19.6 C
Uberlândia
quinta-feira, junho 20, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioDestaquesCiclo 2024/25: Produtividade pode ser a salvação da lavoura

Ciclo 2024/25: Produtividade pode ser a salvação da lavoura

Redução de custo e aumento de produtividade por meio da Fixação Biológica de Nitrogênio pode amenizar os preços baixos da soja

Foto: Eduardo Luiz Facin Representante Técnico de Vendas

As projeções para a safra 2024/25 de soja não são nada animadoras diante da queda nos preços da commodity, além da incerteza de como ficará a produção da oleaginosa no Rio Grande do Sul, cujas lavouras ficaram debaixo d´água. Para que o produtor cubra pelo menos o custo de produção no próximo ciclo, almejando também uma ligeira margem de lucro, os sojicultores precisam elevar o volume de produção por área, ou seja, aumentar a produtividade.

Para não estourar o orçamento neste período delicado, ser assertivo na escolha do investimento na tecnologia a ser adotada no campo será crucial. Uma das ferramentas que pode ajudar o produtor a equilibrar as contas é a adoção dos inoculantes biológicos. Esses microrganismos fixadores de nitrogênio podem contribuir para que o produtor de soja obtenha resultados na safra 2024/25, segundo avalia Márcio Domingos, gerente nacional de vendas da Novonesis, líder mundial em biossoluções. 

Ele explica que a relação custo-benefício sobre o uso dos inoculantes é favorável. Hoje, explica ele, o custo dos inoculantes biológicos com o uso de sementes já tratadas, varia entre R$ 30 a R$ 100 por hectare. Esse investimento resulta em um incremento de produtividade de 4%, valor entregue pelos produtos da linha Optimize, por exemplo.

“Garantir altos índices de produtividade é fundamental para que o agricultor, no mínimo, pague os seus custos”, afirma Domingos. O gerente frisa que o produtor pode optar também pela aplicação de microrganismos a base de Bradyrhizobium em sulco de plantio, cujo custo pode variar de R$ 5 a R$ 50 por hectare. Só para se ter uma ideia, no comparativo com a ureia, utilizada no fornecimento de nitrogênio para as plantas, de acordo com dados da Embrapa, o valor pode chegar a R$ 500 por hectare.

Ainda de acordo com o órgão, os inoculantes biológicos podem trazer mais de 300 quilos de nitrogênio por hectare (kg de N/ha) para a soja, com um custo até 95% menor em comparação ao fertilizante nitrogenado. Pesquisas da Embrapa mostram que a bactéria faz o trabalho do fertilizante mineral, substituindo quase toda a ureia. Com a inoculação, recomenda-se aplicar apenas 20 kg de N/ha. O uso de soluções biológicas é crescente no mundo, avalia Domingos.

ARTIGOS RELACIONADOS

A fase de enchimento de grãos requer atenção e manejo adequado da soja

Sabemos que até o início do enchimento de grãos cerca de 80 a 90% de todo o investimento na lavoura de soja já foi instalado e está alocado nas folhas, hastes e raízes, porém, é comum observarmos situações onde a cultura apresenta sua estrutura vegetativa muito bem desenvolvida e sadia, mas que muitas vezes não expressa na colheita todo este potencial visual.

Produtividade da soja na safra 2022/2023 é destaque em evento

Confira o debate sobre segurança no campo ocorrido durante a Bahia Farm Show 2023.

30% mais produtividade nas lavouras de maçã

Utilização da tecnologia Viviful SC, desenvolvida pela IHARA, permite o aumento de áreas de cultivo da fruta, além de evitar perdas no pós-colheita.

Plantas daninhas provocam queda de produtividade florestal

Nenhuma planta, cultivada ou não, tem todo o seu potencial produtivo extraído a campo. Invariavelmente ocorrem perdas de produtividade, e estas se devem a inúmeros fatores, os quais o produtor não consegue controlar (precipitação, temperatura, fotoperíodo, radiação incidente, vento, granizo, etc.),

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!