25.6 C
Uberlândia
domingo, junho 23, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioAnimaisCustos de produção de frangos e suínos têm leve alta

Custos de produção de frangos e suínos têm leve alta

Os custos de produção de suínos e de frangos de corte tiveram leve alta no mês de abril nos estados líderes em produção e exportação segundo os estudos registrados pela Embrapa Suínos e Aves em sua Central de Inteligência de Aves e Suínos (embrapa.br/suínos-e-aves/cias).

No Paraná, o custo de produção do quilo do frango de corte foi de R$ 4,28, alta de 0,1% em relação a março. O acumulado no ano é de -3,1% e nos últimos doze meses de -14,1%, com o ICPFrango chegando aos 330,95 pontos. O custo com rações apresentou queda de -0,3% no mês, mas compensados pelo aumento dos custos com pintos de um dia e juros sobre capital para investimento. A ração foi o principal item de custo com participação de 66,1%, enquanto que genética e juros sobre capital investido representavam 15,4% e 3,3% do custo total, respectivamente.

Já o custo de produção por quilo de suíno vivo em Santa Catarina foi de R$ 5,63, alta de 0,2% em relação a março. O acumulado no ano é de -9,3% e nos últimos doze meses de -12,3%, com o ICPSuíno chegando aos 321,85 pontos. O custo com rações e os juros sobre capital de giro e para investimento foram determinantes, com participação de 72,9% e 7,2% do custo total, respectivamente.

Os custos tiveram comportamentos diferentes no mês de abril nos estados da região Sul. Além dos aumentos acima relatados, também tiveram alta os custos de produção de suínos no Paraná. Por outro lado, as duas criações no Rio Grande do Sul e a produção de frangos em Santa Catarina apresentaram queda nos custos.

Os estados de Santa Catarina e Paraná são usados como referência nos cálculos dos Índices de Custo de Produção (ICPs) da CIAS por serem os maiores produtores nacionais de suínos e de frangos de corte, respectivamente. Entretanto, na CIAS estão disponíveis estimativas para outros estados brasileiros. Essas informações têm por objetivo servir como indicador da evolução dos custos desses setores produtivos. É importante destacar que avicultores e suinocultores devem acompanhar a evolução dos seus próprios custos de produção.

Imagens: Embrapa

ARTIGOS RELACIONADOS

Bem-estar dos suínos começa com uma boa seleção genética

Para produzir animais mais resistentes e produtivos é preciso que o produtor primeiramente se atente à escolha de boas matrizes

Custos de produção de suínos e de frangos de corte voltam a cair

Custos de produção de suínos e frangos de corte registram nova queda em junho de acordo com a Embrapa Suínos e Aves

Raças puras aceleram o crescimento da suinocultura moderna

Topgen se renova para disponibilizar ao mercado as melhores matrizes, proporcionando diferenciais competitivos para o produtor, consumidor e frigorífico

Custos de produção de frangos de corte e de suínos sobem

Os custos de produção são uma referência para o setor produtivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!