Como garantir uma boa plantabilidade?

0
26

A semeadura é uma das etapas mais importantes no contexto da produção agrícola, visto que requer altos gastos com insumos e tecnologias. Por conta disso, a importância de minimizar os erros ou eliminá-los

Paulo Roberto Arbex SilvaDoutor e professor de Mecanização Agrícola – Unesp de Botucatu – SParbex@fca.unesp.br

Plantabilidade – Crédito: Case IH

O grande problema de errar na semeadura é pelo fato de não poder corrigir, ou seja, uma vez a semente depositada no solo de forma incorreta, poderá ocasionar falha no estande de plantas e não será corrigida naquela safra.

Plantabilidade é definida como a distribuição uniforme de sementes ao longo do sulco de plantio, na profundidade adequada, para obtenção da população desejada.

Estandes desuniformes, com plantas mal distribuídas nas linhas, provocam variações nas lavouras. Áreas com grande quantidade de acúmulo de sementes (“duplas”) geram plantas dominadas, as quais competem por água e nutrientes.

Ao contrário, espaços vazios ou “falhas” podem acarretar em perda de produtividade, portanto, quanto maior a precisão na distribuição e uniformidade das sementes, melhores resultados serão esperados.

A plantabilidade é feita nos detalhes, e para corrigir os erros deve-se conhecer a fundo os fatores que afetam a boa plantabilidade, sendo a seguir citados alguns desses fatores.

Manutenção da máquina

A manutenção da semeadora é um item muito importante, que nem sempre é realizada de forma eficaz. Geralmente a manutenção se restringe a apenas trocar as peças que se encontram quebradas. Muitos são os casos observados em campo, onde a máquina começa a safra sem a devida revisão e, com isso, tem que parar para a troca de peças no momento em que não se pode perder tempo.

Capacitação e treinamento da equipe

Toda operação bem-feita começa com o treinamento e capacitação dos envolvidos para realiza-la da melhor forma possível, e isso deveria ser um item primordial na semeadura.

Contar com a equipe de operadores treinados é importante, pois nesta etapa estão os maiores custos, as maiores tecnologias e todo o potencial produtivo da lavoura, por isso a importância de fazê-la sem falhas ou com o mínimo possível delas.

Uma vez que possui erros, não há como corrigir naquela safra, exigindo do operador a máxima atenção aos detalhes.

Regulagens gerais

As regulagens devem ser feitas em cada parte da máquina, seguindo uma sequência lógica. As regulagens fazem toda diferença, começando pelo disco de corte da palha.

O disco de corte pode ser encontrado em diferentes diâmetros e formatos. Vale ressaltar que, quanto maior o diâmetro e a área de contato do disco com o solo, maior a pressão requerida pela mola. Quanto ao formato, os discos mais usuais são do tipo liso, ondulado e corrugado.

Para um corte adequado da palha, as coberturas do solo devem estar verdes ou totalmente secas, já que aquelas que se encontram “murchas” apresentam maior resistência ao corte.

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.