25.8 C
Uberlândia
segunda-feira, julho 15, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioMáquinasComo aumentar a performance de máquinas na agroindústria

Como aumentar a performance de máquinas na agroindústria

Inversor de frequência: automatização, segurança e flexibilidade em processos industriais
Crédito Divulgação 

Uma economia de até 50% no consumo de energia na indústria, otimização de máquinas e maior proteção. Isso é possível através de produtos como os Inversores de frequência e os Soft Starters.

Os inversores de frequência estão presentes não apenas em máquinas simples, mas também em maquinário pesado, como na mineração, sendo primordiais em qualquer equipamento que gere demanda do controle de energia elétrica.

“Os inversores de frequência são importantes para as máquinas, pois reduzem o pico da corrente de partida evitando desgaste mecânico do motor e aumentando a vida útil deles. E em aplicações como bombas, ventiladores e exaustores, é possível ter uma economia de energia de até 50% (de acordo com o perfil de consumo)”, diz Gustavo Batista, promotor técnico da Reymaster Materiais Elétricos, distribuidora com sede em Curitiba (PR) e unidade em Joinville (SC), e que atende todo o Brasil. 

Além dos inversores de frequência, outro equipamento muito utilizado nas indústrias são as Soft Starters, que suavizam a partida e a parada do motor, sendo principalmente utilizadas em centrífugas, ventiladores, bombas, compressores, transportadores, trituradores, misturadores, elevadores de carga, moinhos e prensas.

Entre os exemplos destes produtos está a linha Altistart 48 da multinacional francesa Schneider Electric. Entre seus benefícios está a proteção de máquinas e motores, pois as funções de partida e parada suaves atuam em alto nível de desempenho, graças ao Sistema de Controle de Tração (TCS), que permite que o torque nominal da aplicação seja atingido em um tempo pré-definido pelo usuário.

Gustavo Batista ainda reforça que, para facilitar, o equipamento vem parametrizado de fábrica para partida imediata do motor. “Equipamentos de alta performance custam muito caro, e para que eles valham a pena, precisam estar em ótimo funcionamento. Quem investe em um equipamento como o Altistart 48 estará com um produto top de linha que, além de não dar problemas de funcionamento, aumentará a vida útil das máquinas em muito tempo”, conclui.

ARTIGOS RELACIONADOS

Valtra apresenta soluções em agricultura de precisão

Marca amplia oferta de Plantadeira Momento e traz piloto automático elétrico que pode ser instalado em máquinas novas ou antigas ou até mesmo de outras marcas.

11º Simpósio de Mecanização da Lavoura Cafeeira

Evento presencial acontece dia 24 de maio, no Campo Experimental da EPAMIG, em Três Pontas, e antecede a abertura da Expocafé 2022 ao público.

24ª Jornada de Atualização em Agricultura de Precisão

Com o objetivo de apresentar e discutir conceitos associados à agricultura de precisão, o Departamento de Engenharia de Biossistemas (LEB), da Escola Superior de...

Mecanização – Um caminho sem volta

Eng. Agro. MSc. Felipe Santinato fpsantinato@hotmail.com Eng. Agro. Alino Pereira Duarte Prof. Dr. Rouverson Pereira da Silva Eng. Agro. Roberto Santinato A evolução tecnológica é uma realidade presente...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!