Cenoura de verão: Material deve ser resistente a doenças

0
234

O verão é caracterizado por altas temperaturas, precipitação e umidade. Isto faz com que nesta época do ano o cultivo de cenoura seja dificultado, devido à proliferação de doenças e pragas.

Diarly Sebastião dos Reis Mestre em Agronomia diarly.reis@gmail.com

Ronaldo Machado Juniorronaldo.juniior@ufv.br  Engenheiro agrônomo e doutorando em Genética e Melhoramento – Universidade Federal de Viçosa (UFV)

Cenoura – Crédito: Cyro Paulino

A cenoura (Daucus carota L.) é uma das hortaliças mais cultivadas no mundo. Apresenta elevado valor nutricional, por conter fibras, diversos nutrientes, vitaminas, beta caroteno e, consequentemente, ser um antioxidante natural.

O Brasil tem posição privilegiada na produção desta hortaliça, com destaque para as regiões sul, sudeste e nordeste. Dentre as regiões brasileiras com grandes volumes de produção, destacamos o Alto Paranaíba, em Minas Gerais e Irecê, na Bahia.

Adequações essenciais

A cenoura pode ser cultivada durante todo o ano, mas deve-se observar que cada cultivar se adequa a uma época de plantio. Temos, assim, a cenoura chamada ‘de verão’ e a ‘de inverno’.

O verão, na maior parte do Brasil, é caracterizado por altas temperaturas, precipitação e umidade. Isto faz com que nesta época do ano o cultivo desta olerícola seja dificultado. Isto acontece porque, nestas condições, temos clima favorável à proliferação de doenças e pragas.

Assim, na maioria das vezes, temos menores produtividades, custo de produção mais elevado, porém, preços mais altos pagos aos produtores.

As doenças, ao infectarem a planta, podem reduzir a produtividade por meio da diminuição da taxa fotossintética, o que resulta em uma raiz com diâmetro e tamanho menor. Podem, também, afetar diretamente a qualidade do produto.

Condições para as doenças

Dizemos que um processo infeccioso ocorre em uma planta quando três fatores estão presentes simultaneamente – o chamado triângulo da doença. São eles: hospedeiro suscetível; patógeno na forma virulenta e condições ambientais favoráveis à proliferação do patógeno.

Dentre as doenças da cenoura estão: as de parte aérea, doenças do colo e da raiz e doenças pós-colheita. Dentre estes grupos, as principais doenças em termos de severidade são: queima-das-folhas (parte aérea), galhas (raiz), podridão mole e podridão de geotrichum (pós-colheita).

As galhas são provocadas por nematoides do gênero Meloidogyne. Pode ocorrer perdas de até 100% na cultura. Além de limitar a produtividade, as injúrias destes organismos fazem com que o produto não tenha padrão para comercialização.

Controle dos nematoides

O controle de nematoides é difícil e as medidas de manejo incluem: prevenção (evitar a introdução dos nematoides na área de cultivo); rotação de culturas, alqueive, uso de plantas antagonistas, utilização de matéria orgânica, controle químico; controle biológico e o uso de variedades resistentes.

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.