Inicio Notícias Como obter um bom e produtivo feno de capim

Como obter um bom e produtivo feno de capim

Para produzir feno com qualidade é essencial optar pela planta forrageira adequada.

0
53
Fardo de feno feito com a Brachiaria híbrida cv. Mulato II

Na conservação de forragem, a fenação se revela uma excelente alternativa para os pecuaristas que desejam reduzir o problema da estacionalidade da produção das plantas forrageiras na época de seca. Através deste processo, o excedente do que foi produzido nas pastagens na época das águas pode ser armazenado e utilizado na alimentação dos animais em épocas de escassez.

Mas não é só produzir feno, é preciso produzir com qualidade e de modo economicamente viável. Para isso ser possível deve-se optar pela forrageira adequada e se atentar às etapas do processo de fenação.

O processo de fenação para um bom feno de capim

A fenação pode ser definida como o conjunto de operações que possibilita a produção de feno a partir da perda de umidade de uma determinada forrageira. Assim é possível preservar a espécie forrageira por um longo período minimizando ao máximo a perda das características e do valor nutritivo da planta.

Este processo permite que o pecuarista tenha uma fonte de alimento para atender a demanda animal em períodos inadequados à produção forrageira. Além de aumentar a eficiência da utilização das pastagens e oferecer ao pecuarista uma opção facilmente comercializável.

Feno de capim de qualidade

A qualidade do feno está intimamente relacionada a forrageira escolhida. Mas além da escolha adequada é preciso cuidado durante o processo de fenação com: correção da fertilidade do solo; controle de plantas invasoras; momento adequado do corte da planta; condições climáticas ao longo do processo de secagem; sistema de armazenamento que será empregado; utilização do maquinário apropriado e mão de obra especializada em todas as etapas do processo.

O feno de qualidade apresenta coloração verde, caso esteja amarelado pode ter tido armazenamento não adequado ou ter sido enfenado com excesso no tempo de secagem.

 

Forrageiras indicadas para feno de capim

Um dos benefícios da fenação é que é possível produzir com diversas espécies de forrageiras. Contudo, são indicadas espécies que apresentem maior facilidade no momento da desidratação e possuam características desejáveis a fenação como boa composição bromatológica, bom valor nutritivo, boa relação folha/colmo, caules finos, facilidade de desidratação após o corte, produtividade e maior capacidade de rebrota.

Entre as forrageiras mais comuns adotadas no processo de produção de feno estão:
 

Cynodon

As forrageiras do gênero Cynodon são as mais utilizadas e indicadas para a produção e comercialização de feno. Pois possuem alta produtividade, tolerância a cortes frequentes, elevado valor nutritivo e boa relação lâmina foliar/colmo.

A Barenbrug do Brasil oferece uma variedade exclusiva de Cynodon, o Cynodon dactylon Barenbrug. O cultivar conta com excelente desempenho em sistemas de produção de feno de altíssima qualidade morfológica, por sua relação folha/estolão, caules mais finos e se destaca dos outros cultivares do mesmo gênero por permitir o estabelecimento por meio de sementes.

CONHEÇA A HISTÓRIA DE SUCESSO DA FAMILIA QUE ADOTOU O CYNODON DACTYLON

Brachiaria

Dentre as Brachiarias que podem ser inseridas nos sistemas de fenação, destacam-se a Brachiaria híbrida cv. Mulato II, o cultivar Sabiá, e o cultivar Cayana, por serem forrageiras de alta produtividade e com boa qualidade bromatológica.

Estes três cultivares possuem uma característica em comum no início do seu desenvolvimento que os torna extremamente interessante. Inicialmente eles priorizam o desenvolvimento do sistema radicular e posteriormente desenvolvem a parte aérea (folhas) da planta, característica essa que permitem que as plantas captem mais nutrientes no solo, rebrotando mais e com isso gerando mais folhas.

Fardo de feno feito com a Brachiaria híbrida cv. Mulato II

Etapas do processo de fenação

O processo de fenação é procedimento considerado relativamente simples de ser realizado, porém alguns cuidados devem ser tomados. Basicamente as etapas que envolvem a produção de feno são:
 

Corte

O corte é a primeira etapa no processo de fenação. Nesta etapa o indicado é que o corte seja feito pela manhã em dias ensolarados e de baixa umidade relativa. É importante quando se trata de colheita mecanizada que o maquinário esteja ajustado, para que a altura de corte seja realizada de forma uniforme em toda a área.
 

As plantas forrageiras possuem características morfológicas que demandam diferentes alturas de corte, assim o ideal é buscar a altura de corte recomendada da forrageira.

Desidratação ou secagem

A etapa de secagem ou desidratação é a operação mais importante no processo de produção de feno, pois a qualidade está profundamente relacionada a essa fase.

Assim como no processo de corte existem condições ambientais que favorecem a secagem são: dias ensolarados, baixa nebulosidade e umidade relativa do ar, ocorrência de ventos e temperaturas elevadas, sem previsão de chuva.

Para facilitar a secagem, após o corte, o revolvimento da massa de forragem deve ser realizado com ajuda de um ancinho, isso acelera a secagem da massa e seca de forma homogênea.

Ao concluir a etapa da secagem é realizado o enleiramento, que deve ser executado para preparar a massa de forragem para o enfardamento.

Enfardamento

O enfardamento é o processo que permite que seja armazenado uma maior quantidade de feno em um menor espaço. Entre as vantagens do fardo estão: a facilidade de controle de disponibilidade; facilidade transporte; melhor conservação; ocupa menos espaço. Esta etapa pode ser realizada através da enfardadora ou manualmente, recolhendo e prensando a forragem enleirada, formando os fardos de feno que podem ser produzidos com diferentes formas, tamanhos e pesos. Podem ter o formato quadrado, retangular ou cilíndrico.

Armazenamento

Para a etapa do armazenamento é essencial que as condições sejam adequadas, para que o feno mantenha um bom valor nutritivo e possa ser conservado por um longo período. O local onde o fardo de feno será armazenado deve ser livre de umidade, bem ventilado e não deve ocorrer a incidência de radiação solar diretamente sobre o feno.

Sobre a Barenbrug do Brasil

A Barenbrug do Brasil é afiliada ao Royal Barenbrug Group, empresa familiar de quarta geração, fundada em 1904 na Holanda, pioneira e líder mundial no segmento de sementes forrageiras. Com mais de 840 funcionários e presente em mais de 20 países nos cinco continentes, a Barenbrug tem como missão incrementar a produtividade animal, ajudando a alimentar o mundo, além de aumentar o bem-estar em espaços verdes ao redor do mundo. A empresa atua comercialmente desde 2015 no Brasil e é especializada no melhoramento genético de novos cultivares de forrageiras tropicais, na produção e no tratamento de sementes forrageiras para diferentes culturas do agronegócio. A Barenbrug oferece soluções tecnológicas avançadas ao produtor rural com a comercialização de sementes forrageiras de cultivares com alto potencial produtivo. Para mais informações, acesse nosso site.

SEM COMENTÁRIO