Cartilha da Emater-MG orienta feirantes na prevenção à Covid-19

0
163

A Emater-MG lançou uma cartilha para o agricultor familiar com as medidas que devem ser adotadas durante a comercialização nas feiras livres. As orientações fazem parte das ações de prevenção à Covid-19 em todo o estado. O funcionamento das feiras municipais foi autorizado pelo Governo de Minas Gerais, desde que as prefeituras e outros órgãos responsáveis pela organização e gestão desses pontos de venda adotem medidas para garantir a segurança dos feirantes e consumidores.

A gerente da Divisão de Programas Especiais da Emater-MG, Mariza Flores, explica que a cartilha está sendo divulgada pelos meios eletrônicos.  “Tivemos uma demanda dos nossos técnicos do campo para a produção de uma cartilha com orientação para os agricultores feirantes. Ela tem sido  compartilhada principalmente pelo Whatsapp e por e-mail”, explica. A cartilha também está disponível na Livraria Virtual do site da Emater-MG. Para acessar, clique aqui.  

Entre as orientações que constam na cartilha, está a montagem das barracas com uma distância mínima de três metros entre elas. Todos os feirantes devem usar máscaras e ter álcool gel para higienização das mãos. Os consumidores devem ser orientados a não tocar em nenhum produto. Somente o feirante pode coletar e embalar a mercadoria exposta nas bancas.

As feiras devem ser realizadas em espaço público, aberto e arejado.  A participação de feirantes enquadrados no grupo de risco de contaminação da Covid-19 é proibida. Comerciantes, funcionários e ajudantes com sintomas respiratórios (tosse, coriza, espirros, falta de ar e febre) não devem permanecer no local. As orientações valem durante a vigência do Decreto de Situação de Emergência em Saúde Pública e de Estado de Calamidade Pública (Decreto nº 47.891, de 20 de março de 2020), do Governo de Minas Gerais.

Prevenção em Viçosa

Em Viçosa, na Zona da Mata, duas feiras municipais, realizadas às quartas-feiras e sábados, foram mantidas.  Entre as várias medidas de prevenção adotadas, o secretário municipal de Agropecuária, Marcos Fialho, recomenda a mínima permanência nos espaços das feiras. “Pedimos aos clientes que fiquem o menor tempo possível nas feiras. Fazer uma lista e comprar na ordem das barracas ajuda a manter um fluxo seguro”, recomenda.

As entradas e as saídas dos espaços das feiras são controladas, para evitar aglomerações de consumidores. Além disso, as barracas foram montadas com uma distância de cinco metros entre elas e grades foram instaladas na frente de cada barraca para evitar que os clientes cheguem muito perto dos produtos e dos feirantes.

Atendimento da Emater-MG

Neste período de pandemia da Covid-19, a Emater-MG, vinculada à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, está usando os canais virtuais para atendimento aos produtores. Um deles é o Plantão Técnico,  que pode ser acessado pelo site www.emater.mg.gov.br para tirar dúvidas e obter orientações. Outro canal de informação é o Whatsapp, pelo número (31) 98453-6231.  Os produtores também podem mandar um e-mail para os escritórios locais. Os endereços estão disponíveis no site da Emater-MG.

Duas vezes por semana, a empresa também está fazendo transmissões ao vivo pelo Instagram, conhecidas como lives. As transmissões contam com a participação de técnicos da Emater-MG, de diferentes áreas, abordando assuntos de interesse dos produtores rurais. Para assistir às lives é necessário seguir o perfil da empresa no Instagram: @ematerminas.

Cartilha: Medidas Estratégicas para Feiras Livres da Agricultura Familiar na prevenção de contágio do novo coronavírus