23.6 C
Uberlândia
terça-feira, junho 18, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosHortifrútiCouve-flor: A nova onda do momento

Couve-flor: A nova onda do momento

Couve-flor – Crédito: shutterstock

Segundo o levantamento do IBGE, em 2017 o Brasil produziu 140.067 toneladas de couve-flor, tendo o Sudeste à frente, com 90.262 ton, com São Paulo (36.338 ton) e Rio de Janeiro (36.219 ton) em destaque, seguido do Sul (41.380 ton), centro-oeste (5.408 ton) e nordeste (2.861 ton), tendo o Norte uma produção inexpressiva.

O valor da produção, naquele mesmo ano, alcançou R$ 171.663,00, dos quais, R$ 96.634 apenas no Sudeste e mais R$ 57.784,00 no Sul. Nos últimos três anos (2016-2018), a couve-flor foi negociada à média de R$ 1,70/kg no atacado de São Paulo – e está, ainda, entre os vegetais com maiores receitas obtidas com vendas de HF’s nas Ceasas nacionais no período. A hortaliça usualmente gera rentabilidade positiva.

Os principais Estados produtores são: SP, MG, RS, RJ e PR, responsáveis por 86% do total comercializado nas Ceasas (ProHort).

Rentável e versátil

A hortaliça usualmente gera rentabilidade positiva. No verão, a produção se torna mais difícil, devido ao excesso de chuvas (o que também pode elevar os custos). Em relação à produção de inverno, a maior parte é destinada à indústria, uma vez que, com cotações mais baixas no mercado in natura durante esse período, os valores oferecidos para processamento se tornam mais atrativos.

A couve-flor tem, hoje, um segmento de alto valor agregado: o orgânico, com preço 3,5 vezes superior ao convencional. As vendas de couve-flor têm sido cada vez mais significativas, tanto fresca quanto congelada, visto que é um produto versátil em termos culinários e bastante utilizado em receitas saudáveis.

É possível produzir couve-flor orgânica, embora seu manejo seja mais difícil em relação ao convencional, por conta do ciclo longo e da incidência de pragas. Contudo, o produto orgânico pode ser negociado a preços mais elevados.

Fontes:

Hortifruti/Cepea

Sidra/IBGE

ARTIGOS RELACIONADOS

Alface orgânica – Mercado garantido

Rafael Campagnol Doutor em Agronomia e professor de Olericultura " Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) rafcampagnol@hotmail.com Elisamara Caldeira do Nascimento Doutora em Agronomia " Zeólita Consultoria Agronômica Talita...

Banana: Redução de produção marca a atividade

A estimativa da produção brasileira de banana para 2019, segundo o Hortifrúti/Cepea da ESALQ/USP, deverá ter uma redução de 1,1% em relação a produção de 2018.

Genética e manejo no controle de viroses do tomateiro

    Leysimar Ribeiro Pitzr Guimarães Engenheira agrônoma e doutora em Proteção de Plantas - UNESP leysimarpitzr@yahoo.com.br Carlos Antonio dos Santos Engenheiro agrônomo e doutorando em Fitotecnia - UFRRJ carlosantoniods@ufrrj.br Margarida Goréte...

Irrigar o café pode até dobrar a produção

Pesquisas conduzidas em Lavras e Viçosa (Minas Gerais) apontam ganhos de até 50% na produtividade se o cafezal for irrigado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!