22.6 C
Uberlândia
quinta-feira, abril 18, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosCebola: híbridos garantem padronização e produtividade

Cebola: híbridos garantem padronização e produtividade

Com híbridos de cebola, é possível garantir maior padronização e produtividade na colheita, resultando em um cultivo mais rentável e de qualidade.

Rafael Simoni
Engenheiro agrônomo
rafaelsimoni@gmail.com

A semente é um insumo que a cada dia está ganhando destaque quando o assunto é a produção de alimentos de alto valor nutricional. Sementes de qualidade, além de garantirem boa produção e melhor aproveitamento da lavoura, permitem adaptar diferentes variedades de hortaliças às várias condições climáticas do Brasil, bem como aumentam as qualidades visuais e sensoriais das hortaliças de maneira geral.
Para tal, o produtor deve buscar por sementes produzidas por empresas idôneas, além de buscar informações de produtividade, adaptabilidade de cada cultivar à sua região, resistência e/ou tolerância às pragas e doenças e também adaptação da cultivar de acordo com o sistema de produção empregado.
Uma estratégia das empresas produtoras de sementes para oferecer as melhorias descritas acima é a produção de sementes híbridas. Na agronomia, hibridação, de forma simplificada, é o processo que une características de duas linhagens distintas de plantas em um terceiro indivíduo, com os atributos de interesse agronômico.

Fotos: Shutterstock

A cebola

Para a cultura da cebola, não é diferente. O mercado de sementes disponibiliza, hoje, diversas variedades de sementes híbridas para esta cultura.
Visto que a cebola é um produto de elevada demanda em todo o País, o uso de híbridos permite, além do aumento da produtividade, bulbos de ótima qualidade, manutenção e regulação de oferta ao longo de todos os meses do ano, dentre outros benefícios, tanto para o produtor como para o consumidor.
É importante lembrar que o processo de produção de sementes híbridas não tem qualquer relação com a manipulação genética ou transgenia. Hibridação é um processo de cruzamento entre linhagens que contribui com diferentes características de interesse, como por exemplo, uma linhagem que carregue resistência à doença conhecida como mancha púrpura e outra linhagem que tenha aptidão para cultivo em regiões de clima quente.
Ao se juntar essas duas características, a lavoura pode ser implantada em regiões quentes e ser resistente à doença da mancha púrpura, que ocorre principalmente em regiões de temperaturas superiores a 30°C.

Vantagens das híbridas

Dentre as principais vantagens do uso de sementes híbridas de cebola pelo produtor, destacam-se:

  • Maior potencial produtivo: para a maioria dos produtores, essa é a principal característica de interesse agronômico. Variedades híbridas têm potencial produtivo superior, quando comparadas às variedades convencionais (também chamadas de variedades de polinização aberta), já que podem ser escolhidas de acordo com a região produtora, época do ano e tipo de produto demandado pelo mercado, além de possuírem elevado grau de uniformidade na formação dos bulbos e poderem ser plantadas sob um adensamento superior.
  • Uniformidade da lavoura: os problemas de variação de taxas de germinação e de variação genética são praticamente nulos, permitindo assim o crescimento uniforme, bem como o desenvolvimento dos bulbos e, consequentemente, a sincronização do ponto de colheita.
    Dado o fato de o cruzamento se dar entre linhagens puras, as variações genéticas que normalmente ocorrem em variedades convencionais, nas linhagens híbridas, são praticamente inexistentes, permitindo que o produto final tenha uniformidade em relação ao grau de maturação, tamanho e formato do bulbo e das características sensoriais que mais agradam ao mercado consumidor;
  • Melhor adaptação da cultura às regiões até então não favoráveis ao plantio: a crescente oferta de novos híbridos permite cultivar em regiões onde antes o plantio era inviável por questões relativas ao clima, ao solo ou o nível tecnológico adotado pelo produtor.
    A cebola é uma cultura adaptada ao clima ameno, e até antes da produção de sementes híbridas, a produção era restrita a poucas regiões no Brasil. Procura-se, por meio da hibridação, unir atributos como resistência à bulbificação precoce em altas temperaturas, resistência ao ataque de fungos de regiões tropicais, bem como a resistência ao estresse hídrico.
  • Menor uso de defensivos agrícolas: a hibridação acrescenta resistência a distúrbios fisiológicos e às doenças, como por exemplo, queima de pontas, raiz rosada, mancha púrpura, podridão branca, oídio, entre outras.
    Existem linhagens com elevado grau de resistência às diversas doenças, e o produtor deve sempre usar deste recurso na escolha de um híbrido que tenha as características apropriadas para as possíveis doenças de ocorrência na região onde será instalada a lavoura.
    Vale salientar que os benefícios citados acima são atributos que a semente híbrida oferece, desde que o produtor faça o correto manejo da lavoura de acordo com as necessidades nutricionais e de tratos culturais específicos para cada variedade.

Manejo

O manejo da lavoura deve seguir as recomendações da variedade, e cada empresa produtora tem as a sua, para cada uma das variedades. Ainda que os materiais tragam em sua genética a otimização da produção, de maneira geral, as estratégias adotadas pelo produtor é que permitirão o máximo aproveitamento desse potencial.
Além dos benefícios para o produtor, os atributos de diversas variedades híbridas de cebola podem também oferecer ao consumidor significativas melhorias relacionadas à durabilidade pós-colheita do produto, bem como melhoria nos aspectos de tamanho, cor, textura e sabor.
Os principais benefícios para o consumidor são:

  • Maior vida de prateleira do produto: as variedades híbridas são menos suscetíveis ao ataque de fungos pós-colheita, como o do gênero Botrytis ssp., que causa o mofo cinzento. Enquanto variedades comuns duram de dois a três meses depois de colhidas, algumas variedades híbridas estendem essa duração para até seis meses.
    Esse fator, aliado ao escalonamento da produção, permite que a oferta do produto não sofra bruscas variações ao longo do ano.
  • Sabor e tamanho de acordo com o gosto/necessidade de cada mercado: existem variedades de diversos formatos, tamanhos, cores e grau de pungência. Normalmente, o consumidor brasileiro tem preferência por bulbos de formato globular, com catafilos (escamas) de cor amarela clara, tamanho entre 70 e 90 mm e sabor de pungência suave, com aptidão para saladas e alimentos cozidos.
    Em restaurantes, a preferência é por bulbos grandes e de pungência acentuada, o que garante rendimento. Já para processamento, a preferida é a cebola de cor branca e pungência moderada. Diante da grande oferta de sementes ofertada, o mercado pode satisfazer a necessidade de praticamente todos os setores do ramo alimentício.
  • Alimentos mais seguros e com menores índices de aplicações de defensivos: visto que as variedades híbridas já têm em sua genética propriedades como resistência a pragas e doenças, resistência a distúrbios fisiológicos e possibilidade de maior adaptação ao cultivo, a produção não demanda o mesmo número de aplicações de defensivos quanto as variedades tradicionais.
  • Oferta

Atualmente, uma grande variedade de sementes híbridas é ofertada no mercado brasileiro. Os principais pontos fortes estão ligados à produtividade, à resistência a pragas e doenças e, por último, mas igualmente importante, a adaptabilidade da cultura ao clima com temperaturas mais elevadas.
Ao produtor cabe a escolha de acordo com sua estratégia de produção, porém, na maioria das vezes, a escolha é feita visando manter ou aumentar a produtividade, ao mesmo tempo que contorna possíveis problemas de ordem climática ou sanitária do local do cultivo.
É recomendado ao produtor buscar informações junto à empresa produtora, e também auxílio técnico de um engenheiro agrônomo de sua confiança, para juntos definirem uma variedade que garanta sucesso na produção.

ARTIGOS RELACIONADOS

Variedades de cebola – Cada uma com sua adaptação

      Douglas José Marques Doutor e professor de Olericultura e Melhoramento Vegetal - Universidade José do Rosário Vellano (Unifenas) douglasjmarques81@yahoo.com.br No Brasil, a produção de cebola concentra-se em...

Nutrientes na cebola

A quantidade de nutrientes absorvida por uma cultura é função da concentração do nutriente ...

Hazera – Sementes de alta qualidade

Esse é o primeiro ano que a Hazera participa como expositora da Hortitec, mas já esteve presente no evento desde o início de suas...

Resultados – Enxofre via foliar na cebolicultura

A cebola, assim como as demais plantas, necessita de diversos nutrientes essenciais. Vários trabalhos descrevem a importância e as principais funções dos principais nutrientes nas plantas. Entre eles estão o nitrogênio (N), componente da estrutura de aminoácidos, proteínas, clorofila, enzimas, coenzimas, RNA, DNA, além de vitaminas como a niacina, tiamina, riboflavina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!