeão brasileiro de Cup Tasters 2018

Carlos Henrique da Silva é campeão brasileiro de Cup Tasters 2018

O degustador da Mogiana Assessoria em Cafés Especiais demonstrou excelência na distinção de cafés e representará o Brasil no mundial da categoria

Após uma disputa acirrada, o degustador Carlos Henrique da Silva, da empresa Mogiana Assessoria em Cafés Especiais, demonstrou excelência na distinção de cafés e sagrou-se o campeão brasileiro de Cup Tasters 2018. Com seis acertos em 6’01“, ele superou o desempenho do campeão de 2017, Edimilson Generoso, da Alicerce Cafés Especiais, que teve seis acertos em 6’55“. O terceiro colocado foi Gilmar Reis Cabral, da Cabral Specialty Coffees, com cinco acertos em 4’34“.

O Campeonato Brasileiro de Cup Tasters, que chegou a sua décima edição em 2018, é uma das ações do projeto setorial “Brazil. The Coffee Nation“, desenvolvido em parceria pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Realizado nos dias 10 e 11 de agosto, na Fazenda O’Coffee, em Pedregulho (SP), o evento teve como anfitriãs a O’Coffee e a Alta Mogiana Specialty Coffees (AMSC) e garantiu ao campeão a vaga nacional no World Cup Tasters Championship, o mundial da categoria, que ocorrerá no Brasil, em novembro, dentro da programação da Semana Internacional do Café (SIC), em Belo Horizonte (MG).

A competição contou com a participação de 24 competidores, que passaram por oito testes triangulares com o objetivo de distinguir, em cada grupo de três xícaras, aquela que possuía um café diferente, no menor tempo possível. Carlos Henrique debutou na competição este ano e externou muita emoção com o resultado alcançado.

Em 2016, a BSCA se tornou National Body no Brasil da World Coffee Events (WCE), entidade organizadora do World Barista Championship (WBC) e detentora dos direitos da competição em todo o mundo. Essa condição confere à Associação o direito de realizar as etapas classificatórias das competições mundiais, que conduzem os campeões brasileiros para a fase final dos certames internacionais nas suas sete modalidades: (i) Barista; (ii) Latte Art; (iii) Brewers; (iv) Coffee in Good Spirits; (v) Cup Tasters; (vi) Roasters (torrefação); e (vii) Cezve Ibrik (café turco) ” não realizado no Brasil.

BRAZIL. THE COFFEE NATION
O projeto setorial é desenvolvido em parceria pela BSCA e Apex-Brasil e tem como foco a promoção comercial dos cafés especiais brasileiros no mercado externo. O objetivo é reforçar a imagem dos produtos nacionais em todo o mundo e posicionar o Brasil como fornecedor de alta qualidade, com utilização de tecnologia de ponta decorrente de pesquisas realizadas no país. O projeto visa, ainda, a expor os processos exclusivos de certificação e rastreabilidade adotados na produção nacional de cafés especiais, evidenciando sua responsabilidade socioambiental e incorporando vantagem competitiva aos produtos brasileiros.

Iniciado em 2008, a vigência do atual projeto se dá entre maio de 2018 até o mesmo mês de 2020, tendo como mercados-alvo: (i) Alemanha, Austrália, Canadá, China, Coréia do Sul, Estados Unidos, Itália, Japão, Noruega, Nova Zelândia, Polônia, Reino Unido, Rússia, Taiwan (Formosa) e Turquia para os cafés crus especiais; e (ii) Argentina, China e Estados Unidos para os produtos da indústria de torrefação e moagem. As empresas que ainda não fazem parte do projeto podem obter mais informações diretamente com a BSCA, através dos telefones (35) 3212-4705 / (35) 3212-6302 ou do e-mail exec@bsca.com.br.

ARTIGOS RELACIONADOS

Aminoácidos melhoram o enraizamento das mudas de café

Fernando Simoni Bacilieri Engenheiro agrônomo, Msc. e doutorando em Agronomia na Universidade Federal de Uberlândia (UFU) ferbacilieri@zipmail.com.br Roberta Camargos de Oliveira Engenheira agrônoma e doutora em...

Cochonilhas podem atacar e causar a morte do cafeeiro

Lenira Viana Costa Santa-Cecília Engenheira agrônoma e pesquisadora do IMA/EPAMIG Sul/EcoCentro/Lavras (MG) Brígida Souza Engenheira agrônoma e professora do Departamento de Entomologia da UFLA/ Lavras...

Simpósio Brasileiro de Manejo Biológico do Café e o debate sobre manejo agroecológico de pragas

A pesquisadora da Epamig, Madelaine Venzon, participará do Simpósio que acontece no dia 6 de outubro. Todos os detalhes na matéria completa.

Café tem a pior infestação de broca dos últimos anos

Os prejuízos causados pela broca-do-café são a queda prematura de frutos novos broqueados, perda de peso do café beneficiado e alteração na qualidade da...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!