25.9 C
Uberlândia
terça-feira, julho 16, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioDestaquesCongresso ABAG/B3 debaterá formas para expansão das relações comerciais do agro em...

Congresso ABAG/B3 debaterá formas para expansão das relações comerciais do agro em cenário geopolítico fragmentado

RS Assessoria Aduaneira: Uma das mais completas em comércio exterior
Imagem de arquivo

O painel Clube Fragmentado: o Brasil será associado?, do 23º Congresso Brasileiro do Agronegócio (CBA), a ser realizado no dia 5 de agosto, em formato híbrido, terá um debate intenso sobre qual será o posicionamento do Brasil perante ao cenário político atual, com tensões entre Estados Unidos e China, conflitos armados, aumento de restrições comerciais, que elevam a insegurança alimentar e insegurança energética, e disseminação de legislações precaucionistas. O evento é promovido pela ABAG (Associação Brasileira do Agronegócio) e pela B3, a bolsa do Brasil, e as inscrições podem ser feitas no site oficial.

Com a participação de Christopher Garman (diretor-executivo da Eurasia Group para as Américas), Cristiano Noronha (vice-presidente da Arko Advice), Roberto Rodrigues embaixador especial da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura – FAO e Conselheiro da ABAG) e Sueme Mori (diretora de Relações Internacionais da Confederação da Agricultura e da Pecuária do Brasil – CNA), o painel, moderado pelo jornalista William Waack, discutirá os efeitos desse processo de fragmentação da geopolítica global no agronegócio brasileiro, bem como quais os caminhos o país pode trilhar para expandir seu papel de um dos maiores produtores e fornecedores de alimentos, fibras e energia renovável do planeta.

Nesse sentido, a postura brasileira sempre foi baseada em diálogo e entendimento com as diferentes nações e blocos econômicos, a fim de estabelecer parcerias comerciais, que beneficiem as sociedades envolvidas. Contudo, atualmente, vem ganhando espaço a formação de grupo de países, que se aproximam pela localização ou pela internacionalização das cadeias produtivas, provocando ruptura nas relações comerciais globais.

A programação do CBA 2024 contará também com o painel Geopolítica e Sustentabilidade, a mesa redonda Competitividade e Oportunidades e a palestra inaugural sobre Biocompetitividade (tema central do evento). A ABAG prestará homenagem ao ex-Ministro da Agricultura, Marcos Montes, que receberá o Prêmio Ney Bittencourt de Araújo – Personalidade do Agronegócio. O Prêmio Norman Borlaug – Sustentabilidade será entregue ao professor Carlos Eduardo Pellegrino Cerri, do Departamento de Ciência do Solo da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (ESALQ/USP) e diretor do CCARBON (Centro de Estudos de Carbono em Agricultura Tropical).

ARTIGOS RELACIONADOS

Bahia Farm Show incrementa a área de entretenimento

Ao passear pelas ruas do complexo, o público que visitará a Bahia Farm Show, a partir da próxima terça-feira (6), poderá fazer uma viagem...

Fitohormônio e microRNAs – Mais florescimento para o tomateiro

Fabio Tebaldi Silveira Nogueira Doutor, professor e pesquisador - Departamento de Ciências Biológicas - ESALQ/USP ftsnogue@usp.br Fitohormônios são moléculas que regulam o crescimento e o desenvolvimento...

Sementes de algodão – O alicerce da produtividade

Edivaldo Cia Engenheiro agrônomo e pesquisador aposentado do Instituto Agronômico edivaldocia@terra.com.br   Unanimidade entre os cotonicultores de todo o mundo, o alto potencial produtivo e a elevada qualidade...

Cultivo de cogumelo em estufas

A fungicultura é conhecida como a cultura do cogumelo. Os fungos são microrganismos heterotróficos, não fotossintetizantes, possuem parede celular de quitina e obtêm seus nutrientes por absorção da matéria orgânica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!