22.6 C
Uberlândia
quinta-feira, abril 18, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosCresce a adoção de bionematicidas

Cresce a adoção de bionematicidas

Produtores agrícolas estão adotando cada vez mais bionematicidas para um controle eficiente de nematoides nas plantações.

O mercado de bionematicidas no Brasil apresentou um crescimento significativo, movimentando cerca de R$ 1,15 bilhão, de acordo com um estudo realizado pela Sociedade Brasileira de Nematologia (SBN).

A pesquisa revelou que a cultura mais afetada é a soja, sendo responsável por metade das perdas nas lavouras de leguminosas, totalizando cerca de R$ 16 bilhões.

É importante destacar a importância da identificação dos nematoides fitopatogênicos para o manejo integrado eficiente. A amostragem adequada dos nematoides é a base desse manejo, permitindo que o produtor direcione suas ações de controle, como rotação de culturas, uso de cultivares resistentes, nematicidas químicos e bionematicidas.

Crédito: Jacto

Outro estudo realizado por uma empresa de consultoria e pesquisa de mercado revelou que os bioinsumos tiveram um crescimento de 67% na safra 2021/22, movimentando R$ 2,9 bilhões. Entre as categorias mais comercializadas, os bionematicidas representaram a maior parte, com R$ 1,15 bilhão, correspondendo a 40% do total.

Esse mercado está em expansão e promete trazer muitas inovações nos próximos anos, graças à profissionalização do setor e aos investimentos em pesquisa e desenvolvimento, resultando em produtos altamente eficientes.

Não confunda

No entanto, é importante ressaltar que nem todas as bactérias são nematicidas e nem todas as bactérias nematicidas são eficientes contra todas as espécies de nematoides. O processo cria um ‘escudo biológico protetor’, conhecido como biofilme, mas a seleção correta dos agentes nematicidas é fundamental para obter resultados eficazes contra os nematoides.

A adoção de produtos biológicos pelos agricultores brasileiros está em constante crescimento, oferecendo uma ampla variedade de tecnologias que atendem às suas necessidades.

Nos últimos 30 anos, observou-se um aumento significativo no registro de biodefensivos no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Em 2020, foram aprovados no Brasil 96 novos produtos, o que corresponde a 22% de todos os biodefensivos disponíveis no País, marcando um marco importante nessa área.

De acordo com a CropLife, esse interesse crescente pelos biodefensivos também impulsionou o investimento em pesquisa e desenvolvimento, resultando em uma maior oferta de ativos biológicos, formulações inovadoras e técnicas avançadas de aplicação.

Além disso, a eficácia e o tempo de prateleira aprimorados têm contribuído para a adoção cada vez maior desses produtos pelos produtores.

Integração de métodos

Uma das características dos biodefensivos é sua integração com defensivos químicos, por meio do Manejo Integrado de Pragas (MIP). Eles não só atuam como medida de prevenção e controle de pragas e doenças, mas também desempenham um papel estratégico na prevenção da resistência biológica aos defensivos químicos.

Os biodefensivos desempenham um papel fundamental no aumento da produtividade, na preservação de tecnologias e na conservação do meio ambiente, representando soluções inovadoras para a agricultura sustentável.

Em números

Globalmente, a adoção de biodefensivos pelos agricultores movimentou mais de US$ 5 bilhões em 2020, com um crescimento anual de 14,4%. Com a crescente demanda dos consumidores por alimentos livres de resíduos químicos e a necessidade de manejo de resistência no campo, estima-se que os biodefensivos movimentem pelo menos US$ 8 bilhões até 2025.

O Brasil se destaca como líder na adoção de biodefensivos na América Latina, apresentando um crescimento superior à média global. O uso desses produtos nas grandes culturas, como soja, milho, cana-de-açúcar, algodão e café, impulsionou o aumento significativo na comercialização de biodefensivos.

Nos últimos anos, o mercado brasileiro passou por um processo de consolidação, com o interesse de grandes players em soluções biológicas, industriais e plataformas de distribuição.

Atualmente, existem 433 produtos autorizados para uso de biodefensivos no Brasil, um número significativamente maior em comparação a 2013, quando eram apenas 107. Os produtores estão buscando soluções integradas de manejo, combinando defensivos químicos e biológicos, juntamente com boas práticas agronômicas, como o MIP, para garantir a sustentabilidade e a proteção das tecnologias.

No mercado brasileiro, a indústria de produtos biológicos registrou um faturamento superior a 1,179 bilhões de reais em 2020, um aumento de 75% em relação a 2019. Os bionematicidas lideram esse valor de produtos biológicos comercializados, representando 14% dos biodefensivos registrados, seguidos pelos bioinseticidas e biofungicidas.

Destaca-se também o crescimento dos biodefensivos para tratamento de sementes, que representaram 19% do faturamento em 2022 e têm expectativa de crescimento ainda maior em 2023.

A CropLife tem sido uma importante instituição no desenvolvimento e promoção dos produtos biológicos no Brasil, contribuindo para o avanço desse setor e fornecendo suporte aos produtores agrícolas na adoção dessas soluções inovadoras.

ARTIGOS RELACIONADOS

Crescimento anual de 15% de doses de inoculantes biológicos

Entregas das empresas associadas somaram um valor acima de 423 milhões de reais no ano passado, de acordo com a Associação Nacional de Produtores e Importadores de Inoculantes.

Crescimento solar no Brasil depende da China

O país importou em painéis solares da China o equivalente a 9,5 GW nos primeiros seis meses de 2023, número superado apenas pelas importações feitas por toda a Europa no mesmo período.

Mercado de sementes de sorgo cresceu 23% em 2023

Em 2023, o mercado de sementes de sorgo floresceu, registrando um crescimento notável de 23%, sinalizando a ascensão promissora desse cereal no agronegócio.

Cresce incidência de percevejos

Área tratada com defensivos aumentou 13% no mesmo período.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!