27.7 C
São Paulo
sexta-feira, maio 20, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti Cresce produção orgânica no País

Cresce produção orgânica no País

Desde pequeno

 

Ricardo Coan

Até o tomate, que já foi vilão em resíduos de agrotóxicos, já pode ser encontrado na forma orgânica - CréditoShutterstock
Até o tomate, que já foi vilão em resíduos de agrotóxicos, já pode ser encontrado na forma orgânica – CréditoShutterstock

Colodeto é um inovador técnico agrícola, técnico químico e proprietário da Vida Verde Hortaliças Orgânicas e Saudáveis, no município de Tietê (SP), há dois anos. “Estou apostando na alimentação mais saudável e, o mais importante, quero estar inserido no mercado do bem-estar“, justifica.

Atualmente, ele produz as folhosas: alface, rúcula, escarolas, couve-manteiga, almeirão, acelga, espinafre, rabanete, brócolis, couve-flor, radicchio; os legumes: cenoura, beterraba, berinjela, abobrinha menina, pepino, jiló, batata doce, cebola, chuchu, tomate de mesa, tomate cereja, ervilha, vagem, feijão de metro, pimentão, pimentas diversas, alho poró; as ervas aromatizadas, medicinais e chás: hortelã, poejo, erva-cidreira, anis, hortelã, alecrim, salsinha, cebolinha, coentro, salsão, manjericão, manjerona, orégano, tomilho, alfavaca, citronela, quebra-pedra, erva-de-santa-maria, erva-doce, camomila, anador, methiolate, insulina, tanchagem, picão-branco; e as frutas: maracujá, limão rosa, mamão formosa, banana nanica e prata, abacate, sapoti, goiaba vermelha, jabuticaba, manga espada, noni, de acordo com a época, etc.

Além destas, ele cultiva plantas não convencionais, como: ora pro nobis, beldroega, tiririca, mentruz, aloevera e cambuquira.

“Entregamos nossos produtos em cestas nas residências, fornecemos na própria horta, fresquinhos, em lanchonetes, empresas e estamos entregando uma pequena parte na merenda escolar“, relata o produtor, que ainda tem custo baixo e alto lucro, devido ao preço constante e àgrande procura.

“O custo é baixo porque utilizamos muitas matérias-primas de produção própria, como esterco, folhas secas e verdes. Os produtos orgânicos que produzimos custam, em média, 1/4 do valor que comercializamos, pois umas das minhas vantagens é que na venda direta ainda não é necessário gastar com embalagens, rótulos ou códigos de barra“, revela.

O próximo desafio de Ricardo será produzir e comercializar brotos de plantas orgânicas, o que deve começar em breve.

Os orgânicos podem sair da horta direto para a mesa - CréditoShutterstock
Os orgânicos podem sair da horta direto para a mesa – CréditoShutterstock

De orgânicos a cosméticos

Ricardo, que é certificado comoprodutor orgânico há dois anos, está partindo agora para a produção biodinâmica, que além de saudável é mais nutritiva. “Este é um meio de cultivo que tem que ser 100% extraído da própria propriedade. Por exemplo, se eu planto pepino, preciso guardar alguns para retirar as sementes do próximo cultivo. Além disso, como planto em consorciação, as próprias plantas são utilizadas na defesa das pragas e doenças, no efeito alelopático, e ainda tenho meu solo mais nutrido, com boa qualidade, pois as próprias plantas repõem os nutrientes, além de baixar meu custo“, explica.

O processamento dos cosméticos é feito com brócolis, cenoura, pepino, tomate, entre outros.

Cosméticos orgânicos

O sistema de Ricardo chamou a atenção de outros segmentos, como o de cosméticos. Foi sua cliente, RossanaLomondo, quem viu na produção dele uma chance de ir além. “Como ela era nossa cliente assídua, e sempre comprava muito, um dia paramos para conversar, e ela me contou que estava utilizando meus produtos para elaborar cosméticos mais nutritivos e saudáveis. Mas, para isso, ela estudou cuidadosamente plantas que fossem cultivadas sob um sistema realmente biodinâmico, e nos escolheu devido aos nutrientes constatados, que fazem toda a diferença em se tratando de cosméticos para a pele humana“, lembra o produtor.

Rossana Ramalho é diretora da PhyliaInternationalCosmetics Inc. Ela trabalhou por 13 anos em uma casa de fragrância, onde aprendeu muito sobre como os cosméticos funcionam e os ativos contidos nele. Agora está atuando em uma empresa americana no desenvolvimento de novos conceitos em cosméticos.

CréditoShutterstock
CréditoShutterstock

Parceria

Rossana conheceu Ricardo há dois anos, quando procurava por produtos naturais e orgânicos. “Meu estilo de vida mudou de uns anos para cá, quando comecei a buscar mais qualidade de vida, pois acredito que a saúde e a beleza vêm de dentro para fora. Os cosméticos ajudam a manter a nossa pele jovem, porém, possuem componentes químicos que nãosão muito bons para o nosso corpo. Entretanto, se cuidarmos da nossa saúde, como resultado teremos um corpo mais jovem e saudável. Desta forma, retardamos o processo de envelhecimento“, explica.

Rossana sempre teve interesse em saber como os alimentos influenciam a saúde e a beleza, e por isso pesquisa muito os benefícios de cada alimento para tirar melhor vantagem de suas propriedades. “Os alimentos naturais, em especial os orgânicos,são ricos em vitaminas, minerais, entre outros componentes, que fazem muito bem para a pele e saúde, evitando, desta forma, sobrecarregar nosso corpo com mais componentes químicos. Quanto mais evitarmos, melhor“, conta.

Rossana utiliza uma variedade de alimentos na elaboração dos cosméticos, como o broto da folha de couve, por ter efeito anti-inflamatório e cicatrizante, ser rico em cálcio e também ajudar a combater a celulite, o que é ótimo para as mulheres. Além disso, é um produto rico em fitoquímicos naturais, e apresenta ação desintoxicante, ajudando a limpar o organismo.

 

CréditoShutterstock
CréditoShutterstock

O pepino é outro alimento em destaque. Rico em água, tem propriedades hidratantes, além de ser composto por vitaminas e minerais, proporcionando também efeito calmante. Ele atua como um hidratante natural da pele, retardando as rugas e o processo de envelhecimento.

Essa é parte da matéria de capa da revista Campo & Negócios Hortifrúti, edição de agosto 2016. Adquira a sua para leitura completa.

Inicio Revistas Hortifrúti Cresce produção orgânica no País