25.8 C
Uberlândia
segunda-feira, julho 15, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosHortifrútiComo evitar prejuízos durante geadas?

Como evitar prejuízos durante geadas?

Autores

Marcela Caetano Lopes
Bióloga e Doutoranda em Agronomia/Horticultura – FCA/UNESP
macaetano20@hotmail.com
Mayumi Nagayama Alboléa
Engenheira agrônoma e produtora de hortifrúti
mayalbolea@gmail.com

Crédito: M. N Alboléa

A geada é um fenômeno comumente visto na região sul do Brasil, podendo também afetar alguns Estados da região sudeste, e em casos mais raros, o Centro-Oeste. Ela ocorre quando há queda intensa de temperatura, céu claro e baixa umidade do ar, especialmente em baixadas e encostas de montanhas, danificando as células vegetais devido ao vento gelado ou congelamento. Dentre os eventos climáticos, a geada é o que mais causa prejuízos aos produtores.

Alternativas

Durante geadas, produtores procuram alternativas para minimizar a perda no campo, como o uso de variedades tolerantes ou resistentes, épocas de plantios, evitar o cultivo em locais de maior incidência de geadas, ajustes na adubação, com aplicação de cálcio ou potássio, que age dentro do fruto, salinizando a parte líquida e dificultando o congelamento, cultivos protegidos, uso de estufas e plásticos, e até mesmo fazer uma neblina artificial utilizando serragem.

Alternativas para a prevenção de perdas na lavoura começam pelo uso de produtos à base de aminoácidos, que reduzem o estresse das plantas e o ponto de congelamento, sendo ideal ser aplicado antes e após a geada.

Também tem destaque a irrigação por aspersão; a fumaça anti-geada com uma composição de pó de serra, serragem salitrada do chile, óleo queimado ou diesel e água. Para cultivo protegido usa-se o carvão.

Não se engane

Um erro que acontece muito é o produtor subestimar o clima. Muitos produtores não acreditam que podem enfrentar uma geada, e com isso não realizam práticas preventivas. No final, acabam perdendo a lavoura.

Mas, tais erros podem ser evitados com práticas preventivas, e o produtor tem que estar sempre ligado na previsão do tempo e buscar várias fontes, para ter uma precisão melhor das condições climáticas.

Custo

O custo para prevenção depende de qual método o produtor vai usar. Às vezes o problema não está no custo do produto, mas sim na mão de obra para auxiliar na prática preventiva da geada.

Ao final, quando a cultura é salva é bem compensador, pois como pode ter ocorrido diminuição da produção das culturas, os preços sobem.

ARTIGOS RELACIONADOS

Cuidados na germinação aumentam produtividade?

Com a utilização de soluções para equilíbrio nutricional, foi possível identificar também um maior arranque inicial, aumento de nós reprodutivos e vagens por plantas O período de germinação...

Cana-de-açúcar – Hora de controlar as doenças

Autores Renato Passos Brandão Gerente Especialista em Nutrição Vegetal Raphael Bianco Roxo Rodrigues Gerente Técnico de São Paulo e Sul de Minas José...

Valagro confirma resultados positivos de seus produtos

A Feira da Bananicultura e Agronegócio (Feibanana) aconteceu no período de 29 a 31 de março, em Registro (SP), onde reuniu toda a cadeia...

Fertilizante de liberação lenta melhora qualidade do tomate

Bruno Nicchio Engenheiro agrônomo e doutorando em Fitotecnia bruno_nicchio@hotmail.com Ernane Miranda Lemes Engenheiro agrônomo, fitopatologista e doutor em Fitotecnia ernanelemes@yahoo.com.br Há uma crescente necessidade de produção de alimentos e de...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!