18.1 C
São Paulo
quinta-feira, agosto 11, 2022
-Publicidade-
Inicio Revistas Grãos Custo x benefício da energia solar

Custo x benefício da energia solar

Autor

Rodrigo Lopes Sauaia
Presidente executivo da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR)

O produtor elimina o risco de aumento da tarifa elétrica, além de poder ter uma economia de 80 a 90% com energia elétrica.

A energia solar fotovoltaica tem sido cada vez mais utilizada no campo, porque traz uma série de benefícios para os produtores rurais. A primeira é uma energia de alta qualidade que oferece mais segurança para suprimento elétrico dos produtores rurais e mais autonomia para as atividades que precisam de energia elétrica.

Também proporciona economia nos gastos com a energia elétrica, ajudando os produtores rurais a economizar dinheiro e fazer uso de áreas improdutivas, como telhados de edificações, fachadas, coberturas, áreas de estacionamento, áreas degradadas, entre outras.

Onde usar

A energia solar fotovoltaica pode ser utilizada para bombeamento de água em diferentes finalidades, como irrigação de lavouras, tanques de piscicultura, resfriamento de processos produtivos, entre outros. Também serve para atividades de iluminação, cercas elétricas, manejo animal, aeradores em sistema de vigilância, sistema de comunicação, secadores, sistema de refrigeração e diretamente no processo produtivo.

Desafios

O grande, ou até mesmo o pequeno produtor, às vezes passam por uma grande dificuldade, que é levar energia para toda a propriedade. A energia solar fotovoltaica veio para ajudar nessas horas, porque permite montar um sistema dentro da propriedade que leve energia até o local.

A energia solar fotovoltaica é muito mais barata do que geradores a diesel. Mesmo que seja feito um investimento um pouco maior no início, o produtor não precisa comprar combustível, porque trata-se de um bem natural – o sol. Além de custo de operação e manutenção muito baixos, conta com sistema de garantia do fabricante de 25 anos, e por isso tem sido uma forma positiva de ajudar o produtor rural.

Cuidados

A energia solar fotovoltaica precisa ser montada por um engenheiro eletricista, que vai desenvolver o projeto e se responsabilizar pelo mesmo, assinando um termo legal (anotação de responsabilidade técnica). Portanto, o produtor utilizará o sistema quando já estiver montado por um respectivo responsável e pronto para ser utilizado. O único acompanhamento que o produtor tem que fazer é uma limpeza periódica do equipamento, para otimizar sua produtividade.

Energia elétrica x Energia solar fotovoltaica

O produtor não precisa abrir mão da energia elétrica para ter a energia solar fotovoltaica em sua propriedade. Até mesmo porque, quando não tiver sol, a rede elétrica entrará em ação. Portanto, o produtor continua conectado à rede da distribuidora.

No sistema fotovoltaico, o produtor sabe quanto a energia vai custar pelos próximos 25 anos, enquanto na energia elétrica oferecida pelas distribuidoras isso não é possível. Assim, na primeira opção o produtor elimina o risco de aumento da tarifa elétrica, além de poder ter uma economia de 80 a 90% com energia elétrica.

Lembrando que o preço do sistema fotovoltaico varia de acordo com o porte.

Qualidade do produto

Todos os equipamentos vendidos no Brasil são obrigatoriamente passados pelo ensaio de qualidade no INMETRO, e recebem uma etiqueta de qualidade, garantindo que o produto tem a eficiência, segurança e durabilidade que atesta.

Além da etiquetagem do INMETRO, existe o certificado internacional: IEC 61.215 e IEC 61. Assim, é importante que o módulo fotovoltaico tenha essa certificação para garantir a qualidade aos usuários.

Tendência

Começa no mundo uma nova tendência que cresce a cada dia – combinar a produção do campo com a energia solar fotovoltaica. Atualmente, os produtores são responsáveis pelos alimentos que abastecem a cidade, mas agora terão também a possibilidade de gerar energia solar fotovoltaica em sua propriedade, e não só abastecer o seu consumo de energia elétrica, como também as cidades com uma fonte renovável e sustentável produzida no campo, agregando-lhe, ainda, uma nova renda. 

Agrofotovoltaico

A combinação do agronegócio com a energia fotovoltaica é a utilização dos módulos fotovoltaicos, como cobertura para hortaliças, produtos que não podem ser cultivados sem proteção do sol. Assim, na mesma área que antes o produtor produzia apenas hortaliças, agora pode também produzir energia.

Também é possível instalar sistemas fotovoltaicos flutuantes em propriedades que possuam açude, lago ou córrego, ajudando a reduzir a evaporação da água.

Inicio Revistas Grãos Custo x benefício da energia solar