CBSementes 2022 debate os desafios dos laboratórios de análises de sementes no século 21

XXI Congresso Brasileiro de Sementes promove painel exclusivo sobre a importância atual das unidades de LAS e LASO na produção de sementes.

0
159
Divulgação

É consenso mundial que a qualidade das sementes é fator determinante e indispensável para uma boa produtividade, assim as unidades de Laboratório de Análise de Sementes (LAS) e Laboratório Oficial de Análises de Sementes (LASO) têm papel de suma importância para que o Brasil continue a bater recordes de produção de alimentos, como a prevista pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) de 308 milhões de toneladas de grãos para a safra 2022/2023. O painel 6 do XXI Congresso Brasileiro de Sementes (CBSementes), que acontece de 12 a 15 de setembro, na Expo Unimed, em Curitiba (PR), trará especialistas para debater a importância e os desafios dos LASs e LASOs na produção de sementes no País.

 
A mediação do painel será feita pela coordenadora-geral de Sementes e Mudas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Virgínia Arantes Ferreira Carpi, e para falar sobre a importância dos LASOS dentro do Sistema Nacional de Sementes e Mudas, Júlio César Garcia, da LASO/MAPA.


A 2ª vice-presidente da Abrates e docente da Universidade Federal de Lavras (UFLA), Maria Laene Moreira de Carvalho, participa do painel palestrando sobre a evolução tecnológica e o LAS. “Vou falar sobre a importância do laboratório de sementes no contexto geral da produção. Nem sempre a importância do laboratório é devidamente valorizada em seu papel de aferir a qualidade das sementes em todas as fases da produção. Os investimentos na área de produção e melhoramento, como a adoção de técnicas de Inteligência Artificial (IA), de monitoramento remoto, desenvolvimento de maquinarias sofisticadas e edição genética, têm sido feitos em várias áreas, mas o laboratório não tem acompanhado essa evolução no mesmo ritmo”, explica Laene. Ela também irá comentar sobre os desafios dos laboratórios de controle de qualidade e as possíveis evoluções diante da crescente importância da semente no contexto do agronegócio.


A importância de uma equipe treinada e competente para a tomada de decisões nos laboratórios é o tema da palestra da bióloga e consultora em qualidade de sementes, Maria de Fátima Zorato, da MF Zorato Consultoria. “Os profissionais de Laboratório de Análise de Sementes são os representantes de aferição do conjunto de atributos que constituem a qualidade de sementes, produzidas em campo, local passível de mudanças significativas e dependente de variáveis infindáveis. A questão é como liderar equipes de laboratórios sob a perspectiva da pluralidade geracional, de inovações tecnológicas e das diferentes formas comunicacionais contemporâneas, sendo o laboratório um centro que reverbera nas tomadas de decisões”. Segundo a especialista, é preciso que os analistas entendam sobre a semente, aprendam a analisar e interpretar o conjunto de dados expressos e criar massa crítica. “Quando amostragens e aplicações de técnicas não estão em consonância que o prescrito em normativas, o resultado pode não representar a realidade e, nesse contexto, mesmo aplicando tabelas de tolerâncias, pode-se incorrer em erros que serão mostrados durante o armazenamento ou em campo”, frisa Maria de Fátima.


O painel será fechado com a palestra do professor da Universidade do Estado de Oregon (EUA), doutor Sabry Elias, vencedor do Seed Science Award 2022 agraciado pela Crop Science Society of América (CSSA) 2022. Elias fará mais uma apresentação sobre “Fatores que influenciam a variabilidade dos resultados dos testes entre os laboratórios e o impacto na indústria de sementes”. Segundo o pesquisador, a falta de uniformidade nos resultados dos testes de sementes entre os laboratórios causa problemas para a indústria de sementes. O objetivo desta apresentação é identificar os tipos de erros na rejeição e aceitação de amostras de sementes, e discutir as fontes e fatores que contribuem para a variabilidade nos resultados dos testes dentro e entre laboratórios. Finalmente, discutirá tolerâncias em testes de sementes e fornecerá maneiras de medir e gerenciar a variabilidade dentro e entre laboratórios”, finaliza Elias.

SERVIÇO
Evento: XXI Congresso Brasileiro de Sementes
Data: 12 a 15 de setembro de 2022
Local: Expo Unimed, Curitiba (PR)
Inscrições: https://www.cbsementes.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!