Inicio Revistas Grãos Crotalária reduz incidência de nematoides na soja

Crotalária reduz incidência de nematoides na soja

0
181

 

Amanda Negreiros de Miranda

amandamiranda_91@hotmail.com

Heitor Antônio de Araújo Oliveira

heitorbjp@hotmail.com

Pedro José Nascimento Cintra

pedro_nascimento.c@hotmail.com

Graduandos em Agronomia pela Universidade Federal de Lavras ” UFLA e membros do Grupo de Estudos em Herbicidas, Plantas Daninhas e Alelopatia ” GHPD

 

Crédito Claudinei Kappes
Crédito Claudinei Kappes

O nematoide é uma praga agressiva que afeta severamente o sistema radicular e, mesmo que não mate a planta de soja (sendo um fator isolado), causa danos irreparáveis e enormes dificuldades para controle quando está estabelecido na área.

Dentre todos os nematoides que atacam a soja podem-se destacar os três tipos mais importantes, sendo os nematoides de galha; a espécie Heterodera glycines, o nematoide de cisto da soja e o nematoide das lesões radiculares, Pratylenchus brachyurus.

O melhoramento genético da cultura já avançou bastante em relação à resistência aos dois primeiros tipos, porém, ainda não conseguiu grandes progressos quanto ao P. brachyurus, que também é um dos tipos mais vigorosos de nematoide, por serem migradores e persistirem no solo por muito tempo.

Crotalária contra nematoides

O controle dos nematoides tem como base o uso, em rotação ou consorciação, de espécies vegetais que matem ou não deixem os nematoides completarem seu ciclo no solo, sendo necessário destacar a crotalária como uma cultura com grande eficiência no combate aos nematoides.

A crotalária é considerada uma cultura antagonista ou armadilha aos fitonematoides, pois causa a morte dos mesmos após a penetração em suas raízes, notadamente a espécie Crotalaria spectabilis, que apresenta a mesma eficácia contra todos os nematoides da soja.

O uso adequado de crotalária apresenta eficácia de até 80% na redução das populações de nematoides, e os benefícios no uso dessa cultura como adubo verde na rotação de culturas do plantio direto vão além, sendo também fixadora de nitrogênio atmosférico e por contribuir no manejo de plantas daninhas.

Manejo

Para o controle de nematoides usando-se crotalária devem-se considerar alguns aspectos, principalmente o tamanho da área e a intensidade de infestação da praga. Se a área infestada for pequena, recomenda-se a retirada da soja e o plantio imediato da crotalária, tomando-se os devidos cuidados para não se propagar a infestação, uma vez que os nematoides presentes em partes de solo contaminado podem ser levados para outras áreas, principalmente por veículos ou implementos agrícolas.

 Com relação ao controle de nematoides, o primeiro passo que o produtor deve adotar é conhecer sua área, sendo fundamental saber o nematoide que está presente na propriedade. A decisão quanto ao controle deve ser baseada na análise nematológica, realizada por laboratórios de confiança. Dependendo do tipo de fitoparasita, altera-se a crotalária a ser utilizada.

Em áreas maiores, se a infestação for grave, pode ser viável a gradagem total e a semeadura de crotalária com alta densidade de sementes – de 25 a 30 kg/ha, uma vez que mantendo a soja na área ocorrerá um aumento na população de nematoides, tornando o controle na safra seguinte ainda mais difícil e aumentando os prejuízos posteriores.

É necessário avaliar o tamanho da população de nematoides para se tomar a decisão de quanto tempo é possível manter a crotalária na área infestada, visando uma melhor eficiência no controle.

Plantio, período de produção e colheita

Logo após a colheita da soja incorporam-se os grãos perdidos nesta etapa com uma grade niveladora para acelerar a germinação dos mesmos e obter uma rápida emergência das plantas “tigueras“.

Passados 10 dias da gradagem, já com a soja emergida, faz-se a dessecação da soja com glifosato ou glifosato + 2.4 D (para soja RR). Em seguida ocorre o plantio da Crotalaria spectabilis. Sua semeadura deve ocorrer preferencialmente a lanço, e logo após se faz a incorporação das sementes de crotalária com “correntão“ ou grade niveladora.

A crotalária é considerada uma cultura antagonista ou armadilha aos fitonematoides - Crédito Piraí Sementes
A crotalária é considerada uma cultura antagonista ou armadilha aos fitonematoides – Crédito Piraí Sementes

Além do controle de nematoides, a crotalária vem sendo também utilizada como adubo verde pela capacidade de fixação atmosférica de nitrogênio e planta de cobertura de solo no SPD (Sistema de Plantio Direto), por seu crescimento vegetativo ser muito rápido e apresentar uma produção superior a 10 t/ha de matéria seca.

Seu manejo nesse sistema pode ser realizado com uso de herbicida ou mesmo acamamento com “rolo-faca“, esperando, em média, 90 dias para seu manejo, aproveitando ao máximo sua maior biomassa, lembrando que quanto mais tempo a crotalária permanecer na área, mais abrangente será o controle dos fitonematoides. O plantio da soja deverá ser feito em sucessão ao cultivo de crotalária.

Custo

O custo da utilização desta tecnologia consiste em adquirir a semente de crotalária, assim como o capital necessário para o semeio da mesma.

Tabela 1. Custo da utilização de crotalária visando controle de nematoides.

Especificação Quantidade ha-1 Custo ha-1
Semente 25 kg R$ 150,00
Semeadura Única vez R$ 30,00
Custo total ha-1

R$ 180,00

SEM COMENTÁRIO